VEJA E OUÇA A DEFESA FERVOROSA DO SEGUIMENTO GLS GLBT GLBTT NA VOZ TROVEJANTE DO AMIGO BOCA ABERTA

Loading...
Mande suas críticas e sugestões
amigobocaaberta@gmail.com

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Em artigo, colunista da Veja condena PLC 122. Leia na íntegra


Em sua edição desta semana, a revista "Veja" publicou artigo em que o analista político Reinaldo Azevedo critica o PLC 122. Citando o caso do chanceler da Universidade Mackenzie, que recentemente divulgou no site da instituição um texto contra o projeto de criminalização da homofobia, Azevedo compara o PLC 122 ao AI-5, símbolo da ditadura militar no Brasil. Reinaldo Azevedo diz considerar o projeto de lei uma "aberração, que busca criar uma categoria especial de pessoas", além de questionar os números segundo os quais o Brasil é o país que mais mata homossexuais no mundo. Leia na íntegra:"AI-5 gay já começa a satanizar pessoas; se aprovado, vai provocar o contrário do que pretende: acabará isolando os gaysO reverendo Augustus Nicodemus Lopes, chanceler a Universidade Mackenzie — homem inteligente, capaz, disciplinado na sua fé e respeitador das leis do país; sim, eu o conheço — está sendo alvo de uma violenta campanha de difamação na Internet. Na próxima quarta, grupos gays anunciam um protesto nas imediações da universidade que ele dirige com zelo exemplar. Por quê? Ele teve a “ousadia”, vejam só, de publicar, num cantinho que lhe cabe no site da instituição trecho de uma resolução da Igreja Presbiteriana do Brasil contra a descriminação do aborto e contra aprovação do PL 122/2006 — a tal lei que criminaliza a homofobia (aqui). O texto nem era seu, mas do reverendo Roberto Brasileiro, presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil. A íntegra do documento está aqui. Pode-se ler lá o que segue:“Quanto à chamada Lei da Homofobia, que parte do princípio que toda manifestação contrária à homossexualidade é homofóbica (…), a Igreja Presbiteriana do Brasil repudia a caracterização da expressão do ensino bíblico sobre a homossexualidade como sendo homofobia, ao mesmo tempo em que repudia qualquer forma de violência contra o ser humano criado à imagem de Deus, o que inclui homossexuais e quaisquer outros cidadãos”.Respondam: o que há de errado ou discriminatório nesse texto? A PL 122 nem foi aprovada ainda, e as perseguições já começaram. Vamos tornar ainda mais séria essa conversa. Há gente que gosta das soluções simples e erradas para problemas difíceis. Eu estou aqui para mostrar que há coisas que, simples na aparência, são muito complicadas na essência. Afirmei certa feita que o verdadeiro negro do mundo era o branco, pobre, heterossexual e católico. Era um exagero, claro!, uma expressão de mordacidade. A minha ironia começa a se transformar numa referência da realidade. A PL 122 é flagrantemente inconstitucional; provocará, se aprovada, efeitos contrários àqueles pretendidos e agride a liberdade religiosa. É simples assim. Mas vamos por partes, complicando sempre, como anunciei.Homofóbico?Repudio o pensamento politicamente correto, porque burro, e o pensamento nem-nem — aquele da turma do “nem isso nem aquilo”. Não raro, é coisa de covardes, de quem quer ficar em cima do muro. Procuro ser claro sobre qualquer assunto. Leitores habituais deste blog já me deram algumas bordoadas porque não vejo nada de mal, por exemplo, na união civil de homossexuais — que não é “casamento”.Alguns diriam que penso coisa ainda “pior”: se tiverem condições materiais e psicológicas para tanto, e não havendo heterossexuais que o façam, acho aceitável que gays adotem crianças. Minhas opiniões nascem da convicção, que considero cientificamente embasada, de que “homossexualidade não pega”, isto é, nem é transmissível nem é “curável”. Não sendo uma “opção” (se fosse, todos escolheriam ser héteros), tampouco é uma doença. Mais: não me parece que a promiscuidade seja apanágio dos gays, em que pese a face visível de certas correntes contribuir para a má fama do conjunto.“Que diabo de católico é você?”, podem indagar alguns. Um católico disciplinado. É o que eu penso, mas respeito e compreendo a posição da minha igreja. Tampouco acho que ela deva ficar mudando de idéia ao sabor da pressão deste ou daqueles grupos católicos. Disciplina e hierarquia são libertadoras e garantem o que tem de ser preservado. Não tentem ensinar a Igreja Católica a sobreviver. Ela sabe como fazer. Outra hora volto a esse particular. Não destaco as minhas opiniões “polêmicas” para evitar que me rotulem disso ou daquilo. Eu estou me lixando para o que pensam a meu respeito. Escrevo o que acho que tem de ser escrito.
pride

Aplicativo do iPhone faz campanha contra casamento gay


A militâcia gay internacional está furiosa com a Apple. O motivo é uma aplicativo para iPhone está à venda na loja da companhia. A ferramenta permite que o usuário assine uma petição contra o casamento gay. A chamada Declaração de Manhattan é uma iniciativa de cristãos conservadores e desde 2009 roda pelos EUA e pede, entre outras coisas, que nenhuma igreja abençõe uniões homossexuais. Aprovado pela Apple, o tal aplicativo não só disponibiliza o texto da Declaração como traz atualizações sobre seu avanço.Agora a ferramenta é alvo de críticas que chegaram até a própria página da empresa. O grupo Change.org, por exemplo, está divulgando uma petição que exige a suspensão das vendas. O irônico na história toda é que Steve Jobs, o magnata da Apple, doou 100 mil dólares para a campanha a favor do casamento gay na Califórnia, em 2008. Além disso, a empresa foi citada pela Human Rights Campaign como um dos melhores ambientes de trabalho para LGBT.
pride

Polícia investiga homofobia em assassinato em Jacareí


A Polícia Civil de Jacareí está investigando a morte do ativista gay Iranilson Nunes da Silva, 38, morto a tiros na última terça-feira, 23, e não descarta que a motivação foi a intolerância à diversidade sexual. Atuante pelos direitos LGBT com participação importante na ONG Revida, ele estava sendo ameaçado de morte via mensagens de celular há pelo menos uma semana.Conhecido no meio ativista como Iran ou o Dicésar de Jacareí (devido à semelhança com Dimmy Kier desmontada), o militante estava caminhando na rua voltando de uma entrevista de emprego. Estava ao celular falando com um amigo quando levou dois tiros de pistola calibre 380. Iranilson tinha chegado até a registrar, no último dia 20, um Boletim de Ocorrência sobre as ameaças que vinha recebendo. Foram disparados nove tiros, mas sete foram parar em um muro. Iran chegou a ser socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. “Seu assassinato é um tiro dolorido no coração de todos nós, amigos e companheiros de luta”, considera Luiz André Moresi, presidente da ONG Revida, de Jacareí, lembrando ainda que “a homofobia ameaça, persegue, maltrata, coloca medo, impõe situações de vexame e constantemente mata”.Segundo o delegado Luiz Antônio Santos, que investiga o caso, “estamos investigando todas as linhas. Uma delas é a de homofobia”. Outra linha de investigação considera que o crime foi passional.
pride

No próximo domingo rola a 4ª Parada LGBT de Piracicaba


No próximo domingo, 28, a cidade paulista de Piracicaba vai realizar a quarta edição de sua Parada LGBT. O evento fecha a programação da diversidade sexual que está sendo realizada nesta semana em Piracicaba.A concentração para a caminhada de domingo começa às 15h, na esquina da Avenida Paulista com a Avenida Joana Darc (perto da churrascaria Barracão). O tema neste ano é “Direitos humanos para todos – Por uma Piracicaba sem racismo, machismo e homofobia”.
central

RJ: Grupo LGBT faz ação contra AIDS em Cabo Frio


Membro da Rede LGBT do Interior Fluminense, o Grupo Iguais Conscientização Contra o Preconceito e Inclusão Social vai realizar na próxima quarta-feira, 1º de dezembro (Dia Mundial de Combate à AIDS), uma ação global de conscientização sobre a importância da prevenção da AIDS.O ato rola das 9h às 18h, na Praça Porto Rocha, no centro de Cabo Frio, com distribuição de preservativos, folhetos explicativos, testagem anti-HIV e apresentações das drags Monayra Manon, Chloe Deville e Karla Spiller. Tem ainda o DJ Petersen e dança de rua.O evento é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde por meio do Programa DST/HIV/AIDS. O principal alvo das atividades são os jovens, pois segundo o Ministério da Saúde, o índice de contaminação vem aumentando na faixa etária de 15 a 29 anos. Mais informações pelos telefones (22) 9945-5872 - (22) 9203-9173 - (21) 7865-2786.
central

BA: Porto Seguro debate homofobia no próximo dia 2


O Instituto Adé Diversidade Bahia e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) vão realizar conjuntamente, no próximo dia 2, a partir das 15h, em Porto Seguro, um grupo de estudos sobre o tema “Educação sem Homofobia”. A participação é gratuita e quem quiser fazer parte deve mandar um e-mail para aderesistencia@yahoo.com.br.O grupo vai se encontrar na sede do IFBA em Porto Seguro. “Vamos mostrar que nossos corações ainda pulsam diante de tantos horrores, que nossa mente ainda brilha apesar da escuridão, que nossas almas ainda querem luz”, aponta Ícaro Ceita, presidente do Adé.
central

Carlos Carrasco é o oitavo eliminado de A Fazenda


Único participante gay a estar em A Fazenda 3 (Rede Record), o maquiador Carlos Carrasco foi o oitavo eliminado da atração. Nesta quinta-feira, 25, ele disputou a permanência com Janaina Jacobina e em votação acirrada foi eliminado com 50,4% dos votos."Não tenho ideia porque fui eliminado. Na verdade fui muito eu, o que sou, o que aprendi a ser. Talvez eu não seja um bom jogador. Eu entendi o jogo até um certo ponto. Quando passou para a coisa individual eu já tinha um apego com quase todo mundo"Desde que foi informado que estava na roça, Carrasco declarou estar tranquilo. "Minhas roças sempre foram difíceis. Disputei com Tico Santa Cruz da minha equipe, com a Nany People, que eu gostava muito. E agora com você Janaina. Mas se eu for eliminado, fico feliz por você ter ficado e por tudo o que aprendi aqui dentro", declarou Carrasco.Ainda na conversa com a concorrente, o participante disse que encontrou o que tanto buscava: a natureza. Aliás, ele garantiu pretender mesmo investir no contato com os animais e o ambiente rural.A participação de Carrasco foi tranquila, e conquistou fama de apaziguador e conselheiro. Ele chegou a chorar por seu companheiro do lado de fora e confessou, ao lado da drag-trans Nany People, que chegou a passar fome no início da carreira.Ao sair, o maquiador foi recebido pela mãe Maria Aparecida, a quem deu vários selinhos.
cultura gls

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Internautas podem participar de seminário sobre homofobia


Na próxima terça-feira, 23, a partir das 13h30, a Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados vai realizar o seminário “Escola Sem Homofobia” – e você pode participar de qualquer lugar do mundo pela internet. Quem quiser pode enviar perguntas pelo e-mail pergunte@camara.gov.br, com o campo assunto CLP. As perguntas serão encaminhadas aos deputados que integram a comissão, e eles irão redirecioná-las aos convidados no momento do debate. Quem quiser pode acompanhar o encontro pela televisão, ele será transmitido ao vivo pela TV Câmara.
mix

Militantes realizam em SP ato contra atentados homofóbicos


A série de atentados homofóbicos que rolou na Avenida Paulista, em São Paulo, no último dia 14 não vai passar incólume. O movimento LGBT paulista vai realizar no próximo domingo, 21, a partir das 15h, no vão livre do MASP (Museu de Arte Moderna de São Paulo), uma manifestação de repúdio e reivindicação de providências para o caso.A concentração começa às 15h no MASP, na Avenida Paulista (estação Trianon-Masp do Metrô), e sai em caminhada pela mesma via até o local onde ocorreram as agressões, que é perto da estação Brigadeiro do Metrô. É claro que a participação é gratuita e a presença de todo mundo que quiser protestar contra a intolerância é muito bem quista. Além da caminhada pela avenida que recebe todos os anos a maior Parada Gay do mundo, os militantes estão organizando um abaixo-assinado virtual direcionado a autoridades públicas. O documento lembra que “esta não é a primeira ação violenta de jovens da classe media brasileira, em especial contra pessoas oriundas de grupos discriminados, e usualmente vítimas de intolerância, como os gays, negros, nordestinos, índios etc”.O abaixo-assinado tem como objetivo pressionar as autoridades para que o “fato não caia no esquecimento, em vista dos agressores terem posição socioeconômica privilegiada”. Para participar do manifesto virtual você deve encaminhar um e-mail para epizamello@uol.com.br com o assunto "Eu quero assinar o manifesto contra os crimes e os criminosos da Avenida Paulista”. O e-mail deve ter seu nome completo e RG. O texto do documento e os destinatários na íntegra você confere clicando aqui.
pride

Evangélicos gays se manifestam contra homofobia na Parada do Rio


A inclusiva Igreja Cristã Contemporânea (ICC), com sede no Rio de Janeiro, lançou um manifesto virtual na última quinta-feira, 18, divulgando a intolerância religiosa na 15ª Parada do Orgulho LGBT do Rio de Janeiro – a mesma que registrou uma agressão a tiro ao seu fim.São flagras de cartazes sustentados por evangélicos fundamentalistas que condenam a “sodomia”, colocando os LGBT como causadores da AIDS, pecadores e condenados ao inferno. “Palavras que deviam trazer conforto trazem acusações, pessoas que deviam levar amor levantam a bandeira do ódio e da homofobia”, lamenta o pastor Fábio Inácio de Souza, um dos fundadores da ICC.O pastor considera ainda que “as Igrejas evangélicas são as grandes precursoras da multiplicação do ódio e do preconceito, prova disso foram as faixas”. Uma delas lança mão até do acróstico, onde uma palavra forma outras várias a partir de suas iniciais, para dizer que o sexo gay é “Abominável/Anormal, Indecente/Infernal, Depravado, Sodomia”. Junte tudo e você terá a sigla AIDS. “Atiram, batem, matam, acusam tudo em nome de Deus, como pastor e gays não podemos ficar calados em meio a tanto ódio e preconceito levado por pessoas que se rotulam representantes de Deus.” Confira os flagras de intolerância no nosso álbum.
pride

Homofobia no Mackenzie será repudiada em ato público


A homofobia da direção da universidade presbiteriana paulista Mackenzie vai ser repudiada em um ato de protesto na próxima quarta-feira, 24, com concentração a partir das 17h30 em frente à instituição de ensino (Rua da Consolação, 930). A iniciativa é do Instituto Edson Neris com a APOGLBTSP (Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo), o Grupo CORSA e outros representantes do movimento LGBT de São Paulo. A manifestação começa às 18h, um horário estratégico entre a saída das turmas da tarde e a entrada das turmas da noite. Os organizadores pedem em seu chamado que quem for participar leve cartazes, bandeiras, cornetas, alto-falantes, “tire o pó das vuvuzelas e vamos ver e ser vistos!”.A militância classifica que o ato “não tem conotação homossexual, heterossexual ou nenhuma orientação sexual direta. É um movimento em prol da liberdade de escolha, da liberdade de expressão, onde todos estão convidados a demonstrar a sua liberdade como bem entender”.
pride

Madonna está entre as mais poderosas do século 20


Não à toa, Madonna foi eleita pela revista norte-americana “Time” como uma das mulheres mais poderosas do mundo no século 20 (aquele que terminou em 2000). A lista conta com a feminista Jane Adams e foi publicada na última quinta-feira, 18, e traz as 25 mulheres mais influentes e cheias de sucesso do mundo todo.A primeira norte-americana a ser premiada com o Nobel da Paz entrou na lista. Segundo a “Time”, a escolha dela para ocupar o topo foi devido ao seu trabalho em defesa do voto feminino e pelos direitos trabalhistas das mulheres, além de sua atuação como pacifista.Um dos destaques ficou com a ex-presidente das Filipinas Corazón Aquino, seguida pela bióloga norte-americana Rachel Carson. Outra citada é a francesa Coco Chanel, seguida pela cozinheira norte-americana Julia Child. As lista completa:Jane Addams (1860-1935)Corazon Aquino (1933-2009)Rachel Carson (1907-1964)Coco Chanel (1883-1971)Julia Child (1912-2004)Hillary Clinton (1947)Marie Curie (1867-1934)Aretha Franklin (1942)Indira Gandhi (1917-1984)Estée Lauder (1908-2004)Madonna (1958)Margaret Mead (1901-1978)Golda Meir (1898-1978)Angela Merkel (1954)Sandra Day O'Connor (1930)Rosa Parks (1913-2005)Jiang Qing (1914-1991)Eleanor Roosevelt (1884-1962)Margaret Sanger (1879-1966)Gloria Steinem (1934)Martha Stewart (1941)Madre Teresa (1910-1997)Margaret Thatcher (1925)Oprah Winfrey (1954)Virginia Woolf (1882-1941)
cio

Francês, Pierre Verger se encantou com Bahia e virou celebridade LGBT


Há poucos dias, tive a sorte (ou falta dela) de viajar uma fila atrás de um senhorzinho em cadeira de rodas que falava e falava sem se importar se alguém queria ouvir.Somente ao desembarcar no aeroporto de Salvador, pude ver a figura e tive muita pena de não ter sido a pessoa sentada ao seu lado. Porque, à alegria de estar voando entre as nuvens aliviado de sua invalidez, acrescentou histórias interessantíssimas da sociedade, política e cultura da Bahia com franqueza que os (talvez) noventa anos ou mais permitem.É para o passageiro desconhecido do voo Gol 1535 das 15 horas (e que nunca vai ler) que escrevo agora esta mini-minibiografia de seu ídolo declarado (e meu também), Pierre Verger, o Fatumbi, uma celebridade LGBT.No site da Fundação Pierre Verger, o leitor vai encontrar todas as informações, calendário de exposições, entrevistas, depoimentos, trabalhos universitários e muito mais sobre o querido “mensageiro entre dois mundos”.**Pierre Edouard Léopold Verger nasceu em Paris em 4 de novembro de 1902, numa família da alta burguesia. Sempre na contramão do protocolo rígido do seu meio social nunca pode, no entanto, expressar seus verdadeiros valores.Interessado em fotografia, decidiu romper depois da morte da mãe (1932), sua última ligação com o passado: com uma mochila e uma Rolleiflex, saiu pelo mundo. Seguiu para a Córsega, 1.500 km a pé, em companhia de Pierre Boucher, seu Mestre na arte, com quem fundou (1934), a agência de fotógrafos independentes Alliance Photo.
cultura gls

Wanessa ferve em show para público gay em Salvador, veja fotos


Wanessa Camargo vem se firmando cada vez mais como musa do público gay no Brasil. Após o sucesso nos shows no eixo Rio-São Paulo, ela resolveu conquistar o Brasil. Em Salvador, ela fez a festa do povo gay na festa “Platinum Wanessa Live Show”, no Cais Dourado. Ela levantou a galera com hits como “Falling For U” e releituras de sucessos de Lady Gaga, Beyoncé e Britney Spears, não deixando ninguém parado nos 40 minutos do show. Fazendo a linha sensual, Wanessa abusou com um microshort jeans e top colado, além do festival de caras e bocas, bem longe da antiga garotinha comportada do início de sua carreira. “Estou muito feliz em fazer esse show aqui. Foram 10 anos de espera por este momento. É uma emoção única", disse ela aos fãs gays baianos. Veja no nosso álbum como foi a noite:
cultura gls

sábado, 20 de novembro de 2010

Mães lésbicas não abusam sexualmente de seus filhos, diz estudo


Um estudo divulgado nos Estados Unidos esta semana com mães lésbicas revelou que nenhuma delas já abusou fisicamente ou sexualmente de seus filhos.
Do estudo, participaram jovens com 17 anos de idade. Patrocinado pelo Estudo Longitudinal Nacional da Família Lésbica dos EUA, o estudo mostra um contraste em relação a outros já realizados com adolescentes norte-americanos - no mais recente, 26% dos jovens admitiram que já sofreram abusos físicos e 8.3% disseram que foram vítimas de abuso sexual.
Para os autores do estudo, a ausência de maus tratos nas famílias lésbicas é “notável”. “A vitimização das crianças é perversa e sua consequência pode ser devastadora”, disseram os pesquisadores.
“Esses dados sobre adolescentes e suas mães lésbicas têm implicação para profissionais da saúde, agências de serviço social e especialistas em proteção infantil, que estão em busca de modelos de família nos quais a violência não ocorra”, diz trecho do release sobre o estudo.
dykerama

Silvio Berlusconi gasta fortuna para ter pênis de volta


O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, pagou a bagatela de 70 mil euros (cerca de 164 mil reais) para restaurar duas estátuas. Ambas as obras ficam no Palácio Chigi, sede do governo da Itália. Uma delas representa Marte, deus da Guerra, e havia perdido o pênis e uma das mãos. A outra simboliza a deusa Vênus e estava sem um dos braços. Berlusconi está sendo duramente criticado por gastar dinheiro logo depois de anunciar cortes na verba do Ministério da Cultura. Além disso, as mudanças nas estátuas ferem as regras de restauração vigentes na Itália. O governo italiano já havia criado polêmica ao retirar as estátuas de um museu em Roma, impedindo o público de apreciá-las.Estima-se que as obras tenham sido esculpidas no ano 175. Elas foram encontradas perto de Roma em 1918.
central

Homofobia é tema de monografia em Porto Alegre



“Homossexualidade e homofobia internalizada” é o título da monografia que o formando como analista junguiano José Mesquita vai defender no próximo dia 26, às 20h, no Instituto Junguiano do Rio Grande do Sul (IJRS), em Porto Alegre. A orientação da monografia de nome bem explicativo ficou a cargo do já formado analista junguiano Gustavo Barcellos. O IJRS fica na Rua Itororó, 211, sala 5 – Menino de Deus. Quem quiser pode ir conferir, a entrada é franca.
mix

OAB de Goiás realiza seminário de Direito Homoafetivo


A Escola Superior da Advocacia da OAB/GO (Ordem dos Advogados do Brasil seccional de Goiás) vai realizar na próxima quarta-feira, 24, o seminário “Direito Homoafetivo: uma Questão de Justiça”. O evento começa às 18h30, no Auditória da Escola, que fica na Rua 101, nº 123, Setor Sul.Às 19h, começa a palestra “Direito Homoafetivo: uma Questão de Justiça”, com a advogada especialista no ramo Chyntia Barcellos. “A palestra reunirá as visões de uma advogada (eu), um juiz e um promotor de Justiça. Será um evento completo e imperdível”, aponta Chyntia.Às 19h45, o juiz de Direito do Juizado da Infância e da Juventude da Comarca de Goiânia, Maurício Porfírio, ministra a palestra “Direito Homoafetivo em Face dos Direitos da Criança”. Ele é seguido às 20h30 por Everaldo Sebastião de Souza, promotor de Justiça e coordenador do Centro de Apoio à Infância e Juventude e Educação do Ministério Público de Goiás. Everaldo vai falar sobre o “Direito Homoafetivo sob a Ótica do Ministério Público”. A programação do seminário termina às 21h30, com debates orais sobre o que foi falado durante a noite. As inscrições podem ser feitas pelo www.oabgo.org.br/esa.A entrada é franca. Mais informações pelo telefone (62) 3235-6520.


pride

Perfil homofobiasim já tem mais de 15 mil seguidores no Twitter


Depois que a tag #homofobianao chegou aos trending topics do Twitter no começo desta semana (incentivada pelos recentes ataques homofóbicos no Rio e em São Paulo), o perfil homofobiasim foi criado por um anônimo e alcançou em um dia a marca de 15 mil seguidores. Para o criador do homofobiasim, “a maioria dos homossexuais pouco ou nada acrescenta para a sociedade. São eles os responsáveis pela propagação de DSTs no mundo”, segundo definição de seu perfil. “Estou conseguindo mais e mais followers. O povo em geral apóia minhas idéias”, escreveu o autor.


central

Âncora da Record critica homofobia na Parada do Rio


Âncora do telejornal estadual “RJ Record”, Fábio Ramalho deixou um pouco de lado a sisudez da imparcialidade jornalística e criticou nesta semana ao vivo a homofobia registrada na Parada do Rio de Janeiro. Além disso, ele fez um post em seu blog criticando as pessoas intolerantes e dizendo que elas, inclusive, atrapalham o fluxo de turistas gays no Rio, e consequentemente atrapalham o lucro com eles.Ainda no texto do blog, que você confere clicando aqui, Fábio dá uma lição de tolerância sendo irônico e define: “em meros 7 parágrafos já percebi que sexualidade dos outros não se discute, não se agride, não se dispara contra”.


pride

Filho transexual de Cher vai prestigiar a mãe com a namorada


O filho transexual de Cher, Chaz Bono, foi prestigiar, na quinta-feira, 19, a mãe na première do esperado filme Burlesque, que marca a volta da cantora nas telonas.Bastante gordinho, Chaz apareceu de terno e gravata, acompanhado da namorada Jennifer Elia, sua companheira desde o início das transformações. Ele se descobriu transexual aos 41 anos, depois de passar quatro décadas assumindo-se como lésbica.Em entrevista à mais nova edição da Vanity Fair, Cher declarou que ainda não consegue chamar o filho de “ele”, mas que o respeita em todas as decisões.
cultura gls

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Fora de A Fazenda, Dudu Pelizzari diz que não é homofóbico


Último eliminado de A Fazenda, o ator Dudu Pelizzari quer esclarecer e limpar a imagem de que é homofóbico. Isso porque, antes de ser eliminado, ele discutiu com a drag transexual Nany People e declarou que ela não passava de “um homem que se veste de mulher para falar besteira no palco.”Longe do reality show, ele declarou estar arrependido de ter dito “algumas coisas”, mas justificou-se ao lembrar que ela já havia o ofendido antes. “Acho uma injustiça se o público gay ficar com uma imagem errada de mim.”Dudu declarou que, no início de A Fazenda, ele foi o único homem que conviveu com Nany normalmente. “Os outros homens da casa ficaram meio afastados. Então, não tem por que inventar essa história de eu ser homofóbico. Isso não tem nada a ver”, finalizou.
mix

Rapaz baleado no Rio e testemunhas prestam depoimentos estarrecedores


Novos detalhes sobre o caso de agressão ocorrido logo depois da Parada Gay do Rio, neste domingo, 14, chegam à imprensa. Douglas Igor Marques Luiz, de 19 anos, foi baleado, possivelmente por um militar, próximo das pedras do Arpoador, no parque Garota de Ipanema.O Exército instaurou um Inquérito Policial Militar para apurar o suposto envolvimento de soldados na tentativa de homicídio do jovem. Militares do Forte de Copacabana são os principais suspeitos de balear o rapaz. O depoimento da vítima é estarrecedor. Douglas disse que foi baleado por um homem moreno, baixo e que falava com a língua presa. O criminoso usava uma pistola prateada. Ele e seus colegas foram abordados no parque por três militares, por volta das 22h15. Armados, eles batiam nas vítimas, exigiam documentos e ameaçavam denunciá-las às famílias. Segundo o depoimento, os militares deram tapas e apontavam uma pistola para a cabeça das vítimas.Segundo depoimento de testemunhas, são corriqueiras extorsões contra gays no parque. A prática é a seguinte: os militares abordam homossexuais que estejam namorando no parque e ameaçam de contar para suas famílias caso eles não dêem dinheiro. No caso de Douglas, ele teria dito que a família sabe que ele é gay. Depois de dizer isso, ele teria sido jogado ao chão e, de costas, foi baleado enquanto os supostos militares riam. "O militar perguntou se meu pai sabia o que eu estava fazendo. Eu respondi que sim. Ele disse que eu era uma desgraça para a humanidade, me empurrou no chão, sacou a arma e atirou. O outro gargalhava. Depois de atirar, ele me deu um chute e disse para eu vazar (ir embora)", afirmou o estudante.Douglas precisou andar baleado por 15 minutos até ser socorrido por policiais militares na Rua Farme de Amoedo. O Comando Militar vai apresentar fotos dos trinta militares que Estevam de serviço no Forte na quinta-feira, para que os agressores sejam reconhecidos pela vítima e testemunhas. Mas o Exército considera que os agressores possam ser do Batalhão de Choque da Polícia Militar, já que a vítima afirmou que o policial agressor estava de farda azulada, semelhantes às utilizadas pelos integrantes do Batalhão de Choque.
mix

Jovens que promoveram homofobia na Paulista estão soltos


Proclamando homofobia, cinco jovens – quatro menores de idade e um maior – são acusados de agredir e roubar vários rapazes gays, no domingo, 14, na Avenida Paulista. Embora tenham sido detidos em flagrante e o maior de 19 anos deve responder por lesão corporal gravíssima, roubo e formação de quadrilha, eles vão responder as acusações em liberdade. Os outros, com idade entre 16 e 17, haviam sido encaminhados a uma unidade da Fundação Casa. O advogado da família de Jonathan Lauton Domingues, conseguiu uma autorização com o plantão do Fórum Criminal da barra Funda para que ele fosse solto. O pai de Jonathan, Eliezer Domingues Lima, alegou que os jovens foram “cantados” por homossexuais para justificar a agressão. E o pai de um dos menores, Marcelo Costa, declarou que tudo não passou de “uma briga como outra qualquer.”Na delegacia, a mãe de um dos agressores, de 16 anos, pediu desculpas a uma das vítimas. “Penso que isso deve ser uma infantilidade porque eu nunca incentivei o meu filho a ser contra homossexual, eu tenho amigos homossexuais e ele nunca foi mal educado, muito pelo contrário, conversa, cumprimenta.”No depoimento, testemunhas afirmam que não houve discussão e que as vítimas foram agredidas gratuitamente pelo grupo.
mix

Alunos do Mackenzie organizam protesto contra posicionamento homofóbico da direção universitária



Um texto publicado (e retirado pouco tempo depois) do site oficial da Universidade Mackenzie intitulado “Manifesto Presbiteriano sobre a Lei da Homofobia” causou revolta entre uma parcela de alunos da escola.O texto é de autoria do Chanceler e Reverendo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, uma das maiores e mais influentes Universidades do Brasil, Dr. Augustus Nicodemus Gomes Lopes. O texto é contrário à aprovação da lei que criminalizaria a homofobia no Brasil e que tramita atualmente em Brasília. O chanceler, em nome da Universidade, se posiciona contra a aprovação da Lei da Homofobia, citando passagens bíblicas e alegando que a cultura brasileira está cada vez mais distante das referências de certo e errado.Agora os alunos preparam um protesto contra o posicionamento do reverendo, que consideram “contra as liberdades individuais”. O protesto acontecerá na próxima quarta-feira, 24, no portão principal do Mackenzie. A concentração está marcada para às 16h30 e o protesto em si para 18h.
mix

MG: Militância divulga vídeo de atividades em São João


Eventos da diversidade em São João del-Rei ganham resumo em vídeo
Duas realizações do Movimento Gay da Região das Vertentes (MGRV), a 3ª Semana da Diversidade Sexual e a 3ª Parada da Cidadania e do Orgulho de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais da Região das Vertentes ganharam um resumo em vídeo.A programação que rolou entre os dias 15 e 19 de setembro deste ano em São João del-Rei, Minas Gerais, está toda documentada em fotos que perpassam todo o vídeo.
mix

SE: Trans se reúnem em Aracaju até o próximo dia 19


Capital de Sergipe, Aracaju está recebendo desde a última terça-feira, 16, até a próxima sexta-feira, 19, o XVII ENTLAIDS - Encontro Nacional de Travestis, Transexuais e Liberados na luta contra a AIDS. O evento reúne trans, ativistas e técnicos de todo o Brasil que são envolvidos com trabalhos e experiências de êxito na área da promoção dos direitos humanos e cidadania.A programação está sendo realizada no Real Classic Hotel, que fica na Orla de Atalaia S/N. O objetivo do evento é debater a questão da cidadania, impulsionando a defesa dos direitos humanos, da autoestima e do fortalecimento da organização social e política das cidadãs travestis e transexuais.
central

Gays ganham menos que héteros, diz pesquisador


O jornalista e pesquisador canadense Joe Clark divulgou nesta semana os resultados de seu projeto sobre o chamado "pink money". Depois de analisar artigos sobre economia gay e lésbica publicados de 1990 a 2010, Clark afirma: a informação de que homossexuais tendem a ser mais ricos que héteros não passa de mito. Na verdade, homens gays ganhariam salários menores de que aqueles que se relacionam afetiva e sexualmente com o sexo oposto. Segundo o pesquisador isso é explicado pelo fato de que gays, apesar de terem níveis educacionais mais altos, acabam escolhendo profissões dominadas por mulheres e que geram menos renda do que aquelas conhecidas pela alta concentração de homens héteros. Além disso, gays trabalhariam menos horas diárias, em comparação com homens heterossexuais. Por outro lado, mulheres lésbicas ganhariam mais do que as héteros. Isso porque as homoafetivas teriam carga horária maior, além de não enfrentar dupla jornada por, na maioria dos casos, não terem filhos.
mix

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Linha de cuecas imita pinto do David. Confira


Você inveja a perfeição física do Davi, de Michelangelo? Então vai gostar dessa: agora você pode desfilar por aí exibindo "aquele" detalhe da anatomia da famosa escultura. Isso graças à loja virtual Davidshorts.com, que vende uma linha de cuecas inspirada no pinto de Davi, finalizado pelo artista italiano em 1504. A versão original reproduz as medidas do Davi original, mas se por acaso você achar a ferramenta muito pequena, dá para comprar versões, digamos, extendidas.
lifestyle

Não há lugar para gays na seleção, diz dirigente de futebol da Croácia


O movimento gay croata está indignado com Vlatko Markovic, presidente da federação de futebol do país. E é fácil entender o por quê. Falando ao jornal "Vecernji List", Markovic deu uma aula de intolerância ao afirmar que não há lugar para gays na seleção croata. E foi além: colocou a mão no fogo para defender a heterossexualidade dos jogadores que vestem a camisa da Croácia nos gramados: "Enquanto eu for presidente da Federação Croata de Futebol, não haverá homossexuais jogando no time nacional", afirmou. Quando o jornal perguntou se Vlatko Markovic já havia conhecido algum jogador gay durante sua carreira, a resposta foi: "Felizmente, só pessoas normais jogam futebol". Obviamente entidades LGBT anunciaram que irão processar o presidente da federação por discriminação, além de estudar a possibilidade de levar o caso à União das Federações Europeias de Futebol - UEFA. Contando com participação do brasileiro naturalizado Eduardo Silva, a Croácia não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo de 2010. O time perdeu uma vaga na repescagem disputada nas eliminatórias europeias contra a Ucrânia.
lifestyle

Pastores gays são homenageados no Congresso Nacional


Fundadores da Igreja Cristã Contemporânea, com sede no Rio de Janeiro, os pastores Marcos Gladstone Canuto da Silva e Fábio Inácio de Souza, que são casados, receberam uma homenagem na Câmara Federal no último dia 3, com uma Moção de Aplauso e Louvor. A iniciativa foi da deputada federal e líder da Frente Parlamentar LGBT Cida Diogo (PT-RJ).Segundo declarou em seu discurso sobre a aprovação da Moção, Cida disse que “orgulho-me muito de apresentá-la aqui, em homenagem a esses dois pastores libertários que têm defendido a liberdade em nosso País. Parabéns a esses pastores”. O texto você confere na íntegra abaixo: Moção de Aplauso e LouvorO pastor Marcos Gladstone Canuto da Silva, brasileiro, nascido em 24 de dezembro de 1975, é um pioneiro no ministério cristão inclusivo no Brasil, onde milita desde o ano de 2002. Publicou a primeira página na rede mundial de computadores em idioma português do mundo sobre a Bíblia e a homossexualidade na visão de aceitação aos homossexuais, em 2002. É teólogo reconhecido pelo Conselho Federal de Teólogos do Brasil, especialista em teologia e pós-graduado nesta área pela Universidade Metodista Bennett do Rio de Janeiro. É um líder religioso respeitado pela sua ousadia na luta contra a homofobia religiosa, tendo se pronunciado inúmeras vezes em público sobre o tema.Ministra em igrejas, organizações, congressos e universidades no Brasil e no exterior. Recebeu prêmios em organizações e denominações nacionais e internacionais por sua liderança inovadora e agregadora que constrói uma sociedade mais justa e igualitária. É autor do livro A Bíblia sem preconceitos, que através de uma releitura de passagens bíblicas busca desconstruir a ideia de condenação à homossexualidade que fundamentalistas religiosos atribuem às Escrituras Sagradas.Secularmente é advogado, pós-graduado em Direito, tendo desempenhado funções e cargos de grande relevância nos Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo. Possui um relacionamento de amor,fidelidade e estabilidade com seu companheiro, o Pastor Fábio Inácio.O Pastor Fábio Inácio de Souza, carioca, gerente administrativo, nascido em 26 de outubro de 1979, exerceu no passado a função de pastor em duas grandes igrejas tradicionais durante quatro anos e foi um dos primeiros pastores evangélicos pertencentes a outras denominações com a coragem de se assumir publicamente gay e mostrar que a homossexualidade, por ser natural, não pode e não há que ser mudada porque não é algo ruim, simplesmente é a orientação sexual de cada um, integrando uma parte relativa de cidadãos que merecem ser respeitados. Dentro da comunidade LGBT brasileira, é considerado um dos grandes precursores da visão da família homoafetiva,lutando por uma imagem digna dos homossexuais perante a sociedade brasileira. No Brasil ele realiza palestras e participa de grandes eventos acadêmicos e progressivamente vem ganhando grande destaque na mídia secular por sua luta acirrada e incansável contra a discriminação religiosa.A história dos pastores Marcos Gladstone e Fábio Inácio se cruzaram no amor destes dois pastores homossexuais para construção de um espaço evangélico de aceitação, inclusão e fé, pois em 10 de setembro de 2006 fundaram a Igreja Cristã Contemporânea que, em apenas 4 anos, já possui 4 templos no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, tendo logrado a adesão de mais de 800 membros.A Igreja Cristã Contemporânea desempenha hoje o papel de uma denominação inclusiva no cenário LGBT carioca, fluminense e brasileiro, sendo a maior congregação cristã organizada no combate à homofobia religiosa no Brasil ao levantar importantes discussões acerca do tema da homoafetividade em meios de comunicação de alcance nacional e internacional.Por isso, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à comunidade do Estado do Rio de Janeiro, prestamos nossa homenagem com esta Moção de Aplauso e Louvor na Câmara dos Deputados.Cida Diogo.Deputada Federal.
pride

Uberlândia sedia I Encontro de ONGs LGBT do Sudeste


A cidade mineira de Uberlândia vai sediar entre os próximos dias 24 e 27 o I Encontro de ONGs LGBT e de Profissionais da Saúde, Educação em DST, HIV/AIDS e Hepatites Virais do Sudeste. Bem abrangente, o evento vai contar com palestras, mini-cursos, exibição de filmes, conferências, mesas-redondas e grupos de trabalhos sobre os temas de seu nome.A programação, que você confere clicando aqui, vai ser realizada no Campus Santa Mônica da Universidade Federal de Uberlândia. As inscrições custam R$ 20 e devem ser feitas pelo blog do Grupo Shama (http://www.ongshama.blogspot.com/). Mais informações podem ser encontradas também no Twitter @ongshama ou pelo e-mail ongshama@gmail.com. O evento é uma realização do Shama, em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis – PROEX da Universidade Federal de Uberlândia, Ambulatório Municipal de DST, HIV/AIDS Herbert de Souza e outras ONGs.
pride

Grupo fluminense quer desatrelar movimento LGBT do governo


Com a “desestatização do movimento militante no Rio de Janeiro feita pelos militantes nomeados pelo governo” como principal pauta, está sendo construída em terreno fluminense a União Brasileira Suprapartidária LGBT, formada por profissionais liberais que não querem ter suas demandas como homossexuais atreladas ao funcionamento da máquina pública. E os criadores avisam: não é e nem pretende ser uma ONG e não tem e nem pretende ter uma sede e receber recursos públicos para suas ações.Segundo o ativista Marcelo Garcia, um dos responsáveis pela iniciativa, a Suprapartidária surgiu pela insatisfação com o que ele chama de atual realidade do movimento no Rio. “Teve militante que foi contratado pelo governo e não abriu mão do movimento, não queremos o movimento atrelado ao Estado”. Marcelo afirma ainda que isso é prejudicial porque as pautas da militância acabam à mercê do Poder Público.Ele cita como exemplo a Parada do Rio, que antes era realizada em junho (Mês do Orgulho LGBT no mundo todo), depois outubro e neste ano rola no próximo domingo, 14. Marcelo alerta ainda que “as decisões da Parada que são da comunidade gay estão sendo tomadas pelo Palácio da Guanabara”, excluindo ao mesmo tempo a responsabilidade do governador fluminense, Sérgio Cabral. “Ele não tem nada a ver com isso, são funcionários que fazem isso. E não é só no Rio, é no Brasil inteiro.”Livre e criativa Para fazer frente à “estatização do movimento”, o grupo do Rio de Janeiro, que já realizou duas reuniões e interage majoritariamente pela internet, vai abrir mão da estrutura clássica usada pelo movimento LGBT no Brasil e não vai ser uma ONG, não vai ter sede (vai circular pelas casas, andar mesmo), não vai receber recursos públicos e não vai prestar serviços ao governo. Marcelo explica que a estrutura física poderia prejudicar a liberdade da iniciativa porque “quando você começa a ter despesa começa a bater na porta do governo. Fica mais preocupado em pagar a conta de luz do que com nossas pautas”. A Suprapartidária já planeja um programa de rádio na Bandeirantes ou na Metropolitana do Rio de Janeiro. O programa piloto vai ser gravado já no próximo dia 19. Marcelo diz que seu grupo é formado por profissionais liberais que querem discutir uma maneira de unir militância e profissão sem causar prejuízos. É permitido ter partido político, desde que seja uma escolha individual e não em nome do grupo ou liderança. “Somos apenas contra partidos homofóbicos.”O ativista está “animado para recuperar ideias e sentimentos de pessoas que são gays e não estão no armário, mas que não querem ser assalariadas por isso”. Quem quiser participar de todo o Brasil pode. É só mandar um e-mail para g.marcelo@uol.com.br ou seguir pelo Twitter @marcelogarcia_.
pride

Cher reclama: é injustiça meu nome não estar no Hall da Fama



Diva há mais de 40 anos, a cantora Cher declarou, à revista Vanity Fair, a qual é capa de dezembro, que considera uma injustiça seu nome e do ex marido Sonny, morto em 1998, não estarem no Hall da Fama do Rock and Roll.“Parece meio grosseiro. Sonny é um bom compositor, e nós começamos algo que ninguém estava fazendo. Nós éramos hippies estranhos antes de que houvesse um nome para isso.”Ela faz até uma comparação com os Beotles, referência no mundo do rock. “Fazíamos isso quando os Beatles estavam usando ternos e cabelos certinhos. Influenciamos uma geração, o que mais vocês querem?”, questionou. Envelhecimento também foi pauta da publicação, uma vez que Cher é uma das celebridades que mais abusou das plásticas. “Acho que a Meryl Streep está se saindo muito bem. Aquela vaca estúpida está melhor do que todos nós”, brincou. “Não gosto disso, está cruzando o meu caminho. Tenho que trabalhar, e ela está fazendo isso ser mais difícil.”
dramatica

sábado, 13 de novembro de 2010

Justiça do Rio dá direito de herança à professora lésbica


Através da 19ª Vara Criminal, o Tribunal de Justiça do Rio reconheceu a união homoafetiva entre duas professoras.Juntas há 11 anos, a morte de Julia, em razão de um infarto fulminante, fez com que Valéria recorresse à Justiça pela herança do único bem do casal, um apartamento em Campo Grande, Zona Oeste.Valéria contou que trabalhavam como professoras e dividiam as despesas do lar e do dia a dia de acordo com situação financeira de cada uma. Para o desembargador Ferdinaldo Nascimento, “Valeria e Julia não se uniram com affectio societatis e sim a partir de laços de amor, afeto e intimidade com o único objetivo de formar uma entidade familiar". Sendo assim, Valéria tem total direito ao imóvel.
dykerama

Na rehab, Lindsay Lohan negocia permissão para trabalhar


Com previsão para sair da clínica Betty Ford Center no dia 3 de janeiro, a atriz Lindsay Lohan negocia a permissão para sair logo e trabalhar antes do prazo. Tudo isso porque ela almeja iniciar as gravações do filme Inferno, que só aguarda sua presença para dar início às gravações. O diretor do longa Matthew Wilder afirmou que mantém contato com a atriz e que fazem as negociações necessárias sobre detalhes do filme. “Lindsay está feliz e eu lhe enviei vídeos de alguns atores que gostariam de estrelar a produção com ela. De acordo com o site Radar Online, se Lindsay conseguir concluir o tratamento e não for pega em mais nenhum teste de drogas, ela poderá iniciar as gravações de Inferno.
dramatica

Rick Martin polemiza e quer se casar em Porto Rico


Depois de sair do armário e lançar uma biografia bafônica, Rick Martin agora quer se casar, e em seu país, Porto Rico, que não reconhece a união entre pessoas do mesmo sexo. O ex-Menudo declarou em entrevista ao programa Larry King, da CNN, na última quarta-feira, 10, que faz questão de registrar sua união, quando ela rolar, no país da América Central, onde nasceu também a Christina Aguilera. Rick estava indignado ao dizer que em vários países do mundo os homossexuais podem se casar ou registrar sua união civil e questionou: “por que não posso fazer isso no meu país, onde eles têm que me proteger?”. Aí ele chutou o balde mesmo, fez o mais militante e alfinetou: “também posso fazer isso no jardim da minha casa, não quero ser um cidadão de segunda classe, para isso pago meus impostos”. A entrevista, em inglês, você confere clicando aqui.
dramatica

Cidade paulista de Itatiba realiza Parada no domingo


A cidade paulista de Itatiba realiza no próximo domingo, 14, a 3ª Parada LGBTTS de Itatiba. A concentração para a caminhada começa às 14h, ao lado do Mercado Municipal, com destino ao Parque Luis Latorre.A manifestação vai contar com show das pintosas Sasha Zimmer, Roxanne Top, Melissa Brunelly e Lekisha Top, além do som dos DJs Reinaldo Klawa, Shé, Ale Gimenes e Puma. Vai ter também performance de gogo boys e girls. Mais informações pelo telefone (11) 7673-6562.


central

CE: Guaiuba realiza no domingo sua VII Parada Sexual


Com cerca de 24 mil habitantes, segundo o IBGE, a cidade cearense de Guaiuba vai realizar no próximo domingo, 14, a terceira edição de sua Parada Sexual. Neste ano o tema é “Não faça do seu preconceito um alvo. Respeite as diferenças”.A concentração para a caminhada começa às 18h, na Praça Santo Antônio. E no mesmo dia, depois da caminhada, tem ainda a oitava edição do concurso Miss Gay de Guaiuba, que vai eleger a mais bela transformista da região.
central

Voluntários podem participar do Comitê Desportivo GLS


O Comitê Desportivo GLS Brasileiro (CDG) está buscando voluntários que queiram auxiliar a entidade em seus projetos. Com sede em São Paulo, o CDG precisa de pessoas de todo o Brasil para assumirem os cargos de assessoria de imprensa, organização de eventos esportivos, organização de eventos culturais, assessoria jurídica e marketing.O Comitê busca também formandos ou monitores de Educação Física para monitorar as atividades esportivas realizadas por ele, como a recém-encerrada 1ª Uniliga, campeonato de vôlei e futsal de times de gays, travestis e lésbicas. As atividades podem ser executadas na própria localidade do voluntário, em casa, ou em outro local, sem a necessidade de se locomover até a sede da entidade, que fica na Rua Frei Caneca, 1057 – Consolação.Essa abertura para voluntários existe porque o CDG cresceu e suas atividades também. Como não tem fins lucrativos, fica complicado contratar esses profissionais. Quem ficou interessado pode acessar o site: www.cdgbrasil.com/voluntarios, preencher o formulário e aguardar o retorno da equipe de esportes do CDG Brasil. Mais informações também pelo e-mail info@cdgbrasil.com.
central

Apresentadora lésbica exige parceira feminina em Dança dos Famosos gringo


Uma apresentadora lésbica israelita está causando polêmica na televisão. Isso porque, ao ser convidada para participar do programa Dancing with the Stars”, em Jerusalém, semelhante ao Dança dos Famosos (Globo), Gili Shen Tov exigiu que sua parceira de dança seja uma mulher. Os produtores aceitaram. “Esta é a minha forma de vida e este é o meu objetivo e quero deixá-lo claro”, explicou. Para ela, o objetivo é que, com sua participação, algumas pessoas tornem-se mais tolerantes com a imagem de duas mulheres juntas. Gili, que é casada com uma mulher, irá dançar com Dorit Milman, que participou de outros programas da série. A bailarina declarou: “É uma questão de respeito pela forma de vida das outras pessoas, mesmo que não seja a nossa. Quando estivermos no horário nobre da TV como um casal, estaremos mostrando que qualquer um pode amar qualquer um.”Para a dança, a coreógrafa disse que o trabalho será em dobro, uma vez que entre um casal hétero, o homem mostra masculinidade e a mulher sua feminilidade. “Com duas mulheres o centro tem que ser mútuo, mostrando as emoções de amor e ódio, sedução e rejeição na linguagem do movimento.”
cio

terça-feira, 9 de novembro de 2010

PLC 122 é desnecessário, diz senador Álvaro Dias


O senador Álvaro Dias (PSBD-PR) deverá votar contra o PLC 122, que criminaliza a homofobia. Ao menos é isso o que indica o próprio político em seu site pessoal. Em uma seção dedicada a perguntas dos eleitores, Dias respondeu a um internauta que pediu: "Prezado senador, vote contra a lei PL 1200/2006. Por favor". Em sua resposta, o senador, que ainda tem quatro anos de mandato a ser cumprido, classificou o projeto de lei como "desnecessário". "Você deve estar se referindo ao PLC 122/2006, que trata da homofobia. Fique tranqüilo. Entendo que o grupo que esse projeto pretende defender já encontra suficiente amparo na legislação em vigor no país", respondeu. O Mix tentou entrar em contato com Álvaro Dias para que ele comentasse o assunto, mas não obteve retorno. De autoria da ex-deputada petista Iara Bernardi, o PLC 122 tramita há anos no Congresso Nacional e hoje aguarda para ser votado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal.


pride

Travestis são tema de livro de universitários paulistas


O cotidiano agitado e permeado de preconceito das travestis é o tema principal do livro-reportagem “Travestidas – Caminhos traçados por batom e preconceito”, escrito por dois estudantes de Jornalismo de Itu, São Paulo, como trabalho de conclusão de curso. José Fernando Martins de Oliveira e Cristiane de Oliveira Silva foram ouvir as fofas para saber seus medos, alegrias, bafos e conhecer mais suas vidas.Fazem parte da obra as histórias como a da religiosa Jozzyanne, da ativista Malu, da estudiosa Simone, da mãe Jô e da prostituta Carol. Todas travestis cheias de boas, e nem tão boas, histórias a serem contadas. “Cada personagem tinha uma peculiaridade, uma história para contar. Queríamos expor o que compõem todo o universo travesti, mas sem nos prender em estereótipos estabelecidos pela sociedade e a mídia”, diz Cristiane.O trabalho vai ser apresentado para avaliação da banca final no próximo dia 1º, às 19h30, em uma faculdade de Comunicação em Itu. Para José, o principal é que “quem já leu o livro gostou bastante e, com certeza, agora tem uma nova visão sobre as travestis”.
pride

Deputado do Congo quer punir homossexuais


Na República do Congo, África, o deputado Evariste Ejiba Yamapiale apresentou ao Congresso do país um projeto de lei que ele elaborou para criminalizar e punir a homossexualidade, a necrofilia e a zoofilia, como se as três coisas estivessem no mesmo patamar, fossem o mesmo. Segundo ele, seu projeto de lei é um “plano moral” para o país.Para o deputado do Congo, “nós queremos que essa lei puna a homossexualidade, a zoofilia e a necrofilia” alegando que “a homossexualidade é um desvio no plano moral e também no plano espiritual. É uma aberração”. As Nações Unidas e a Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Trans e Intersex (ILGA) já estão acompanhando de perto o andamento do projeto de lei, que tem sete artigos e se aprovado pretende multar homossexuais e até fazê-los cumprir serviços comunitários.
pride

Escola LGBT de Campinas é alvo de ataque


A noite da última segunda-feira, 08, foi de susto para a equipe da Escola Jovem LGBT, em Campinas. Por volta das 22 horas o local foi atingido por uma garrafa de vidro, que se espatifou e cobriu de cacos as escadas e parte do pátio da escola. Felizmente, ninguém ficou ferido.Segundo Lohren Beauty, presidente do E-Jovem, este não foi o primeiro ataque cometido contra o espaço, que oferece diversos cursos para a comunidade LGBT da cidade. "Há cerca de mês atiraram pedras contra as janelas, mas nem demos muita importância. Achamos que era molecagem. Mas a violência desta segunda-feira foi mais séria, poderia ter machucado alguém", contou ao Mix. Apesar do ato, Lohren conta que não pensou em registrar Boletim de Ocorrência por acreditar que a polícia "faria pouco caso". No entanto, a Escola Jovem LGBT pretende iniciar ações de conscientização junto a alunos de uma escola de Ensino Médio que funciona nas redondezas, para falar de tolerância e esclarecer sobre riscos que atos violentos podem acarretar. "Acreditamos que os ataques podem ter sido cometidos por alunos desta escola, já que em ambas as vezes os objetos foram atirados no horário de saída dos alunos", esclarece Lohren.
pride

Evandro Santo, o Christian Pior do programa Pânico na TV, está em cartaz com espetáculo solo em SP



O humorista Evandro Santo, famoso pelo seu personagem Chistian Pior do “Pânico na TV”, está em cartaz em São Paulo com seu show solo “Espia só”. As apresentações acontecem sempre às sextas, 23h59, no Teatro Jaraguá.O show é uma mistura de Stand up Comedy com improvisos que o ator faz com a platéia. “O humor está no ar, assim como os protozoários, os vírus e as danadinhas das bactérias”, diz o ator. Evandro, como se sabe, é politicamente incorretíssimo, e satiriza temas como bulling, gente pobre, rica, infância...


Espia Só Toda sexta às 23h59h Temporada: 5 de novembro a 17 de dezembroLocal: Teatro Jaraguá Rua Martins Fontes, 71 – Bela Vista – São Paulo Ingressos: R$ 50,00 inteira e R$25,00 com carteirinha e/ou idosos.
mix

Livro lésbico-teen ganha lançamento hoje em SP


A Primavera dos Livros de São Paulo 2010 vai lançar na noite desta terça-feira, 8, na loja das Artes da Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na capital paulista, a obra “Glamour”, escrita pela jovem Drikka Silva e lançado pela Brejeira Malagueta, nome fantasia da editora com nome de pimenta. O livro fala sobre temas atuais como a cultura globalizada, os bastidores da música, das celebridades internacionais, os shows reproduzidos no Youtube e muito mais. A história fala principalmente de Fernanda, uma mulher casada e tem uma filha de doze anos. Ela é jornalista e tem que entrevistar a cantora pop do momento, Perez Mendes, que se encanta pela jornalista e quer com ela muito mais do que apenas responder perguntas. O lançamento rola hoje, a partir das 19h, na Loja das Artes da Livraria Cultura do Conjunto Nacional,q eu fica na Avenida Paulista – 2073. “Glamour” - Drikka Silva Brejeira Malagueta 352 páginas R$ 30.
cultura gls

Novo clipe do Cazwell ganha paródia mais corpulenta


Ice Cream Truck, do Cazwell, ganha paródia bem humorada e com muito mais corpo
Não são só as divas adoradas pelos gays que ganham versões especiais de clipes feitas por seus fãs. Quase uma diva, o rapper gay assumido Cazwell acaba de ganhar uma paródia para seu mais novo clipe, “Ice Cream Truck” cheia de corpos masculinos gostosos como no original.Mas aos 35 segundos, eis que a surpresa aparece: homens bem corpulentos invadem o clipe para roubar os picolés em questão e se esbaldam roubando também a cena. Os meninos do clipe são da Filadélfia, Estados Unidos, e se dizem super fãs de Cazwell.
mix

domingo, 7 de novembro de 2010

Livro de Rick Martin incentiva a homossexualidade, diz prefeito


O político porto-riquenho José “Chemo” Soto, do Partido Nuevo Progresista (PNP), diz que não se arrepende das declarações homofóbicas que fez nesta semana contra a recém-lançada autobiografia de Rick Martin, nascido em Porto Rico. Segundo ele, “o livro promove a homossexualidade” e pode confundir adolescentes que ainda estão passando “pela etapa de identificação”. José disse que “existe um momento em que os adolescentes passam por uma etapa de identificação e isso é perigoso com esse livro. Isso pode confundir o adolescente em seu processo de identificação”. Prefeito de Canóvanas, Chemo não acha que suas declarações foram homofóbicas e diz ainda que “um homem como Rick Martin, que todo o mundo aprecia muito, faz essas expressões e vai confundir muita gente”.Ativistas gays do país reagiram às declarações de Soto as classificando como algo “inaceitável, imoral e criminal”.
pride

Apresentador Marcos Mion apalpa mala de Zezé di Camargo


O apresentador Marcos Mion fez um teste drive no cantor sertanejo Zezé Di Camargo, durante a exibição do programa Legendários, exibido pela Rede Record. Na atração, Marcos conferiu se o cantor tinha ou não uma mala volumosa e colocou a mão no pênis de Zezé. No vídeo, o irmão Luciano diz: “Deixa ele pegar no seu bingulinho logo que o show vai começar”. Zezé coloca uma toalha sobre os olhos, enquanto o apresentador faz suspense se vai ou não pegar. E pega.
mix