VEJA E OUÇA A DEFESA FERVOROSA DO SEGUIMENTO GLS GLBT GLBTT NA VOZ TROVEJANTE DO AMIGO BOCA ABERTA

Loading...
Mande suas críticas e sugestões
amigobocaaberta@gmail.com

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Fórum interreligioso de combate à AIDS pede reconhecimento da diversidade sexual


Autoridades religiosas de toda a América Latina e do Caribe que lutam contra o HIV deram mais um passo à frente na semana passada: eles reconheceram oficialmente que é preciso respeitar a orientação sexual e a identidade de gênero das pessoas que vivem com HIV. A manifestação foi feita durante o V Fórum Latino Americano e do Caribe sobre HIV/AIDS, realizado em Lima, Peru, entre os últimos dias 19 e 20.

No item 3 da declaração do pré-forum, autoridades de diversas religiões e seitas reunidas no evento manifestam que “nós das comunidades religiosas encontramos nos irmãos e irmãs que vivem com HIV,e nas pessoa se organizações solidárias com sua causa, razões que fortalecem nossas crenças e sentimentos que despertam nossa fraternidade. Isso supõe o reconhecimento de quão sujeitos de sua própria vida são todas e cada uma das pessoas vivendo com HIV e o apreço respeitoso das orientações e identidades sexuais e toda forma de diversidade”.

O objetivo do encontro era discutir conjuntamente novas ações de combate à epidemia do HIV na América Latina e Caribe. O documento resultante do evento diz ainda que as comunidade religiosas devem se preparar “para lidar com a temática do HIV e AIDS, contando com um correto conhecimento da sexualidade, considerando também o gênero”.

mix

Miguel Falabella promete beijo gay e muita pinta em A Gaiola das Loucas


Muitas plumas, paetês e beijo gay. Foi isso o que prometeu Miguel Falabella falando do espetáculo "A Gaiola das Loucas", que tem estreia prevista para logo depois do Carnaval de 2010. O beijo, previsto no roteiro original da trama, será dado entre os personagens de Falabella e Diogo Vilela. "É uma bichice só dominando tudo. Muitas plumas, paetês e claro, beijo na boca", disse Falabella em entrevista ao site Ego.

Apesar de saber que um beijo entre ele Vilela vai chamar a atenção do público, o ator e diretor disse esperar que as pessoas se interessem pela beleza do texto. "Não quero que as pessoas cheguem na curiosidade para verem dois homens se beijando".

"A Gaiola das Loucas" conta a história de um casal gay e de quando o filho de um deles resolve levar sua noiva para conhecer o pai e seu companheiro. Cerca de 30 atores estão envolvidos na versão brasileira do musical.


mix

Gays discriminam ao criar regras de comportamento para gays, diz militante em artigo


Podemos fazer a seguinte reflexão: homossexuais, historicamente, sempre romperam com as normas. Aos mais ansiosos, peço cautela para explicar melhor tal afirmação. Não é da norma que tiramos a regra? E qual a regra em uma sociedade heterosexista, ou seja, em uma coletividade na qual se presume a heterossexualidade das pessoas? A regra é que a sexualidade se exerce entre pessoas de sexos diversos. É a democracia, como ditadura da maioria.

De mãos dadas com as normas existentes na esfera social, estão os preceitos que se alimentam e bebem da religião (ou das religiões), que são os conhecidos dogmas. Repare: convivemos em uma sociedade em que há o certo e em que se conhece o errado. Onde se dita a verdade e é-se implacável com a mentira. Normas, leis, regras: por quem? Para quem?

Recuperando, então, o raciocínio do primeiro parágrafo, os homossexuais vieram quebrando normas, rompendo ditames estabelecidos. Quiçá transgressores ou, sendo mais simplista e não menos intenso, corajosos. Os gays foram símbolo de libertação e ousadia. Não somente de sexualidade, mas de quebra de uma falsa hegemonia, diga-se de passagem, até hoje forçosa.

Mas parece existir algo mais forte e resistente do que as próprias forças e resistências. Mesmo que não queiramos considerar o ser humano como possuidor de uma essência, há que se considerar uma questão social, que seja, moldadora de algo interno nos seres humanos capaz de uniformizá-los ou deixá-los com necessidades de padrões e regras. Mais ou menos como reféns. Nós sempre temos e teremos que ser reféns de algo?

Por que levanto essa questão? Pois há tempos os homossexuais além de quebrarem regras, criaram normas para seus semelhantes. Normas que chamo aqui de homonormatividade. Tais regramentos perpassam não somente o visível, como a estética ou os valores, mas que se encaminham para cada vez mais consolidar questões metafísicas, como as regras. É, por óbvio, uma reafirmação dos próprios valores e questões outrora combatidos com veemência. Mais intensa ainda acabam sendo as discriminações geradas por tal lógica.

Uniformizar, igualar, discriminar, segregar, parecem ser conceitos hoje em dia pertencentes não apenas à sociedade que foi tão contestada pelos homossexuais no passado e no próprio presente. Pelo que se lutou contra no passado (ou pelo que se luta contra no presente), é repetido pelos próprios gays. São padrões nos quais, caso você não esteja, vai ser difícil sua inclusão. Gays têm corpos esculturais, têm roupas de grifes famosas e têm cabelos que são tendência. Se você não os têm, você está ‘out’.

mix

Lésbica e travesti terão filho no seriado global Ó Paí, Ó


A diversidade presente em parte das famílias brasileiras estará presente no seriado "Ó Paí, Ó", exibido pela Rede Globo. É que comerciante lésbica Neuzão (Tânia Toko) e a travesti Yolanda (Lyu Arisson) deverão ter um filho. As duas se casaram em uma cerimônia pra lá de animada exibida no último episódio da primeira temprada, em 2008.

O episódio exibido nesta sexta, 27, mostrou Neuzão decidida a ter um filho e caindo na conversa de Yolanda, que sugere que ela transe com um homem. Mas na hora H, a bolachíssima Neuzão desiste do plano. É quando o climão entre as duas acaba aflorando.

No último episódio da temporada 2009, previsto para ir ao ar no dia 04 de dezembro, a menstruação de Neuzão atrasa e, junto com Yolanda, ela faz um teste de gravidez, que dá positivo.

"É importante mostrar na TV as diversas formas de se amar. Por incrível que pareça, a sociedade ainda é muito preconceituosa. Há coisas, como amor e família, que são negadas às pessoas que não se encaixam nas convenções sociais vigentes", afirmou Tânia.

mix

Silvio Santos constrange Nany People com piadas homofóbicas


O apresentador Silvio Santos causou constrangimento entre os convidados durante a gravação de seu programa dominical, realizada na última semana e que deverá ir ao ar em dezembro. Nany People estava entre eles e foi a que mais sofreu com as piadas de mau gosto do dono do SBT.

Em certo momento, Silvio se referiu à Nany como um ator que se veste de mulher para ganhar dinheiro à noite. Depois, perguntou para a plateia: "A Nany é homem ou mulher?". Por fim, disse: "O diabo não veio, mas mandou representante".

Segundo pessoas que estavam na plateia, a artista deixou as gravações bastante chateada com a história. Procurada pelo site Vooz, Nany confirmou que o apresentador foi grosseiro. "Ele foi muito deselegante, mas não só comigo. Foi também com a Cynthia Benini e umas das mulheres frutas que estava lá. Achei estranho. O Silvio é sempre muito querido", disse Nany, que já trabalhou na Praça é Nossa e no programa da Hebe, ambos do SBT.

uol

Inglaterra: Matemático homossexual Alan Turing receberá homenagem póstuma


O matemático inglês Alan Turing, que se suicidou em 1954, dois anos após ser processado por atentado ao pudor - após admitir um relacionamento gay - e castrado, será homenageado pelo conselho da cidade de Manchester, na Inglaterra.

O evento será realizado no dia 5 de dezembro no Sackville Gardens e terá a participação de políticos e ativistas. "Este evento mostrará para amigos e para a família como Manchester se orgulha de sua contribuição histórica. Qualquer um que defenda este evento para marcar a vida e trabalho de Alan Turing será muito bem-vindo", declarou o conselheiro Pat Karney.

Karney completou: "A real comemoração para Alan Turing deveria ser uma sociedade que nunca mais aceite novamente a perseguição ou acusação a um indivíduo por causa de sua homossexualidade".

Em setembro passado o matemático recebeu postumamente de Gordon Brown, o primeiro-ministro britânico, um pedido de desculpas oficial em nome do governo pelo tratamento brutal que lhe foi concedido em vida.

Turing foi um dos matemáticos mais importantes durante a 2ª Guerra Mundial, já que foi o responsável por decifrar o código criptografado Enigma, que a Alemanha de Hitler utilizava em meio à guerra para enviar mensagens militares.

uol

Direitos Humanos GLBTT

BANDEIRA DO MATO GROSSO

O Movimento LGBT de Mato Grosso lamenta o triste fato de que o Estado de Mato Grosso ainda não tem políticas de segurança pública para a proteção da população LGBT. Até quando “a omissão estatal vai humilhar, segregacionar e ‘assassinar” os homossexuais.

Só este ano tiveram 9 (nove) assassinatos de homossexuais, segundo dados estatísticos do Centro de Referencia em Direitos Humanos de Combate a Crimes de Homofobia da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública – SEJUSP, e ainda não se tem culpados julgados ou punidos, muito menos recebidos as medidas penais cabíveis aos transgressores.

As ONGs que compõe o Movimento LGBT de Mato Grosso têm cobrado providenciam legais e constitucionais da SEJUSP para que a mesma possa estar esclarecendo essa linha sangrenta de vários óbitos cometidos a homossexuais, apenas pelo fato de sua orientação sexual se diferente da obsoleta heteronormatividade reinante.

“Existe” na estrutura da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública o Centro de Referencia em Direitos Humanos de Combate a Crimes de Homofobia que para ser honesto com a população não funciona, porque até a presente data o Estado ainda não estruturou . O Centro de Referencia não tem sede própria, não possuí equipe suficiente para atender as demanda de crimes de homofobia de todo o Estado. A falta de comprometimento da direção da SEJUSP invizibilizam as atividades do Centro de Referencia, tornando-o órgão público incapaz de ser exato nas funções primordiais.
O Estado de Mato tem que parar ser omisso e conivente com as práticas cotidianas sofrido por milhares de homossexuais e reconhecer que HOMOFOBIA MATA e que esta presente em diversos setores da sociedade, inclusive da dita democracia institucional.

Leonardo Henrique dos Santos Figueiredo
Presidente do GRADELOS.MT

Homossexuais silenciam sobre atos de violência


Violência contra homossexuais ocupa o terceiro lugar da lista de denúncias feitas na Delegacia de Combate de Crimes Discriminatórios (DCCD) em Belém. Uma pesquisa realizada na Bahia estima que cerca de 400 homossexuais são assassinados por ano no Brasil. Os dados apontam para um crescimento das denúncias mas, para a delegada que coordena a DCCD, Lucinda Antunes, poucos casos são registrados. Em 2008, sete procedimentos foram instaurados, enquanto de janeiro a agosto desse ano, os registros chegaram a oito.

Na maioria das vezes, conta a delegada, os procedimentos acabam não sendo instaurados por conta da falta de testemunhas. “Essa é a grande dificuldade. Eles não conseguem testemunhas para que a gente possa ter a prova do crime e acaba não tendo como dar continuidade ao caso”. Segundo a delegada, não se tem um dado exato do número de ocorrência registrada, porque os casos são denunciados em diversas delegacias.

Kamille Ohanna diz que tem sorte, porque nunca sofreu nenhum tipo de violência, mas conta que já teve uma amiga agredida. “Ela foi agredida por um cliente, e chamou a polícia, mas o caso se resolveu ali mesmo e acabou ficando sem punição”.

Para Ivon Cardoso, coordenador da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), a intolerância da sociedade ainda é a maior dificuldade. “O homossexual é obrigado a conviver com o preconceito, muitos são expulsos de casa, quando assumem a identidade”. Ivon explica que os casos de assassinatos ocorrem principalmente contra profissionais liberais que moram sozinhos, porque são mais vulneráveis. “As pessoas são tão intolerantes, que chegam ao ponto de pensar que eliminar é a solução e por isso matam, e são assassinatos cruéis”. (Diário do Pará)

athos

Exposição fotográfica LGBT em Curitiba Paraná na - UPE

Acontece no Casarão da UPE (União Paranaense dos Estudantes) a exposição fotográfica Além do Arco-Íris, que traz uma série de imagens de personagens do universo LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros) e dados estatísticos sobre homofobia no Brasil.

O evento conta com um acervo de dezoito imagens coloridas dispostas em um trabalho que une o curioso ao debate sobre os direitos humanos.

A exposição fotográfica permanece na UPE do dia 27 de novembro ao dia 06 de dezembro com a abertura programada para às 17h desta sexta-feira (27). O horário de visitação é das 10h às 20h, incluindo sábados e domingos. A entrada é franca.

Serviço
Exposição Além do Arco Íris
Local: Casarão da UPE - União Paranaense dos Estudantes (R. Carlos Cavalcanti, 1157, esquina com R. João Manoel) - Em frente à Cinemateca.

athos

JUNIOR#14 está chegando com duas capas para você escolher



Dezembro está chegando e você sabe: é hora de mais uma edição da JUNIOR chegar às bancas. Como sempre, a publicação vem irresistível. Só para começar, sua revista predileta deixa na sua mão a decisão de qual capa você quer levar para casa. Uma delas é com os lindos protagonistas do filme "Do Começo Ao Fim". Os atores João Gabriel Vasconcellos e Rafael Cardoso toparam se desnudar para as lentes do fotógrafo Lucio Luna. Além da capa, eles estão no recheio em entrevista e ensaio inspirador.

A outra opção de capa é com o modelo Lucas Goes, da agência Mega. Mega másculo e dono de um corpo absurdo, o gato praticante de Krav-Magá foi clicado por Márcio del Nero e as fotos resultaram em um ensaio cru, onde só a beleza do moço é o que interessa.

A JUNIOR#14 chega às bancas na segunda semana de dezembro.

mix

People divulga lista com 16 abdômes mais incríveis do showbizz. Jesus Luz é um deles


A gente simplesmente adora as listinhas que a revista People elabora todos os anos. Em 2009, a revista elegeu Johnny Depp como o homem mais sexy do mundo. Mas a publicação aproveitou o ensejo para divulgar também uma outra lista, ainda mais saborosa: A dos abdômes mais irresistíveis do showbizz internacional.

Entraram atores, modelos e esportistas. Entre eles está Jesus Luz, o brasileiro que caiu nas graças de Madonna. Também tem Zac Efron e Hugh Jackman.

Confira os 16 nomes a seguir e delicie-se com nosso álbum:

1. Zac Efron
2. Matthew McConaughey
3. David Beckham
4. Hugh Jackman
5. Chris Pine
6. Dwayne Johnson
7. Derek Hough
8. Roger Federer
9. Gavin Rossdale
10. Mark Sanchez
11. Ashton Kutcher
12. Jesus Luz
13. Mario Lopez
14. Mechad Broks
15. Cristiano Ronaldo
16. Taylor Lautner

uol

Tido como gênio e último imperador da moda, John Galliano completa 49 anos


John Galliano, aniversariante do mês, é chamado de “menino selvagem da moda inglesa”. Penso que o estilo teatral de suas criações é consequência do visual que o criador exibe: de personagem dickensoniano a um “albino rasta”, resultado da vida de homem gay assumidíssimo e espontâneo.

Não só de papel, prancheta, pincéis, lápis e de um bom Mac-Pro vive um estilista no século 21.Somente um profissional da era pós-moderna, treinado numa escola de artes pós-moderna poderia criar uma via expressa entre seu próprio âmago e a natureza mágica que possui um espetáculo de moda.

Pós-Modernidade na moda
Para sustentar seus estudos John Galliano trabalhou como costureiro no National Theatre, em Londres, onde aprendeu e apreendeu a receita que leva ilusão, mágica e noção de espetáculo.

Dizem por aí que a alta costura está caída e que não mais de 200 clientes podem pagar fortunas por um modelo exclusivo. Daí a crescente liderança do prêt a porter.

Não dá para apenas costurar para as mulheres dos grandes ícones do futebol e as dos novos bilionários do petróleo e do diamante.

Desde a década de 80 quando a cultura de massa e seus acessórios passaram a existir em nível global, desenvolve-se um processo de construção de cultura globalizada. A pós-Modernidade é conjunto de valores que norteia a produção cultural advinda desse processo e, no campo da moda, John Galiiano é seu protagonista.

Fama
Juan Carlos Antonio Galliano nasceu em Gibraltar, em 28 de novembro de 1960, filho de pai gibraltino e mãe espanhola, que o inoculou com estilo barroco.

Foi alfabetizado na Espanha e declarou numa entrevista que “o amor pelos tecidos veio dos mercados, das fábricas de fornos, dos tapetes, dos cheiros, das ervas aromáticas e da cor do Mar Mediterrâneo”.

Em 1966, a família se mudou para Londres, e, mais tarde, instalou-se em Dulwich, onde vive até hoje.

Depois de passar por várias escolas de arte e design, John Galliano chegou à prestigiada Central St. Martin's School of Art. Ali, conheceu outro jovem e talentoso estudante, John Flett, mas a relação entre os dois superdotados estilistas não durou muito.

No espetáculo de formatura da St. Martin's, em 1984, organizado pelos alunos, seus modelos inspirados em Danton e na Revolução Francesa - que ele havia criado anteriormente para uma peça no National Theatre – causaram tal impacto que os jornalistas especializados ali presentes, o chamaram de “verdadeiro gênio da moda”.

Uma semana após a formatura, suas roupas já estavam sendo vendidas na “Browns”, famosa boutique londrina. Antes do final do mesmo ano, Galliano já havia criado sua grife.

Sucesso sem lucro
Em 1987, ganhou o prêmio de Designer Britânico do Ano, sem que o sucesso financeiro tivesse acompanhado a fama. Foi um momento tão difícil que Galliano mudou-se para Paris, na tentativa de alcançar outros patamares e passou algum tempo dormindo de favor na casa de amigos.

Ali, Anna Wintour, poderosa editora chefe da American Vogue parodiada no filme “o Diabo veste Prada”, usou sua influência para convencer Kate Moss, Christy Turlington e Naomi Campbell, as estrelas da hora, a desfilar na base da amizade durante uma festa na mansão da socialite e mecenas portuguesa São Schlumberger (mulher de Pierre Schlumberger, da multinacional petrolífera, que atua em aproximadamente 80 países e emprega cerca de 70 mil pessoas).

Dezessete roupas na cor negra, inspiradas na Princesa Lucrecia, num décor com pétalas de rosa espalhadas pelo chão e à luz de candelabros. O show foi um sucesso monumental e o criador selou sua reputação como um dos grandes nomes do design de nosso tempo.

A fagulha do gênio
Na metade da década de 90, quando era o mais procurado criador de moda de Paris, um homem percebeu claramente a fagulha do gênio: Bernard Arnault, presidente do grupo LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy), anunciou que Galliano tinha sido contratado para ser o novo estilista da grife Givenchy.

O mundinho da moda francesa ficou furioso. Como um inglês - e alguém tão “espaçoso” como Galliano - poderia cuidar de uma Maison considerada patrimônio da nação?

A primeira coleção (1996) "Le Papillon et la Fleur” (A borboleta e a flor), simplesmente arrasou. Duas coleções depois e nosso biografado já estava na Dior, justamente no cinquentenário do famoso “New Look”.

Ali, Galliano continuou a liberar seu instinto criativo, cujo espectro ia dos hopi indianos até a atmosfera dos cabarés de Berlim na década de 30.Por esta audácia, ele pagou um preço: suas roupas foram consideradas “não vestíveis” e o troco foi curto e grosso: imediatamente, criou coleções fantásticas, bem cortadas e muito usáveis.

Madonna e Nicole Kidman aprovaram e as usaram por ocasião do Festival de Cannes e na entrega dos Oscars.

Seus desfiles teatrais continuam sendo as grandes atrações das temporadas de alta-costura e de prêt-à-porter, da Dior ou da marca própria, Galliano. Faz questão de se apresentar nos desfiles, exibindo um físico invejável adquirido com 15 km diários de corrida e com a ajuda de personal trainners, único momento em que se afasta do trabalho.

É considerado “o último imperador da moda”.

mix

Audiência pública no Rio discute lei Maria da Penha


Projeto de lei em tramitação no Senado quer abrandar crimes contra as mulheres

Aconteceu no último dia 16/11, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, a audiência pública “Em Defesa da Lei Maria da Penha”, organizada pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Alerj.

A audiência contou com a participação da deputada estadual Inês Pandeló, presidente da Comissão, da senadora Sérys Slhessarenko (PT-MT), da juíza Anne Cristine Scheele Santos, do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Rio de Janeiro, da coordenadora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher do Estado, delegada Martha Rocha, da Dra. Arlanza Rebello, do NUDEM/Defensoria Pública do Rio de Janeiro, do Dr. Marcelo Lessa Bastos, da Associação do Ministério Público do Rio de Janeiro, e do Dr. Marcos Kac, do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

O objetivo era discutir o projeto de lei 156/2009, de reforma do Código de Processo Penal, que está tramitando no Senado Federal, que se aprovado com o texto original colocará em risco a Lei 11.340/06 - Lei Maria da Penha. O projeto de lei trata de forma mais branda crimes contra mulheres, como ameaça, assédio sexual, dano, desobediência a decisão judicial, violação de domicílio, maus-tratos, constrangimento ilegal, entre outros. Pela proposta, a autoridade policial não precisa abrir inquérito para apurar os crimes, mas só instaurar Termo Circunstanciado, que não impõe prisão em flagrante nem exige fiança. Ainda pelo projeto de lei, o juiz pode julgar extinta a punibilidade, caso considere o fato “de menor repercussão social”.

O movimento de mulheres considera o projeto um “risco” aos direitos já conquistados por esse segmento da sociedade. A senadora Serys Slhessarenko, vice-presidente da Comissão Temporária que apreciará o PL, apresentou 15 emendas que visam garantir as conquistas da Lei Maria da Penha.

A audiência apontou a realização de uma mobilização no estado do Rio de Janeiro e uma série de propostas, entre elas a coleta de assinaturas na Petição eletrônica, que pode ser acessada aqui.

dykerama

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Quando 3 não é demais


CONTO ERÓTICO

Após longos meses sem nos vermos, o reencontro prometia toda a euforia e intimidade de sempre. Eram muitas afinidades, muitas histórias, uma amizade longa, sólida e sem mistérios. Ou não... já que parecia que, alguns dos únicos mistérios que ainda restavam, pareciam ter, naquele noite, o cenário perfeito para serem revelados nas próximas horas.

Nos encontramos já meio tarde. A rua estava cheia e a noite linda, e nós só queríamos saber de estarmos juntas, não importava o lugar. O desejo era explícito, mas a tensão e a convivência de anos atrapalhava, ao mesmo tempo em que aguçava ainda mais, a vontade de desvendarmos todas as fantasias e matar o tesão louco que acompanhava tanto carinho e afeto.

Seguimos para casa. Entre conversas, risadas e bebidas, o clima se naturalizava ainda mais, deixando claro que tudo aquilo não demoraria muito mais a acontecer. A tensão e o nervosismo deram lugar a mais intimidade e liberdade, aumentando o desejo e dando doses extras de loucura, nos deixando completamente excitadas.

Não sabíamos muito bem como e por onde começar, mas sem que percebêssemos, já estamos nuas. As três, nuas e muito molhadas. Um momento único. Um sentimento único, terno, selvagem. Uma vontade descontrolada de nos possuirmos loucamente ao mesmo tempo.

Entre beijos, pudemos sentir o quão molhadas estávamos. Muitas mãos, muitos toques, seios, coxas, costas, bocas, pescoços, ao mesmo tempo. Louca de tesão, me afastei e pedi que elas continuassem para que eu pudesse observá-las de longe... mas não tão de longe assim.

Sem rodeios, deram início a um 69 maravilhoso. Parecia mentira: eu assistia de perto a duas lindas amigas de chuparem sem parar, enquanto me masturbava na mesma intensidade. As línguas se perdiam uma na outra, enquanto eu me perdia sozinha com aquela visão...

Antes de gozarem, pararam o que faziam e vieram em minha direção, como se quisessem dividir comigo o gosto de cada uma. Dividir sempre foi uma palavra de ordem entre nós, e principalmente naquela hora tudo estava sendo muito bem dividido.

Com pressa, após eu sentir o gosto das duas misturados em minha boca, começaram a me chupar como faziam anteriormente enquanto eu as observava. Eu estava deitada, e só conseguia sentir duas línguas que me tocavam de um jeito que eu jamais poderia imaginar.

Quentes, ágeis, constantes, firmes... nos meus seios, na minha boca, na minha barriga, na minha buceta que já não agüentava mais de tanto prazer. Eu queria gritar, queria as fazer sentir tudo o que eu sentia, mas queria também que aquele momento durasse a eternidade. Logo uma delas sentou-se sobre minha boca, e pude sentir aquele gosto que sempre quis. Ela rebolava sobre mim, enquanto eu era chupada pela outra com uma intensidade jamais vista.

Viramo-nos de lado e fizemos um círculo, cada uma chupando e fodendo a outra. Sentia minha buceta sendo explorada com a mesma voracidade que eu as explorava, o que me enlouquecia. Aquela situação era a mais excitante de minha vida. Entre gritos, gemidos e sussuros, gozamos enlouquecidamente, nos beijando depois, para que sentíssemos o gosto do prazer de cada uma.

Exaustas, descansamos um pouco, uma no colo da outra. Olhávamos olhares ainda mais íntimos, porém tranqüilos e felizes. Entre sorrisos maliciosos e risos descontrolados, a mensagem que ficava era a de que a noite havia sido maravilhosa, porém, muitas outras coisas ficaram para depois. Tínhamos a certeza de que não tinha acabado por ali...

dykerama

Game traz cenas de sexo entre um homem e um elfo


Um novo game, chamado Dragon Age: Origns, traz uma cena de sexo entre um homem e um elfo. No estilo O Senhor dos Anéis, o jogo, bem conceituado na opinião dos jogadores, permite que as cenas quentes e românticas sejam vistas com a combinação correta das falas do elfo Zevran.


A empresa BioWare, que desenvolveu o jogo, recebeu críticas negativas de muitos fãs, mas o site GayGamer.net aprovou a iniciativa e descreveu a cena como "ponderada e respeitosa". “Com esse retrato firme e desnudo, o sexo gay em vídeo games alcança um novo nível e recebe um tratamento igual”.

O site ainda afirma que as cenas não são "afetadas" e que há coreografia, ternura, humor e um elemento político nas falas do elfo. GayGamer.net ainda falou que a BioWare merece crédito por ter criado um roteiro gay romântico, assim como faz com as histórias de héteros”.

uol

Canal Brasil lança CD e DVD do programa Escândalo de Ângela Ro Ro Por Redação


Durante os anos de 2004 e 2005, Ângela Ro Ro apresentou o programa Escândalo no Canal Brasil. Além de entrevistar colegas célebres da MPB como Frejat, Fafá de Belém, Rita Ribeiro, Leila Pinheiro, Jerry Adriani, Ney Matogrosso e Zélia Duncan, com sua característica irreverência, a cantora também se apresentava acompanhada pelo tecladista Ricardo Mac Cord.

Agora, a emissora em parceria com o selo Discobertas, do produtor Marcelo Fróes, lança um CD com dezoito gravações da cantora retirados desses programas. Não faltam sucessos como Fogueira, Compasso, Gota D´água, e músicas inspiradas nos seus famosos e intensos relacionamentos homossexuais como Garota Mata Hari e Fila de Ex- Mulher. Para 2010, a emissora ainda vai lançar os melhores programas, inclusive com as entrevistas, em DVD.

uol

A artista plástica baiana Virgínia de Medeiros é uma das principais atrações da XII Mixto Quente, evento que mistura música, teatro e artes visuais durante os dias 28 e 29 de novembro, na Casa da Lapa, em São Paulo.

Virgínia que costuma traçar em seu trabalho um paralelo entre fotografia, antropologia e arte e já realizou vários trabalhos com travestis, apresenta o vídeo-arte Sérgio e Simone, que trata da biografia de Sérgio, que já foi a travesti Simone, mas depois de uma overdose de crack, teve um delírio místico e acredita que é um dos últimos evangélicos que pode salvar a humanidade.

"É um fragmento erótico de uma história real", resume Virgínia. A artista foi responsável pelo trabalho Studio Butterfly, que faz um registro dos travestis de Salvador e participou da XVII Bienal de São Paulo. A mostra ainda terá participação de vários outros artistas plásticos, VJs, pockets shows e DJ sets.

Serviço:
XII Mixto Quente

Quando: Dias 28 e 29 de novembro
Onde: Casa da Lapa
Endereço: Av. Ricardo Medina Filho, 904, Lapa
Horário: A partir das 17h
Ingressos: R$ 10

uol

"Sou mais xavecada por mulher do que por homem", diz atriz Thayla Ayala


Capa da revista VIP de dezembro, a atriz Thayla Ayala, namorada do galã Paulo Vilhena, afirmou que sofre mais assédio de mulheres do que de homens. "Sou mais xavecada por mulher do que por homem. Não sei se tenho cara de quem gosta, se é minha voz meio de traveca. Uma vez, estava em Los Angeles e duas mulheres me seguiram no trânsito, me pararam e me pediram para entrar no carro com elas", contou.

Ayala, que ficou famosa por viver a namorada de Bahuan na novela Caminho das Índias, disse não saber o motivo para despertar esse interesse no público feminino. Afirmou ainda que seu comportamento é mais masculino do que feminino.

"No dia a dia sou um moleque. Falo igual mano, muita gíria, uso calça larga, chinelo, já roubei várias calças do Paulo. Não gosto de calcinha, uso muita cueca", garantiu.

uol

GRUPO DE TRABALHO LGBTT DA CALUNTAS


Há alguns dias aconteceu mais um ato de discriminação e preconceito, desta vez dentro de uma escola no estado do Rio de Janeiro. Um professor do Instituto de Educação Sarah Kubischek, ao desenvolver um trabalho sobre respeito à diversidade sexual, teve seus cartazes pregados nos murais da escola riçados e pixados com mensagens selvagens como “morram bichas” dentre outras informou o próprio.

O GT-LGBTT - Conlutas diz que em primeiro lugar é preciso parabenizar o professor que levou este debate para dentro dos muros da escola. Iniciativas como esta precisam ser estimuladas e reconhecidas, pois o debate contra a opressão deve estar presente no dia-a-dia da sociedade, e a escola é um lugar privilegiado para esta luta que travamos cotidianamente contra o preconceito.

Contudo, precisamos repudiar este tipo de atitude homofóbica. São frases como esta que respaldam e legitimam os atos de violência que assistimos diariamente contra GLBTs pelo país afora. O mais preocupante é que isso aconteça dentro de uma escola que forma professores.

Neste caso cabe a pergunta: qual o papel da escola? De um lado vemos o pensamento conservador e discriminador que se apropria historicamente deste espaço para reproduzir e disseminar as ideologias das elites dominantes, como a intolerância, o ódio, o machismo, o racismo e a homofobia. De outro lado, vemos alguns bravos trabalhadores da educação conscientes de seu papel, tentando transformar a escola num espaço realmente formador de consciência e emancipador.

Os temas polêmicos de nossa sociedade, os tabus e principalmente as questões que dizem respeito à discriminação e a violência precisam sim ser pautados nas escolas.

É preciso levar para dentro das salas de aula o debate sobre gays e lésbicas, sobre diversidade e respeito e sobre a luta permanente contra a discriminação. Do contrário, estaremos contribuindo para a reprodução de ideologias que, nas formas mais acentuadas, se traduzem em agressão física e moral, violência, preconceito e todo tipo de intolerância.

Cabe às entidades dos movimentos sociais combativos, do movimento LGBTT nacional, aos sindicatos e todos aqueles e aquelas comprometidos com a real transformação social repudiar este ato de ameaça contra os homossexuais do IESK e prestar total solidariedade ao professor que enfrentou o preconceito e colocou nas paredes de sua escola o debate sobre respeito a diversidade sexual finalizou o GT-LGBTT - Conlutas.

abalo

BRASIL CAMPEÃO DE VÔLEY GAY


Terminou no dia 22, na cidade de Santo André, o International Brazil Cup – Volleyball LGBT Tournament.

As finais foram no Ginásio de Esportes do Parque Celso Daniel e concorreram as equipes Cariocas da Gema e México (terceiro e quarto lugares, respectivamente) e Canadá e São Paulo Outgames (segundo e primeiro lugares).

Segundo a reportagem de Cássio Rodrigo, o país subiu ao pódio duas vezes, para receber o bronze e o ouro. A prata ficou para a equipe canadense.

O enceramento foi em clima de festa e manifesto político. Uma parceria entre o CDG – Comitê Desportivo Gay (organizador do torneio) e a ONG ABCD’S – Ação Brotar pela Cidadania e Diversidade Sexual, garantiu uma final com apresentações de drag´s e discurso de Léo Áquila, madrinha da Parada de Santo André, informando que uma nova construção política está sendo realizada na cidade para garantir uma melhor interlocução entre a ONG e a Polícia Militar, já para a Parada de 2010.

Segundo Érico Santos, presidente do CDG, a avaliação internacional dos jogos “foi positiva, recebemos 9.9 de nota enquanto organização e infra-estrutura”.

Competindo com equipes do Chile, México, Colômbia, Cuba, Peru e Canadá, o Brasil demonstrou que sua tradição no vôlei também alcança aos atletas gays, deixando claro que talento e competência nada têm a ver com orientação sexual.

Parabéns aos times brasileiros e aos organizadores do evento. Que venham as Olimpíadas e a Copa do Mundo, e quem sabe a sede de uma olimpíada internacional LGBT.

abalo

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

A vendeta da prostituta


A prostituta italiana Patrizia D'Addario (foto) está lançando "Gradisca Presidente" (Desfrute, presidente), livro no qual relata seu envolvimento com o presidente Silvio Berlusconi.

Mais que um testemunho do apetite sexual do presidente - testemunhado por uma sucessão de fatos tornados públicos -, Patrizia promove uma vendeta: o motivo de sua confissão é o descumprimento do acordo feito com Berlusconi.

Ela deveria receber por seus serviços um terreno em Bari, sua terra natal, mas o presidente não cumpriu o combinado.

"O primeiro-ministro mentiu, não me pagou, não era dinheiro que devia me dar, tinha me prometido outra coisa, eu dei meu corpo e ele não deu nada em troca", diz Patrizia.

uol

Governador veta projeto de combate à homofobia


Decisão agrada religiosos, mas pode gerar protestos da comunidade GLBT. Moisés Diniz não comentou veto para evitar novo debate

O projeto de lei nº 40/2009, de autoria do deputado Moisés Diniz (PC do B), aprovado na Assembleia Legislativa, no dia 17 de setembro, instituindo o Dia Estadual de Combate à Homofobia, foi vetado na integra, pelo governador Binho Marques e apoiado pelos deputados que votaram a favor do veto com 19 votos favoráveis, um contra e uma abstenção.

O debate sobre o projeto gerou uma onda protestos, sendo o ponto central das discussões de sessão inteira da Assembleia Legislativa, no dia 29 de setembro, quando Diniz usou a tribuna para pedir que o projeto não fosse sancionado, já que a repercussão no meio religioso causou certo desconforto, mobilizando lideranças religiosas, que promoveram vários protestos por causa da polêmica matéria.

Na ocasião, Diniz disse que o objetivo do projeto, não era confrontar os interesses homofóbicos e religiosos, mas levar ao público a importância de respeitar as opções e diferenças. O governo usou como justificativa do veto, o pedido de Moisés Diniz, na busca de melhor atendimento entre os segmentos que demonstram interesse na discussão e aprofundamento do entendimento da matéria.

Moisés Diniz não comentou o assunto. O projeto não foi bem recebido, principalmente no meio religioso, onde lideranças das igrejas se posicionaram contra, achando que o projeto fazia apologia ao movimento homossexual, condenado pelas leis religiosas.

O parlamentar pode ter se redimido com os pastores e pessoas ligadas aos movimentos religiosos, mas não evitará a revolta dos grupos ligados ao movimento GLBT, que possivelmente se pronunciará, sobre o recuo e pedido de veto do parlamentar, ao projeto que seria uma homenagem a Francisco Dantas, e tinha como intenção promover a conscientização da população sobre respeito às diferenças.

orb

TORCIDAS DO FLAMENGO LEVARÃO TRAVESTIS PARA RONALDO NO DOMINGO


Segundo o blog do jornalista Cosme Rímoli, a torcida do Flamengo não esqueceu Ronaldo. E ainda não o perdoou.

No primeiro turno do Brasileiro, no Maracanã, 100 travestis iriam formar uma facção só para ele. Seriam as Ronaldetes.

A intenção era ironizar o famoso episódio com o atacante envolvendo três travestis em 2008. Ronaldo escapou do vexame porque fraturou a mão e fez sua lipoaspiração.

Só que para a partida de domingo, em Campinas, não há como escapar. Terá de enfrentar os torcedores do time que se diz apaixonado, mas o trocou pelo Corinthians.

Além de faixas ironizando Ronaldo, as torcidas estão procurando travestis para ir até Campinas saudar Ronaldo. A Polícia Militar paulista que cuidará da segurança da partida já está avisada e evitará exageros dos torcedores travestidos de mulheres.

Mas as Ronaldetes não serão proibidas de entrarem no estádio Brinco da Princesa em Campinas neste domingo.

abalo

MÃE É PRESA POR APOIAR NAMORO DE FILHA LÉSBICA


Esta presa no presídio feminino de Cuiabá há mais de uma semana, a Mãe Trabalhadora da Saúde que foi denunciada por um pai que alegou que ela dava cobertura ao namoro de sua filha menor com a filha dela de 18 anos. A mãe optou por ter as duas sob seus cuidados a tê-las jogada a própria sorte nas ruas. Clovis Arantes do Grupo Livre-Mente desabafa: “Não entendemos como a Secretaria de Justiça (Centro de Referência de Combate a Violência Contra a População LGBT) até o momento não se posicionou sobre o assunto”. Na realidade o Centro de Referência não foi assumido pela Secretaria de Segurança de MT. No Centro sequer existe advogado, assistente social ou psicólogo, o centro conta apenas com a coordenadora que é educadora e estagiários.

"A Secretaria há mais de dois anos vem levando o Movimento na conversa quanto a implantação efetiva do Centro. Recebemos informações quanto ao processo que está mantendo esta senhora na prisão. O pai da jovem pra não parecer HOMOFOBIA entrou com queixa crime em cima da Lei Maria da Penha, o que o Poder Público entende que esta mãe ao defender o direito a liberdade de orientação sexual de sua filha e de sua namorada, cometeu um crime, será que o juiz que expediu a ordem de prisão desta mãe/trabalhadora da saúde, não teve a percepção de que é pura Homofobia do pai da adolescente que não aceita a orientação sexual de sua filha e ai quer achar uma culpada para Lesbianidade de sua filha?” complementa Clovis.

Clovis Arantes - Grupo Livre-Mente pede para que todos os veículos de comunicação divulguem o fato, que vá até o presido para fazer entrevistas com esta mãe ou com a diretora do presídio que se colocou de forma muito tranquila pra ajudar o movimento. “É importante que este caso não caia na vala comum e encubra mais este crime de HOMOFOBIA em nosso Estado” finaliza.

abalo

CONCURSO DE BELEZA TRANSEXUAL AGITA CIDADE INDÍGENA MEXICANA


Os moradores da cidade de Juchitan de Zaragoza, no sul do México, realizaram no último fim de semana o festival anual das chamadas "muxes", que tem como participantes homens homossexuais que se vestem de mulher, usam maquiagem e escolhem uma rainha, tudo com o apoio da comunidade local informou o site UOL.

Nesta região de índios zapotecas, a homossexualidade masculina é bem recebida e o festival tem até a bênção da igreja católica.

As muxes geralmente trabalham como empregadas domésticas, decoradoras, cozinheiras e artistas. A maioria se identifica como mulher e algumas tomam hormônios para mudar a aparência física.

Segundo alguns estudos antropológicos, algumas mulheres encorajam os filhos a se tornarem muxes nesta região do México porque, em vez de se casarem, elas tendem a ficar em casa cuidando dos pais.

Depois de uma apresentação de dança da nova rainha, Darrina, todos foram convidados a participar de uma grande festa na cidade.

abalo

Historiador gay lança em São Paulo livro sobre a Ditadura Militar no Brasil


Sinônimo de intelectualidade no movimento gay, o historiador norte-americano (mas brasileiro de coração) James Green vai lançar na próxima quinta-feira, 26, em São Paulo, sua mais nova obra: “Apesar de vocês”. O livro ganha lançamento na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, 2073, a partir das 19h.

Em seu novo livro, James Green relembra a época da Ditadura Militar no Brasil. Mas se você pensou em mais um texto repetitivo sobre o período, se enganou. Em “Apesar de vocês”, o que se lê é a visão de um estrangeiro sobre a época de maior desrespeito aos direitos humanos no País. James coloca como tema em sua narrativa a resistência à ditadura brasileira por parte de setores da sociedade norte-americana.

Vale lembrar que ele é um dos resistentes e fundadores do "Somos: grupo de afirmação homossexual", um dos muitos grupos que surgiram entre o final da década de 1970 e início dos anos 1980. O historiador James Green é também autor do livro "Além do Carnaval", estudo sobre as relações da sociedade brasileira com a homossexualidade.

mix


Encontro em SP vai discutir delícias e dissabores dos relacionamentos abertos


Um é pouco, dois é bom e três é demais. Para discutir se o “demais” em questão é de sobrar ou de ser uma delícia, o projeto Entre Homens, da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT), vai discutir em sua próxima edição os relacionamentos abertos. O encontro é gratuito e começa às 19h, na sede da APOGLBT, que fica na Praça da República, 386 - sala 22 – Centro.

Entram na pauta de discussões casais que fogem á regra da monogamia, do eu e você, só nós dois, felizes para sempre. São casais que mantêm relações sexuais a três, permitem que o parceiro saia com outros sem informar ou dizendo a verdade e também aqueles adeptos do swing ou da orgia.

O objetivo é esclarecer dúvidas e discutir, questionando, o modelo de relacionamento a dois que tem como referência a família nuclear, heterossexual. Podem participar casados, noivos, solteiros, enrolados, abertos ou restritos, monogâmicos ou poligâmicos, de todos os sexos, orientações sexuais e identidades. A entrada é gratuita e com direito a comes e bebes.

Esta será a penúltima edição do projeto, que entra de férias no fim do ano. No próximo encontro da iniciativa, no dia 10 de dezembro, no mesmo local, será exibido o filme “Shortbus”, uma divertida comédia sobre as aventuras e descobertas sexuais de um lindo moço. Mais informações pelo telefone (11) 3362-8266
.


mix

Lançado site sobre direito homoafetivo


Página traz projetos de lei, bibliografia e artigos sobre os direitos dos homossexuais no Brasil e no mundo

A ex-desembargadora do Rio Grande do Sul, Maria Berenice Dias, lançou recentemente um site que traz diversas informações sobre direito homoafetivo.

Segundo Berenice Dias, o projeto é mais um “sonho” realizado. “Juntamos tudo o que já foi deferido a homossexuais e transexuais. Além da jurisprudência, tem projetos de lei, bibliografia e artigos nacionais e também estrangeiros”, explica a ex-desembargadora.

Em artigo intitulado “Consolidando conquistas”, Maria Berenice Dias diz que o site “contou com a colaboração entusiasmada de muita gente". “Os resultados foram surpreendentes. Basta atentar que já no ano de 1980 foi deferida a troca de nome de transexuais e desde 1989 a Justiça federal concede direito previdenciário a parceiros do mesmo sexo. Mas há mais, muito mais. Data do ano de 1998 a primeira sentença deferindo a adoção homoparental. O surpreendente é que há decisões de todos os estados, já chegando a quase 700 o número de sentenças e acórdãos inseridos no banco de dados”, lembra a desembargadora.

Primeira mulher a ingressar na magistratura do Rio Grande do Sul, Maria Berenice Dias foi a embaixatriz do Brasil na I Conferência Internacional dos Direitos Humanos LGBT do I World Outgames, que aconteceu em Montreal, no Canadá.

No ano passado, a ex-desembargadora lançou o primeiro escritório de advocacia especializado em direito homoafetivo no Brasil. Maria Berenice Dias também é autora do primeiro livro dedicado ao tema no país: “União homossexual: o preconceito & a justiça”.

Para conhecer o site, clique aqui.

dykerama

TRANSEXUAL É `` MULHER DO ANO ´´ DA ARGENTINA


A transexual Marcela Romero, que ganhou uma longa batalha judicial para conseguir seu documento de identidade com nome feminino, foi escolhida "mulher do ano" na Argentina informou o clicRBS.com.br.

– Sou o que sou. O direito de uma é o de todas – resumiu Marcela, que obteve seu novo documento em agosto, depois de dez anos de luta para que sua mudança de sexo fosse reconhecida.

Marcela recebeu o título na noite de terça-feira pela Comissão da Família e da Mulher da Câmara dos Deputados argentina, em meio a aplausos de legisladores. Estavam presentes Alejandro Freyre e José María Di Bello, que na segunda-feira se casarão em Buenos Aires e irão tornar-se o primeiro casal de homossexuais a se casar no civil na América Latina.

A transexual reivindicou ao Parlamento a aprovação "o mais rápido possível" de uma lei que garanta os direitos civis das pessoas cuja identidade de gênero não corresponde com o sexo e o nome com que foram registradas, assim como a anulação de normas que "criminalizam" o travestismo.

– Eu não conheço a democracia – assegurou o canal de televisão Todo Noticias para destacar a discriminação" que sentiu ao longo de sua vida.

– Teria gostado, por exemplo, de continuar estudando, mas fui rejeitada pelo sistema educacional quando me assumi como mulher – explicou Marcela.

Ela foi escolhida entre 12 mulheres selecionadas por sua luta contra a pobreza, em defesa do meio ambiente, entre outras causas, o que fez com que muitos dos presentes à entrega da distinção se retirassem do local.

abalo

CYNDI LAUPER FOI ELEITA ALIADA DO ANO POR REVISTA GAY


Cyndi Lauper está na capa da próxima edição da revista Gay americana"Out".

Segundo a Central de Notícias Gays, a publicação fez uma lista das pessoas que mais se destacaram no meio em 2009 e a cantora estampa a capa ao lado do ex-"American Idol" Adam Lambert, da comediante Wanda Sykes, do militar Lt. Dan Choi e do diretor Rob Marshall.

Cyndi é a única heterossexual na capa da revista, levando o título de "aliada do ano". A cantora tem uma irmã Lésbica, Ellen, e uma fundação em que arrecada fundos e luta pelos direitos civis Gays.

abalo

REVISTA PEOPLE ELEGE JOHNNY DEPP O HOMEM MAIS SEX DO ANO


Johnny Depp foi eleito o homem mais sexy do ano, segundo a revista People em sua tradicional eleição anual.
Abaixo vc pode ver o Top 10 e clicando aqui ver uma lista completa.

1 - Johnny Depp
2 - Ryan Reynols
3 - Jake Gyllenhaal
4 - Bradley Cooper
5 - Robert Downey Jr.
6 - David Beckham
7 - Gilles Marini
8 - The Guys Glee (Cory Monteith, Matthew Morrison e Mark Salling)
9 - Nick Cannon
10 - Adam Lambert

abalo

BANCO TERÁ QUE INDENIZAR EX GERENTE EM 1MILHÃO DE REAIS


Com o fim do prazo para recorrer da decisão da Justiça, o Bradesco terá de pagar indenização que pode ultrapassar R$ 1 milhão ao ex-gerente Antônio Ferreira dos Santos, 47, que alega ter sofrido assédio moral e discriminação sexual em sua demissão por justa causa.

Segundo a Folha de São Paulo, o prazo para o banco recorrer da decisão do TST (Tribunal Superior do Trabalho) terminou em outubro, segundo o tribunal e advogados do ex-gerente. Em abril, o TST manteve a decisão do TRT da Bahia, que determinou indenização no valor de R$ 200 mil (sem considerar correção e juros dos últimos cinco anos, quando a ação teve início), além do pagamento de um valor referente ao salário em dobro do ex-gerente desde a demissão até a ação ser encerrada (a quantia pode chegar a R$ 960 mil).

"Os juízes foram justos. Fui demitido por justa causa, sem explicação formal do Bradesco. Tive minha reputação profissional manchada. Finalmente vou tirar um peso das minhas costas", diz.

Formado em letras e pós-graduado em gestão de negócios, Santos atua como corretor de seguros. De 1999 a 2004, foi gerente-geral de agência em Salvador. "Fui vítima de assédio moral na presença de colegas. Um gerente regional dizia que o Bradesco era um lugar para homens, e não para bichas."

O Bradesco não informou por que não recorreu. O que o banco pode fazer agora é contestar os cálculos da ação, segundo especialistas consultados pela Folha.

abalo

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Diversidade ganha espaço


De olho em um dos segmentos que mais cresce no mundo, operadores e agentes de viagens puderam conhecer um pouco mais sobre o turismo LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) na 21ª edição do Festival de Turismo de Gramado. Apresentado como uma das novidades do evento, encerrado no sábado, no Serra Park, o 1º Salão do Turismo GLS mostrou o “perfil de um consumidor com potencial, nível de instrução e qualificação que exige e transforma o produto turístico”, afirmou Marta Rossi, uma das organizadoras do festival.


Especialistas apostam que, em um momento difícil para o setor turístico devido à recente crise econômica internacional, o turismo especializado para o público GLS se transforme em um filão capaz de gerar rendimentos a longo prazo.

– Há 10 anos, ninguém falava sobre o segmento. A parada gay de São Paulo mudou isso e, de três anos para cá, o mercado está em expansão. O setor vem tendo uma receptividade muito grande porque existe um público ávido por informações – conta Marta Dalla Chiesa, diretora da Regional Sul da Associação Brasileira de Turismo GLS (Abratgls).

Marta acredita que o Salão GLS dobre de tamanho no Festival de Turismo do ano que vem. Nesta edição, foram oito expositores, entre eles a TAM Viagens, o Recife CVB, a Bahia e a rede de hotéis Axel.

Entre os destinos preferidos do segmento no Brasil estão Florianópolis, Rio, Salvador, Recife e São Paulo. Estas cidades saíram na frente e já começaram há algum tempo um processo de capacitação de donos e responsáveis por empreendimentos turísticos a partir de treinamentos, simpósios e encontros que tratam da diversidade. A intenção é incrementar a participação do Brasil como destino gay friendly.

A segmentação no festival vem sendo reforçada também por meio dos salões do Turismo Rural, Ecoturismo e Aventura, Tecnologia, Cultural, Saúde, Místico e Religioso. Este último setor hoje é responsável por mais de 15 milhões de viagens internas no Brasil.

zero hora


Vira-vira

Americano revela que é padre durante o dia e drag queen à noite; assista a vídeo

O padre Anthony, de Ohio, nos Estados Unidos, fez uma saída triunfal do armário: revelou que é a cantora drag queen Big Mama Capretta.

Para celebrar o mês do Orgulho Gay, Anthony, cujo hit “Big Mama’s House” está na 25ª posição da Billboard, revelou todo o mistério acerca de sua verdadeira identidade: disse ser um padre católico e afirmou que não teve medo de assumir seu lado, digamos, mais artístico.

“Não tive medo de sair do armário e de anunciar que sou um padre católico homossexual (…). Sou a prova viva de que uma pessoa pode conquistar tudo o que pretende. Temos que nos amar e nos divertir nesse mundo, e eu estou disfrutando da minha vida sendo quem sou e o que Deus quer que eu seja”, declarou o padre.

O padre Anthony ficou conhecido do público após participar do programa “America’s Got Talent”. Assista AQUI a um vídeo com o simpático e divertido Anthony.

dykerama

Namorada de Lindsay Lohan toca no Brasil em dezembro


A DJ Samantha Ronson, mais conhecida como a namorada da atriz Lindsay Lohan, vem ao Brasil em dezembro para tocar em uma festa gay.

De acordo com a assessoria de imprensa do Circuito Velvet Club, nome das sete festas que acontecerão em São Paulo ao longo de 2010, Ronson virá provavelmente desacompanhada. Mas, em seu Twitter, LiLo afirmou o contrário, que virá sim ao Brasil para ver a namorada tocar.

A princípio, a presença de Samantha Ronson nas pick-ups deve ser meteórica. A DJ britânica vai tocar durante 15 minutos e dará entrevistas apenas no tapete vermelho que será montado no local.

O Circuito Velvet Club estreia no dia 17 de dezembro e será realizado no Buddha Bar Brasil. A festa é idealizada pelo empresário Haysam Ali, proprietário da Haysam SIT, empresa focada no segmento de publicidade e eventos.

Pedro Lourenço, filho de Glória Coelho e Reinaldo Lourenço, assina as roupas do staff, DJs, bailarinos e também o vestido que a princesa Paola de Orleans e Bragança, que também foi convidada para discotecar na festa, vai usar na noite.

Serviço:
Circuito Velvet Club
Buddha Bar Brasil
Vila Daslu – Avenida Chedid Jafet, 131 – Bloco B- Vila Olímpia
Fones: (11) 3044-6181
Ingresso - R$ 200,00 (inclui open bar) – A partir da meia-noite
Mais Informações
: www.velvetclubsaopaulo.com.br

dykerama

CCJ APROVA PUNIÇÃO PARA QUEM DISCRIMINAR PORTADORES DE HIV


A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou proposta que define como crime a discriminação dos portadores do vírus da imunodeficiência humana (HIV) e doentes de Aids. O texto ainda precisa ser aprovado pelo plenário informou a Agência Câmara.

O texto aprovado foi o substitutivo do relator na comissão, deputado Regis de Oliveira (PSC-SP), aos projetos de lei 6124/05, do Senado, 2276/07, da deputada Jô Moraes (PCdoB-MG), e 5448/01, do ex-deputado Nelson Pelegrino (PT-BA).

Regis de Oliveira destacou que a medida ainda não existe no Brasil e é fundamental. A proposta prevê reclusão de um a quatro anos e multa para quem praticar a discriminação.

O parlamentar disse que também incluiu essa punição na lei 7.716/89, que, atualmente, já pune a discriminação de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional e doenças de qualquer natureza.

abalo

DEPOIS DE BEIJAR HOMEM NA BOCA CANTOR É BANIDO DO PROGRAMA DE TV


A rede de televisão norte-americana ABC cancelou a participação do cantor Adam Lambert no programa "Good Morning America" nesta quarta-feira (25) alegando que a performance do artista não seria apropriada para o público matutino segundo as informações do G1.

Milhões de espectadores viram Lambert simular sexo oral com um dançarino, beijar na boca um tecladista e gesticular ao público com o dedo médio levantado durante apresentação do single "For your entertainment" ao vivo no American Music Awards, no último domingo (22). A rede de TV recebeu inúmeras reclamações.

abalo

RIO SEDIAO 1º ENCONTRO CARIOCA DE JOVENS LGBT


Os projetos Entre Garotos e Laços e Acasos do Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT convidam a todos para o 1º Encontro Carioca de Jovens LGBT. O evento será realizado na sede da Prefeitura do Rio - Rua Afonso Cavalcanti, 455 Cidade Nova. As atividades ocorrerão durante todo o dia 26 e 27 de novembro. O encontro é feito por jovens e para os jovens entre 14 e 29 anos e seu objetivo é construir um espaço para a nova militância LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais), através do debate sobre os novos rumos do Movimento LGBT e de como assumir a tarefa de construir uma rede carioca de articulação, informou a Target Assessoria de Comunicação.

Durante o 1º Encontro Carioca de Jovens LGBT ocorrerão rodas de conversas sobre o empoderamento da juventude, dinâmicas de trocas de experiências, atividades culturais, oficinas de arte e grupos de trabalho sobre os diversos temas que transpassam as demandas LGBT.

“A juventude carioca formada por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) há tempos busca seu espaço. Novos militantes aparecem e novos grupos surgem. Hoje, se faz importante agregar outros jovens, com novos ideais, força e objetivos. Contamos com a participação de todos os jovens interessados em contribuir com esse processo”, afirma a presidente do Grupo Arco-Íris, Gilza Rodrigues.

Fazem parte da organização do evento os projetos Entre Garotos e Laços e Acasos, desenvolvidos pelo Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT, “Meninos do Rio”, desenvolvido pela a Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids – ABIA e a Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Secretaria Municipal de Saúde.

Veja aqui informativo do evento.

Serviço:
1º Encontro Carioca de Jovens LGBT
Data: 26 e 27 de novembro (quinta e sexta-feira)
Horáro: 8h30 às 17h
Local: Sede da Prefeitura do Rio de Janeiro - Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Cidade Nova
Contato: entregarotos@arco-iris.org.br e lacoseacasos@arco-iris.org.br
Tel.:21 2222-7286 | 2215-0844.

abalo
Entrada franca

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Grife aussieBum lança linha de cuecas inspiradas nos surfistas

Não há quem resista às cuecas e sungas da Aussiebum, marca australiana que conquistou gays de todo o mundo. As peças são lindas e super sexy. E de olho no verão que se aproxima, a Aussibum acaba de lançar uma nova linha de underwear. A Surf Crew, homenagem a todos os surfistas do mundo, tem 8 modelos de cuecas, todas produzidas em 100% algodão e com cores bem masculinas: preto, azul, vermelho e verde musgo.

As cuecas têm um corte pensado para acomodar bem a sua ferramenta e proporcionar o máximo de conforto. As peças da nova linha podem ser adquiridas no
site da marca e custam entre 24 e 27 dólares. O frete é grátis.

Veja vídeo promocional