VEJA E OUÇA A DEFESA FERVOROSA DO SEGUIMENTO GLS GLBT GLBTT NA VOZ TROVEJANTE DO AMIGO BOCA ABERTA

Loading...
Mande suas críticas e sugestões
amigobocaaberta@gmail.com

sábado, 30 de abril de 2011

Advogada militante assume Coordenação LGBT paulista



A advogada Heloisa Cidrin Gama Alves vai ser a nova titular da Coordenação de Políticas para a Diversidade Sexual, da Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo. Como o Mix adiantou na última quinta-feira, 28, o advogado Dimitri Sales deixa o cargo já nesta sexta-feira, 29 - sem animosidades ou escândalos em seu tempo à frente da pasta.Integrante do Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual (GADVS), Heloisa foi confirmada no cargo pela titular da Secretaria, Eloisa de Sousa Arruda, na quinta, e representa uma maior representatividade de gênero dentro do governo estadual. A nova coordenadora estadual é advogada militante e especialista em Direito dos Homossexuais e Direito de Família e Sucessões.Em mensagem à militância, Heloisa destacou que “substituir o Dimitri Sales que realizou um ótimo trabalho na Coordenadoria não é tarefa das mais fáceis, mas sei que tenho capacidade, vontade e garra para dar continuidade ao que foi trilhado até então”.Ela diz ainda que pretende “implementar um modelo de gestão que vise o diálogo e que seja agregador, para que todos nós independentemente de ideologia ou partido possamos juntos lutar pela causa que nos é mais cara e importante, qual seja, o respeito aos direitos e à dignidade da população LGBT e ampliação das ações para combate incessante da homofobia no Estado de São Paulo”.Dimitri deixa a Coordenação, segundo a Secretaria, “por uma questão de renovação” e fez questão de lembrar que não fez tudo sozinho. “Ao meu lado, tive uma equipe extraordinária, sem a qual não teríamos ido tão longe, muito além do que as situações nos permitiam! Ao longo de dois anos, empenhamos fortemente nossa dedicação graças à convicção de que estávamos abrindo e trilhando os melhores caminhos.”


pride

Rainha vampira de True Blood assume ser bissexual



Em entrevista para a publicação masculina Esquire, a atriz Evan Rachel Wood, 23, confessou o gosto por ambos os sexos. A atriz, que aparece na edição de maio da revista norte americana num ensaio super sensual - de lingerie e fumando - não teve problemas em falar quando o papo esquentou.Evan disse que sempre foi bissexual. "Eu topo qualquer coisa". Quanto ao seu lado masculino, ela revelou ser um perfeito gentleman quando o assunto é mulher. "Sou o homem da relação". A gata contou ainda ser uma romântica; abrindo portas e pagando almoços e jantares.Fã de androginia, Evan namorou o cantor Marilyn Manson até 2010. Para ela, as pessoas se assustavam por serem um casal completamente diferente, mas revela que sempre curtiu androginia. "Cresci apaixonada por David Bowie. Caras, garotas, curto androginia em geral". Apesar de já ter feito vários trabalhos para TV e cinema, foi só em 2003, no papel de Tracy, no filme "Aos Treze", que a atriz ganhou destaque, sendo indicada ao Globo de Ouro. Em 2008, interpretou a lésbica Stephanie no filme "O Lutador"; mas foi em 2009, com a série vampiresca "True Blood", que Evan - na pele da vampira rainha da Louisiana Sophie - caiu no gosto do público.Atualmente, está gravando o seriado "Mildred Pierce" ao lado de Kate Winslet.


celebridades

Campanha cristã pede aprovação de lei anti-homofobia



Está rolando na internet uma campanha de cristãos pela aprovação do PLC 122/06, que criminaliza a homofobia no Brasil, como forma de responder a outras tantas campanhas contrárias à proposta realizadas por fundamentalistas da palavra de Jesus Cristo. O objetivo é ser bem viral e simples e mostrar que existem também católicos e evangélicos que querem a criminalização da homofobia.A ideia é usar a literalidade com a qual os fundamentalistas interpretam a Bíblia Sagrada para destacar que nem tudo deve ser levado ao pé da letra. Um primeiro banner já caiu na rede e pode, e deve, ser livremente publicado em redes sociais como Facebook, Orkut, Twitter e Flickr. Ainda no Twitter, a campanha é feita usando-se as hashtags #CritaosPelaPLC122 #SouCatolicoEapoioaPLC122 #SouEvangelicoEapoioaPLC122.


central

União civil deve ser julgada pelo STF semana que vem




Dois processos envolvendo a união de pessoas do mesmo sexo foram incluídos na pauta de julgamentos do Plenário do Supremo Tribunal Federal da próxima semana. Na quarta-feira, dia 4/5, os ministros deverão analisar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4277 e a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 132, ambas com relatoria do ministro Ayres Britto.
A ADI 4277, ajuizada pela Procuradoria-Geral da República, tem como objetivo a declaração de reconhecimento da união entre pessoas do mesmo sexo como entidade familiar e prevê direitos e deveres iguais aos das uniões estáveis entre casais heterossexuais.
A ADPF 132, apresentada pelo governo do Estado do Rio de Janeiro alega que o não reconhecimento da união homoafetiva contraria preceitos fundamentais como igualdade, liberdade e o princípio da dignidade da pessoa humana, previstos na Constituição Federal.
A ação pede que o STF aplique o regime jurídico das uniões estáveis, previsto no artigo 1.723 do Código Civil, às uniões homoafetivas de funcionários públicos civis do Rio de Janeiro. E que os mesmos direitos dados a casais heterossexuais sejam dados aos casais homossexuais em relação a dispositivos do Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Rio de Janeiro, que tratam sobre concessão de licença, previdência e assistência.


mix

Congresso de Direito em João Pessoa vai discutir famílias gays



João Pessoa vai receber entre os dias 14 e 15 de maio o III Congresso Paraibano de Direito das Famílias e Sucessões, que tem como objetivo discutir os avanços e decisões do Poder Judiciário brasileiro com relação aos direitos das famílias homoafetivas. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site do evento.Na programação, palestrantes como Maria Berenice Dias, ex-desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) e vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM), que vai falar sobre “O estágio atual do Direito Homoafetivo”.A programação será realizada no Hotel Tambaú com inscrições a R$ 100 até o próximo dia 30 e R$ 120 até o dia 13 de maio.


central

Canal Brasil amplia programa de temática gls



Com apresentação, roteiro e curadoria de André Fischer, o programa reserva a oportunidade de assistir a curtas brasileiros sobre a diversidade sexual, selecionados dentre os participantes das últimas edições do Festival Mix Brasil. Segundo o Canal, a produção de filmes com temática gls está "em franca expansão, tem grande importância sociocultural e colabora para o aumento da tolerância em relação a comportamentos, atitudes e opções de vida."
A nova temporada terá novidades, como os quadros Gostosões do Cinema Nacional (uma seleção de imagens dos galãs mais desejados do país), Cinemateca Básica (que reúne as principais produções de temática gay); Entrevistas com os Realizadores (diretores relatam peculiaridades das obras), além do Minuto Junior (release da revista voltada para o mercado homossexual). Ao final de cada episódio, o Beijo na TV revela as reações da sociedade a um contato mais íntimo entre pessoas do mesmo sexo.5a temporada do Cine MixBrasilEstréia dia 24 de junho, sexta, à meia-noite e meia.Horário alternativo madrugad de sábado para domingo às 2h
Canal Brasil/ Globosat: Net e Sky canal 66.


mix

Diretor gay afirma que fãs financiaram seu filme pelo Facebook



O diretor indiano Anirban Dhar, mais conhecido como Onir, 41, revela que grande parte da verba arrecadada para seu filme "I Am" veio por meio de seus fãs na rede social virtual Facebook. Onir, único diretor assumidamente gay da indústria cinematográfica da Índia, conta que os produtores executivos de Bollywood estavam receosos quanto a seu projeto. Isso, porque o conteúdo do filme, dividido em quatro pequenas histórias, é polêmico. Aborda temas como abuso sexual de menores, gravidez por doação de esperma, prostituição e homossexualidade.De acordo com Onir, um terço dos 30 milhões de rúpias do orçamento do filme (equivalente a cerca de 675 mil dólares) foi arrecadado pelos contatos e fãs do diretor através do Facebook.


cultura gls

quarta-feira, 27 de abril de 2011

União civil deve ser julgada pelo STF semana que vem




Dois processos envolvendo a união de pessoas do mesmo sexo foram incluídos na pauta de julgamentos do Plenário do Supremo Tribunal Federal da próxima semana. Na quarta-feira, dia 4/5, os ministros deverão analisar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4277 e a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 132, ambas com relatoria do ministro Ayres Britto.
A ADI 4277, ajuizada pela Procuradoria-Geral da República, tem como objetivo a declaração de reconhecimento da união entre pessoas do mesmo sexo como entidade familiar e prevê direitos e deveres iguais aos das uniões estáveis entre casais heterossexuais.
A ADPF 132, apresentada pelo governo do Estado do Rio de Janeiro alega que o não reconhecimento da união homoafetiva contraria preceitos fundamentais como igualdade, liberdade e o princípio da dignidade da pessoa humana, previstos na Constituição Federal.
A ação pede que o STF aplique o regime jurídico das uniões estáveis, previsto no artigo 1.723 do Código Civil, às uniões homoafetivas de funcionários públicos civis do Rio de Janeiro. E que os mesmos direitos dados a casais heterossexuais sejam dados aos casais homossexuais em relação a dispositivos do Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Rio de Janeiro, que tratam sobre concessão de licença, previdência e assistência.


mix

Marta chama atenção do Senado para crimes contra homossexuais



A senadora Marta Suplicy (PT-SP) ocupou a tribuna do Plenário do Senado Federal na tarde da última, terça-feira, 26, para chamar a atenção de seus colegas para a frequência com que pessoas LGBT vêm sendo mortas, com requintes de crueldade, no Brasil todo. Para ela, crimes de intolerância contra homossexuais “não podem ser considerados crimes comuns” porque “existem, segundo relatos da polícia, certas características próprias de crime de homofobia”.Relatora do PLC 122/06, que criminaliza a homofobia, Marta fez um apanhado dos últimos crimes contra LGBT ocorridos no Brasil e lembrou dos mais recentes casos em Campo Grande, Campina Grande e São Paulo, ressaltando que “essa é uma preocupação de todos nós brasileiros” porque “nós não vivemos em um País de ódio”. Segundo Marta, os crimes mostram “a condição de violência na qual está exposta a parcela da população que decidiu por outra forma de amar diferente da predominante”.Ela lembrou o levantamento do Grupo Gay da Bahia (GGB) sobre assassinatos de LGBT no Brasil, que em 2010 registrou 270 mortes. “Isso comprova que, para além do preconceito e a discriminação no meio familiar e social, as humilhações e os xingamentos, a população LGBT vive em estado de medo da morte”, disse Marta.


mix

Gay Top Model 2011 se rende ao charme de Todd Johnston



No último sábado, 23, o Teatro River Rock (no Cassino River Rock), em Richmond, Canadá, sediou a final da quarta temporada da competição Gay Top Model. Após três meses de competição, o carismático canadense da cidade de Nelson, Todd Johnston foi o grande vencedor da edição. "Eu não estava esperando por isso", revela.Além de ser agraciado como vencedor da noite, o louro ainda papou cinco das nove premiações possíveis, incluindo traje de banho, roupa íntima, fetiche, coleguismo (prêmio votado entre os competidores) e o duplo clique de fotogênia.Aos 27 anos, o canadense com ascendência escocesa, irlandesa, sueca e noruegueses é recém chegado a Vancouver. Passar um final de semana no Resort Cassino River Rock foi o ápice da competição, conta Todd. "Viver e trabalhar nesses lugares incríveis nos faz sentir como celebridades. De fato, fomos tratados como tais".Entre os prêmios, Todd recebeu uma viagem como acompanhante de um tour gay em Cuba, dinheiro para torrar por lá, um final de semana no spa, uma renovação no guarda-roupa, um ensaio fotográfico entre outras coisas bacanas.A quarta edição do evento foi uma parceria do Resort Cassino River Rock com a rede de televisão CityTV, a direção do Gay Model e a Priape. Performances da sambista Lucia Azevedo, Rima - diva da dança do ventre, a trupe de dança Haute Waacouture, o duo Sugarbeach entre outros artistas marcaram a noite.Entenda o Gay Top Model

O Gay Top Model é um projeto da comunidade teatral e marca registrada da Mirateca Arts, do Canadá. A competição é encenada com o intuito de arrecadar fundos para organizações como a Friends For Life Society, ao mesmo tempo que educa e diverte seus participantes, patrocinadores e a comunidade.


lifestyle

Cover transexual de Shakira faz sucesso na internet e na TV



A cantora colombiana Shakira já tem um substituto para o dia em que quiser abandonar o seu rebolado. Em recente apresentação no programa Yo Soy, do canal Mega, na TV chilena, o travesti Rodolfo Burgos, ou Shakiro Trans, arrasou na interpretação da canção Gitana. O sucesso veio na hora e já ganhou o reforço de Shakira.A fofa viu o programa e indicou o vídeo em seu perfil no Twitter. Não bastasse a divulgação, a colombiana já se encontrou com o seu sósia e até elogiou sua performance. Rodolfo já veio ao Brasil e se apresentou recentemente no programa Legendários, da Record. Em entrevista, ele contou que a preparação para incorporar a diva é completa. Além de aulas de voz e de dança, ele até depila o corpo. Na internet, há uma série de vídeos com apresentações do Shakiro Trans. Babado!


mix

Assim me diz a BÍBLIA

O conflito entre homossexualidade e igreja em "Assim me diz a Bíblia" é dica indispensável de filme.



O filme de 2007, dirigido por Daniel Karslake nos apresenta histórias de cinco famílias que passaram por maus bocados em função do fanatismo religioso e da interpretação literal do livro sagrado. O diretor mostra, de maneira bastante inteligente, como a bíblia continua sendo uma arma para justificar preconceitos de gênero, raça e orientação sexual. Sinopse: Homossexuais são bem-vindos no reino de Deus? Durante séculos, a bíblia foi usada para justificar discriminação, repressão, injustiça - a subserviência da mulher, a escravidão, a segregação. E esta tradição continua nos dias de hoje, só mudou o alvo. Alguns poucos trechos da bíblia são usados constantemente para disseminar ódio e violência contra homossexuais. Através de cinco retratos íntimos de famílias cristãs com um membro gay ou lésbico, o filme explora a maneira como religiosos conservadores tentam convencer sistematicamente os fiéis a acreditarem que a bíblia proíbe o homossexualismo. Também investiga o que a bíblia de fato fala sobre o homossexualismo conhecido nos dias de hoje.O documentário completo você pode baixar aqui.


uol

O “casamento do século” que nunca aconteceu



Madonna está em Paris dirigindo o filme 'W.E.' que conta a história do caso de amor que escandalizou a sociedade britânica há 75 anos, entre o Duque de Windsor e Wallis Simpson. A parafernália midiática globalizada e montada para o chamado “casamento do século”, entre o Príncipe William e Kate Middleton no dia 29 de abril de 2011, só está acontecendo porque o seu tio-avô materno Edward Albert Christian George Andrew Patrick David, o Rei Eduardo VIII da Grã-Bretanha e imperador da Índia, chefe dos demais países do Reino Unido e da Igreja Anglicana, abdicou no dia 11 de dezembro de 1936.Depois de breve reinado de dez meses, Eduardo VIII alegou que não poderia carregar a responsabilidade de segurar a coroa e os destinos de sua pátria sem o apoio da mulher que amava. No caso Wallis Simpson, plebeia, americana, duas vezes divorciada e de péssima fama.O ex-Rei tornou-se o Duque de Windsor, um título prêmio de consolação e Wallis, tornada Duquesa, teve seu passado devassado e esmiuçado em livros e artigos.Corriam lendas sobre ela ter sido amante do Marechal Ribentrop, da Alemanha nazista; do ministro da propaganda do governo Mussolini; espiã nazista e da KGB (; lésbica e ninfomaníaca.Também era divulgado que foi prostituta em Xangai. Wallis lá viveu nos anos 20 do século passado e teria aprendido técnicas sexuais que encantavam qualquer homem.A relação íntima do casal era tão fora dos esquadros que chamou a atenção e interesse de historiadores.Philip Ziegler contou, numa biografia de Eduardo VIII, sua tendência sadomasoquista. Adorava ser maltratado e subjugado por Wallis,como havia sido pelas amantes anteriores,Dudley Ward y Thelma Furness.E o escândalo não parou aí. A conservadora sociedade inglesa da época não poderia aprovar o alcoolismo do casal, as festas que, dizia-se, terminavam em orgias e a crescente simpatia pela Alemanha nazista.Um outro biógrafo, Michel Bloch, tentou provar que a Duquesa era um transexual. Havia rumores sobre o enrustimento do Duque e um episódio em sua juventude, em que teria tido um caso com um professor de Oxford.Segredo de sete chavesMas, o grande segredo guardado a sete chaves veio a publico com a edição de “Dancing with the Devil”, do jornalista Christopher Wilson - conhecido por ter dissecado a relação entre a Princesa Diana, o Principe Charles e Camilla Parker Bowles.De acordo com uma empregada da mansão dos Duques no Bois de Bologne, houve um triângulo amoroso formado pelo casal e o playboy americano Jimmy Donahue, um milionário louro, magro e elegante, neto e herdeiro de Frank W. Woolworth um dos homens mais ricos de seu tempo, proprietário de cadeia de lojas Woolworth espalhadas pelo mundo e que- de acordo com o livro, financiava o estilo de vida dos duques exilados, que se tornaram o par mais disputado nas festas do jet set internacional.A Duquesa ficou tão envolvida com o playboy que chegou a pensar em abandonar o marido, mas a responsabilidade histórica de ter causado a abdicação e a mudança dos rumos da Inglaterra não permitiu.****Em 11 de dezembro de 1936, aconteceu o primeiro "Discurso do Rei", feito pelo irmão de Edward que se tornou rei e pai da futura Rainha Elizabeth II. Se desejar testar seu british accent,clique aqui para ouvir. Parece ser de improviso, mas não foi. A emoção (e a talvez o alívio) tornaram a fala bem compreensível .


mix

terça-feira, 26 de abril de 2011

TJ absolve Belinati

E os partidários do ex-prefeito Antonio Belinati estão mais saltitantes que pipoca em fogareiro. E com razão. A 5 Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Paraná considerou que Belinati não foi responsável por fraude denunciada pelo Ministério Público, no caso AMA/Comurb, para contratação de ônibus para transporte de eleitores quando da inauguração do Pronto Atendimento Infantil (PAI). Foi por unanimidade. Quem assina o documento é o desembargador José Marcos de Moura, que já atuou em Londrina.
Segundo o advogado André Vianna, é a primeira das ações que correm contra Belinati que chegou ao final no TJ. A decisão será publicada nos próximos dias.

boca aberta

sábado, 23 de abril de 2011

Ursos criam loja com roupas descoladas tamanho bem grande




Os ursos têm motivos para comemorar porque mais uma loja pensada só para eles, e por eles, acaba de ser inaugurada. É a Urso Urbano, do coletivo Grupo Genézio, que faz uma ponte entre o mundo bear e o universo geek. Ela começa vendendo camisetas, suspensórios e relógios, mas promete aumentar suas opções de compra em breve, conforme for ganhando espaço no mercado. “No começo teremos frete grátis para todo o Brasil, inclusive para o Acre!”, avisa em tom bem humorado Danilo Pereira, metade do Dois Ursos, explicando que quem quiser adquirir as peças deve entrar no site. A ideia de criar a grife surgiu depois que a dupla Dois Ursos lançou um blog no ano passado e começou a interagir mais com a comunidade ursina, ficando mais por dentro das necessidades dela. “Já sentimos na pele a necessidade de lojas especializadas em tamanhos grandes, então decidimos vender camisetas. É uma dura batalha com as confecções, pois não existe padronização nenhuma em tamanhos. M, G, 2G, 3G. O 2G do Brasil é facilmente comparado ao tamanho G dos EUA, por http://www.ursourbano.comdois.ursos@hotmail.com




lifestyle

Transexual japonesa arrasa em novo clipe e vira diva



A transexual japonesa Haruna Ai ficou famosa depois de ganhar na Tailândia, em outubro de 2009, o título de “Miss International Queen 2009”, mas ela não ficou só no mundo dos tchauzinhos das misses e apostou forte em sua carreira musical. O resultado foi uma aceitação enorme do público japonês, lhe rendendo convites para participar de programas de televisão destinados a todos os públicos, tipo os matinais brasileiros.Essa saída do gueto se deve principalmente a uma produção caprichada e muito profissionalismo em sua carreira, o que dá para se observar bem no bom resultado de “Crazy Love”, mais novo clipe de Haruna que a coloca de uma vez por todas no patamar de diva pop oriental. Haruna já fez até comercial da Fanta e é dona também dos singles "Natsu Dekoboko Love", lançado em 2009, e “Iu Yo Ne”, que saiu em 2008. Abaixo você confere o clipe de “Crazy Love” e o comercial bem legal que ela fez.


mix

PB: Travesti é assassinada com 30 facadas, veja o vídeo



Câmeras de segurança da cidade paraibana de Campina Grande registraram na madrugada da última sexta-feira, 15, o brutal assassinato a facadas de uma travesti de 24 anos. Segundo a polícia, ela levou pelo menos 30 facadas por todo o corpo. Os quatro suspeitos já foram identificados. As câmeras de trânsito da Superintendência de Trânsito da cidade mostram quando o carro com quatro homens pára para conversar com a trans, que está na calçada com uma amiga. Eles descem ameaçando as duas, que saem correndo. A vítima tropeçou e foi pega pelos agressores, que primeiro bateram nela e depois a golpearam várias vezes com uma faca.


O video esta no you tube.


mix

Crítica: Peça Luiz Antonio Gabriela fala sem maneirismos sobre travestis



Peças sobre o universo das travestis são comuns. Encontrar uma que aborda com seriedade e criatividade um mundo tão complexo e singular não é fácil. Desde que o projeto “Bárbara ao Quadrado” (2006) – que trazia à tona a travesti Bárbara, retirada do livro “Estação Carandiru”, de Drauzio Varella, - ganhou os palcos, não havia aparecido outra peça tão relevante quanto “Luiz Antonio-Gabriela”, em cartaz gratuitamente no Centro Cultural São Paulo.A peça é um acerto de contas do diretor Nelson Baskerville com o irmão Luiz, que se mudou para a Espanha, se tornou uma transformista famosa e morreu em 2006 vitimado por diversas doenças em decorrência do vírus HIV e de ter sido dependente química por anos. E como frisou o historiador Alexandre Mate: “essa obra coloca o dedo na nossa desumanização”.Gabriela nunca mais viu a família, não esteve presente no enterro do pai e ficou sem contato com os familiares por cerca de 30 anos. Natural da cidade de Santos, Gabriela foi discriminada, rejeitada, se prostituiu, apanhou, foi incompreendida, mas parece não ter guardado rancor de nada. Afinal, para ela “a vida é tão curta e a gente fica se dando aos pedaços”.É corajoso o trabalho do diretor, pois para cuidar da ferida aberta ele teve que expor e metamorfosear todo seu passado e seu ressentimento em resoluções cênicas. Com a ajuda de Verônica Gentilin – que interpreta o próprio diretor na peça –, que cuidou da parte dramatúrgica, a Cia. Mungunzá oferece ao público uma encenação tocante, sensível, criativa e contundente.Não há excessos da direção de Baskerville, todos os elementos parecem querer quebrar o relato emocionado e clichê da travesti coitada e maltratada. Não, Luiz Antonio Gabriela é antes de tudo um guerreiro, defendeu-se como pode e mesmo com as adversidades não se arrefeceu. Não deixou de ser quem era. O cenário do diretor em conjunto com Marcos Felipe quebra com a narrativa linear e qualquer rastro de realismo. É tudo mentira, embora seja tudo verdadeiramente real.Atente-se para as cenas de sexo entre os irmãos, é uma das mais belas já realizadas em cena para relatar o famoso troca-troca. A paranóia que Baskerville cultivava na infância ao ser possuído pelo irmão seria cômica se não fosse trágica. Afinal, você já viu um homem soltar leite?Marcos Felipe, o intérprete de Gabriela, tem uma composição sutil e cativante. Em cima do salto alto imaginário e com um olhar sempre lascivo e frágil, o ator consegue transpor - sem os maneirismos comuns em atores que interpretam mulheres – o drama da personagem sem pieguice, ou sentimentos de dó.É um trabalho de fôlego do grupo. Um belo trabalho, diga-se de passagem. Diria obrigatório. Se expor como fez o diretor é para poucos. Ainda mais num mundo onde carecemos de pessoas que realmente sejam corajosas e levem ao pé da letra o sentido da palavra “autoral”. O documentário cênico de Baskerville é real e pulsa dentro do expectador que não se contém ao final do espetáculo.O espetáculo encerra as apresentações gratuitas no próximo sábado, 23, e volta ainda neste semestre no Galpão do Folias, localizado no bairro de Santa Cecília. Os ingressos podem ser retirados antecipadamente na bilheteria do Centro Cultural. E é possível formar uma fila de espera antes das apresentações. Para quem se interessa por assuntos do universo LGBT, não há nada mais contundente, nos palcos da cidade do que “Luis Antonio-Gabriela”. Imperdível.“Luis Antonio – Gabriela” – até 23 de abrilQuarta a sábado, às 21h Centro Cultural São Paulo: Rua Vergueiro – 1000 (estação Vergueiro do Metrô)Tel.: (11) 3397-400Entrada franca.


cultura gls

Público LGBT ganha rede social para chamar de toda sua



A febre das redes sociais chegou de vez à diversidade sexual e deu como fruto o GPride, uma reunião de perfis, blogs e grupos que têm em comum fazerem parte do universo LGBT. Quem faz um perfil pode criar um blog, publicar fotos no álbum e, claro, paquerar muito sem medo de levar uma gongada do cara errado, hétero, no bate papo. Para se cadastrar é bem simples e rápido e você preenche uma ficha online com nome, e-mail e username e já pode começar a navegar. O GPride promete ainda com sua especificidade de público atrair muitos negócios de empresas interessadas em divulgar seus produtos para o povo LGBT. Já tem bastante gente participando. Para entrar é só acessar o www.gpride.net.


celebridades

"El piquetón de Piqué": Revista ironiza volume na calça do jogador do Barcelona;



Depois do episódio envolvendo os jogadores Gerard Piqué e Zlatan Ibrahimovic, do Barcelona, que foram flagrados em cena polêmica, Piqué virou alvo fácil dos tabloides e figura bastante apreciada pelo público gay. Com o recente namoro com Shakira assumido, Piqué foi visto no aeroporto onde esperava a cantora. Rápidos, os paparazzi da revista espanhola "Cuore" não perderam tempo e fotografaram o jogador. Até aí, nenhuma novidade. A não ser pelo volume de sua calça. A cena fez com que a revista publicasse a foto com uma legenda autoexplicativa, "100% livre de Photoshop". Ainda ironizou: "El piquetón de Piqué".


a capa

Agora deputado, Romário se diz a favor do casamento gay



O tetracampeão do mundo Romário, que desde fevereiro deste ano é deputado federal pelo PSB do Rio de Janeiro, decidiu se posicionar sobre um dos temas mais urgentes hoje no Brasil e se declarou totalmente a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Em entrevista à Folha de S. Paulo, o ex-jogador também elogiou seu colega assumido Jean Wyllys (PSol-RJ).Questionado sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sobre o casamento civil gay que Jean pretende apresentar, Romário não economizou simpatia e disse que “o Jean é um cara muito inteligente”, completando ainda que “sou a favor da felicidade. Se as pessoas se casam e são felizes, independente do sexo, é o que vale”.Na mesma entrevista, Romário diz ainda que não percebe um aumento no número de mulheres dentro do Congresso e questiona: “Cadê as mulheres que tanto falam? 60% dos que querem bater foto comigo são homens”. Ele elege como as mais bonitas da Câmara Bruna Furlan (PSDB-SP), Rebecca Garcia (PP-AM) e Manuela D´Ávila (PCdoB-RS).


pride

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Arquivado processo que cassou Belinati



A promotora Sandra Regina Kock enviou oficio ao ex-prefeito Antonio Belinati e ao atual prefeito Barbosa Neto comunicando o arquivamento do processo do próprio Ministério Público que cassou a candidatura de Belinati, após ter sido eleito com 138.920 votos, num segundo turno. No terceiro turno, Belinati fora, venceu Barbosa Neto. Entendeu o MP assim como o Tribunal de Contas do Paraná que os recursos da ordem de R$ 150 mil repassados pelo convênio 008/99 entre o DER e o município “foram aplicados corretamente, não havendo dano algum ao dinheiro público”.








terça-feira, 19 de abril de 2011

Com aprovação da mãe, menino é adotado por casal gay no RS



A Justiça do Rio Grande do Sul concedeu em audiência no último dia 12 a dois homossexuais de Pelotas o direito à adoção de um menino de quatro anos, que já estava sob a guarda do casal. A própria mãe biológica da criança disse que sua vontade era que seu filho fosse criado pelo casal homoafetivo porque ela não tem condições. A Justiça gaúcha acolheu o pedido da guarda provisória feita pelo promotor José Olavo Passos, para quem “o que tem que se analisar é o bem-estar da criança, e se ela tem todo o carinho e suporte necessário. Não há motivo para se negar a adoção em virtude da sexualidade do casal, importando, sim, o caráter das pessoas”. Ainda de acordo com o promotor, o menino “está saudável e feliz, frequenta a escola, tem plano de saúde, está entrosado com a família do casal, convive com meninos e meninas e tem uma orientação psicológica completamente normal”.A criança foi entregue pela mãe ao casal há cerca de dois anos. Ela assinou um termo de entrega de seu filho e pediu que eles, que vivem juntos há oito anos, cuidassem do menino porque ela não tinha condições – o garoto estava com sarna, piolho e precisando de atendimento médico.


pride

Ministério Público vai investigar bullying homofóbico em escola do interior de Maceió



O Ministério Público Federal (MPF) vai investigar um caso de bullying homofóbico ocorrido em escola do interior de Alagoas, na cidade de Mata Grande, a 266 quilômetros de Maceió. O vídeo gravado que flagra o momento em que um aluno ataca verbal e fisicamente um aluno supostamente gay foi publicado no YouTube e rodou blogs e sites do mundo inteiro. O rapaz levou nove tapas no rosto. As imagens mostraram ainda que outros alunos zombaram da vítima e mandaram que ele dançasse a música da cantora Lady Gaga, só porque o garoto havia assumido ser homossexual."Devido à veiculação das imagens da violência na internet, o Ministério Público Federal é competente para atuar no caso. Por isso, com respaldo fundamento na Constituição Federal e na Convenção Internacional sobre o Direito da Criança, promulgada em 21 de novembro de 1990 (Decreto 99710/90), requisitamos a abertura do inquérito", afirmou o procurador da República.


mix

São Paulo recebe reunião de grupo de advogados da diversidade sexual



O Grupo de Advogados Pela Diversidade Sexual (GADVS) vai realizar em São Paulo, na Associação GLS Casarão Brasil, na próxima quarta-feira, 20, a partir das 18h30, uma reunião aberta para discutir as demandas jurídicas da população LGBT. Uma segunda reunião será realizada no dia 28, também às 18h30 no Casarão Brasil, que fica na Rua Frei Caneca, 1057 – Cerqueira César. O telefone de lá é o (11) 3171-3739.


central

Vereador de Piracicaba quer dia contra a homofobia



O projeto de lei nº 083/11 do vereador de Piracicaba Bruno Prata (PSDB), apresentado no último dia 7 na Câmara da cidade, quer instituir o Dia Municipal de Combate à Homofobia em Piracicaba - que seria lembrado em 17 de maio, o Dia Mundial da luta. A proposta conta com o apoio do grupo E-Jovem Piracicaba e ainda vai ser analisado pela Câmara. Ele prevê que “o Executivo Municipal em conjunto com entidades que atuam na defesa dos direitos da população de Lésbicas, Gays, Travestis, Transexuais e Bissexuais, ficará responsável pela realização de atividades que tenham como propósito o combate à homofobia”.


central

Insensato Coração: muso Douglas (Ricardo Tozzi) briga por conta de Roni.



Ricardo Tozzi está disparado na enquete do MixBrasil que pergunta quais são os galãs das novelas mais desejados do momento. O morenão irmão de Natalie Lamour em Insensato Coração está com 34% dos votos, bem a frente do segundo colocado, Cauã Reymond, com 24%.E Douglas, o personagem de Ricardo Tozzi na novela, anda dando aula contra a homofobia. Em cena exibida no último sábado, ele dá uma lição no homofóbico Kleber (Cássio Gabus Mendes) para defender seu amigo Roni (Leonardo Miggirin).


mix

Luciana Vendramini fala sobre beijo lésbico que gravou em Amor e Revolução, do SBT



Nas próximas semanas o beijo lésbico dado entre as atrizes Luciana Vendramini e Gisele Tigre (Marcela e Marina, respectivamente), na novela “Amor e Revolução”, do SBT, vai ao ar. A cena já foi gravada e aprovada pela direção da emissora.Luciana Vendramini falou sobre o assunto para o jornal o Dia. Ela disse que ficou bastante tranqüila na gravação e queria até que a cena se estendesse por mais tempo: “ele (o diretor Reynaldo Boury) nos deixou bem tranquilas na hora da cena do beijo. Para mim, foi uma surpresa, sei que ficaria um pouco nervosa, mas foi o contrário. Queria até que a cena se estendesse mais (risos)”.A atriz também defendeu a exibição do beijo. “Na vida vemos isso com frequência. Novela é um folhetim que mostra a vida como ela é”. “Acho mais bonito entre duas mulheres, tem a plástica da beleza e deixa tudo com um clima mais fetichista. Os filmes que assisti com cenas entre mulheres foram extremamente elegantes e bonitos, como ‘Henry e June’”. Luciana também declarou que nunca se sentiu atraída por outra mulher na vida.


cultura gls

3º Festival de Diversidade em Animação



Diversidade em Animação é um festival conhecido internacionalmente por reunir as mais variadas animações do universo LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros). Para seus idealizadores, Alexander Mello e Leandro Morais, os filmes de animação desempenham um papel maior do que apenas entreter o público.Eles agem com educadores, divulgando a cultura de outros países e mostrando o significado de ser gay em cada lugar no mundo. "O festival fala diretamente com os jovens e adultos, numa linguagem ligada a nossa realidade e na certeza de um dia em que todas as pessoas poderão ser felizes, sem precisar lutar por algo que deveria ser de direito. Direito de poder ser quem é".Este ano, em sua terceira edição, o festival apresenta 45 filmes do mundo todo, sendo 23 títulos competindo na categoria curta metragem, 12 episódios de animação para o Especial J.J. Sedelmaier e outras 10 para a Retrospectiva de 2010. Alemanha, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Colômbia, Estados Unidos, França, Japão, Noruega, Polônia e Reino Unido integram o bloco de países que exibirão sua obra em 2011.O festival de diversidade em animação continua sediado no mesmo espaço, no Cine Cultural Justiça Federal, na Avenida Rio Branco. O Júri Popular será formado pelas pessoas presentes em cada sessão. O animador e designer Alan Nóbrega, e o professor e pesquisador Sérgio Motta compõe o Júri Técnico. Já o Júri do Festival é formado pelos diretores do evento, Alexander Mello e Leandro Morais.Os ingressos antecipados já estão a venda na Cox, na Avenida Visconde de Pirajá, 281, sobreloja 302, em Ipanema, Rio de Janeiro, por R$ 6,00 (R$ 3,00 para meia entrada). Os ingressos podem ser adquiridos na loja de 2ª a 6ª das 11h as 19h e nos sábados das 11h as 18h. Na hora, o valor do ingresso será mantido, dependendo apenas da disponibilidade dos mesmos.A super festa deste ano acontece dia 10 de maio (terça-feira) na Le Boy. Quem levar o convite ou ingresso da sessão do festival do dia não paga entrada até a meia noite. Na porta, a festa sai por R$ 10,00.
----------
3º Festival Internacional de Animação LGBT
Rio de Janeiro, Centro - RJ
6 a 13 de maio 2011: 17h30 e 19h
Cine Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241)
Contato Bilheteria: (21) 3261-2550 ou (21) 3261-2565
Outras informações: http://www.diversidadeemanimacao.com
Ou pelo e-mail: contato@diversidadeemanimacao.com
----------
Festa do Festival de Diversidade em Animação
Dia 10/05 às 22h
Le Boy (Rua Raul Pompéia, 102)
Rio de Janiero, Copacabana - RJ
Fone: (21) 2247-8342


cultura gls

sábado, 16 de abril de 2011

Thiago Leifert: a homofobia, como todo mundo sabe, é nojenta, é primata


Apresentador mais carismático do jornalismo da Rede Globo, Thiago leifert saiu em defesa do jogador de vôlei Michael, da equipe Oi Futuro, ao comentar o bullying homofóbico que ele sofreu na partido do seu time contra o de Contagem, quando foi xingado de “bicha” e “viado” pela torcida rival, cerca de 2 mil pessoas."A homofobia, todo mundo sabe, é nojenta, é primata", disse Leifert. "O que eu espero é que esse tipo de atitude não aconteça nunca mais, nem comigo, nem de qualquer outra forma que possa acontecer. Eu queria ser avaliado como jogador e não pela minha opção sexual", disse o atleta em entrevista ao Globo Esporte, apresentado por Leifert."O Globo Esporte sempre prega o espírito esportivo, pra todas as diferenças, pra todo mundo", terminou Leifert. Bola dentro.


central

Programa do SBT analisa onda de homofobia em São Paulo


A onda de intolerância à diversidade sexual foi o tema do “Conexão Repórter”, do SBT, exibido na última quarta-feira, 13. O programa abordou a onda de homofobia de vários ataques principalmente na região da Avenida Paulista e ouviu um grupo de skinheads sobre o ódio deles aos homossexuais.O “Conexão Repórter” mostra ainda uma família de um bailarino que reaprendeu a conviver depois que ele se assumiu gay. A realidade de violência e risco das travestis também foi abordada.


mix

Vereador gay quer trocar lixo por comida em Minas Gerais


Assumidamente gay, o vereador de Alfenas Sander Simaglio (PV) não está atuando somente com relação às demandas LGBT e quer também incentivar a reciclagem de lixo na cidade. Por meio da indicação 21/2011, feita no fim de março, Sander propõe um programa social de troca de lixo reciclável por vale-compras - trocados por alimentos vendidos a preço irrisório em um ponto de troca a ser instalado pelo município. O vereador sugere que a prefeitura acione a Secretaria Municipal da Criança e Adolescente, da Igualdade Racial e Desenvolvimento Social para ver a aplicabilidade do projeto. O objetivo do vereador é fomentar a conscientização da população na prática da limpeza urbana, tanto dos locais públicos como de suas casas.Além disso, o programa também tem o ponto positivo de oferecer alimentação por baixo preço, especialmente à população carente que sobrevive da coleta de lixo. Um projeto similar já é desenvolvido com sucesso há três anos na cidade também mineira de Nova Resende.


pride

35 dólares custa a fofa camiseta que Marc Jacobs fez para levantar fundos para a campanha de casamento gay em Nova York


A campanha pela aprovação do casamento gay no estado de Nova York está indo muito bem com artistas e políticos assumindo postos importantes no lobby da HRC (a Human Rights Campaign, que coordena as ações). Para levantar fundos, o estilista Marc Jacobs lançou camisetas foférrimas que estão a venda no site da HRC por 35 dólares. A camiseta traz o desenho de um casal lésbico abraçando sua filha e dizendo: “Eu pago meus impostos. Eu quero meus direitos”. Para comprar, é só clicar AQUI.


pride

Bolsonaro se explica em texto de 13 páginas e fala em tsunami cor de rosa


O deputado Jair Bolsonaro entregou na Corregedoria da Câmara suas “explicações” (ele usou essa palavra ao invés de “defesa” porque, afinal, não está sendo investigado ainda) em relação às declarações que fez no Programa CQC, da Band, quando foi perguntado pela Preta Gil sobre o que faria caso seu filho se apaixonasse por uma mulher negra. Na ocasião, ele disse que “não discutiria promiscuidade” com a cantora, e que os filhos dele não “corriam esse risco” por “serem bem educados”. As declarações geraram revolta em alguns setores da sociedade e Bolsonaro se defendeu dizendo que não havia entendido a pergunta, e que no lugar de “mulher negra” entendeu que a pergunta era se o filho dele se apaixonasse por um gay. A declaração resultou em quatro processos contra ele na Câmara e Bolsonaro tinha até a quarta-feira, 13, para apresentar suas declarações ao corregedor da casa, Eduardo da Fonte (PP-PE), que agora tem 45 dias (prorrogáveis por igual período) para definir se os processos serão arquivados ou se serão enviados ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa para que seja aberto processo por quebra de decoro contra Bolsonaro. Há ainda a possibilidade de Bolsonaro receber uma advertência da Corregedoria, sem maiores complicações. O documento de Bolsonaro foi escrito pelo próprio, seguindo disse, mas não foi entregue à imprensa na íntegra. Contudo, Bolsonaro deu entrevistas em que indica qual caminho percorreu em seu texto.“São dois itens: racismo e homofobia. A questão do racismo acho que sepultei desde o primeiro dia. Fica na cara que minha resposta não bate com a pergunta (...). E o que é homofobia? É se eu tivesse perseguindo homossexuais, dando pancada, falando pro pessoal da [avenida] Paulista bater”, argumentou Bolsonaro. “A única coisa importante que aconteceu nesse episódio foi a gente conseguir denunciar o tsunami cor-de-rosa proposto pelo governo em escolas públicas do primeiro grau com a distribuição do 'kit gay'. Vou continuar a minha luta contra esse tsunami cor-de-rosa”, afirmou o deputado.Segundo a Agência Brasil, o documento de Bolsonaro também conta com um vídeo divulgado na internet em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironiza os moradores de Pelotas, no Rio Grande do Sul, associando a cidade à homossexualidade. O deputado também pede que a Corregedoria da Câmara peça o vídeo do programa CQC na íntegra das gravações, sem cortes. — No próprio programa, os apresentadores disseram que eu deveria não ter entendido a pergunta. Eles poderiam ter tido o mínimo de dignidade e ter entrado em contato comigo para esclarecer —, disse o deputado, que ressalta ainda a falta de nexo entre as noções de promiscuidade e racismo.


pride

Prefeitura flagra homens transando em praia de Vila Velha


Uma câmera de segurança da prefeitura de Vila Velha flagrou no último fim de semana dois homens fazendo sexo na orla de Coqueiral de Itaparica. As imagens dos dois em pleno ato foram divulgadas pela TV Vitória na última terça-feira, 12, e mostram eles, incontestavelmente, se pegando na areia.Eles só pararam depois do alerta da chamada câmera tagarela, quando o operador do equipamento pediu para que os dois homens parassem de fazer sexo na praia pública. Eles ficaram bem assustados, colocaram a roupa e foram embora rapidinho. A prefeitura de Vila Velha declarou que, independente da orientação sexual das pessoas, ainda é crime fazer sexo em local público.


mix

Filme que tem Cauã Reymond como gay já tem data de estréia e cartaz


Será no dia 10 de junho a estréia do aguardado longa “Estamos Juntos”, que tem o lindo Cauã Reymond no papel de um DJ gay. Leandra Leal também protagoiza o filme dirigido por Toni Ventura (de Rita Cadilac, a Lady do povo). O papel de CauãNa pele de um DJ homossexual, o ator Cauã Reymond declarou que não teve problemas em protagonizar um beijo com o ator argentino Nazareno Casero. “Ele é bem resolvido e eu também. Então não teve crise. Demos dois tapinhas nas costas. Perguntei: É isso o que a gente vai ter que fazer?”, revelou ele sobre os bastidores do longa. Para interpretar o papel, Cauã fez laboratório em clubes gays como a The Week e conversou com profissionais da área.Sobre o que achou de beijar um homem, Cauã foi enfático: “No ‘ação’ a gente fez, mas barba espeta e não é legal. Os argentinos têm muita barba (risos).”


mix

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Justiça gaúcha diz que não pode decidir sobre pensão gay


Em decisão negando o pagamento de pensão a companheiro de servidor público do Rio Grande do Sul, o juiz Mauricio Alves Duarte, da 11ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, alegou que este é um assunto para ser tratado pelos poderes Legislativo e Executivo. O autor da ação ainda pode recorrer da decisão para ser incluído no IPE (Instituto de Previdência do Estado).Em sua argumentação, o magistrado alega que “se a nossa legislação é conservadora e atrasada, busque-se a modernização, pois não cabe ao Judiciário imiscuir-se nas atribuições privativas dos Poderes Executivo e Legislativo”. Para ele, “não existe legislação facilitando a conversão da relação homoafetiva em casamento” e, logo, “a figura do companheiro previdenciário resta restrita ao convivente de união heteroafetiva”.A decisão foi divulgada no último dia 30 e se baseia na lacuna no Direito que não prevê o reconhecimento de união estável homossexual para fins de beneficio previdenciário. “Os termos do parágrafo 5º do artigo 195 da Constituição Federal informam que: nenhum benefício poderá ser estendido sem a correspondente fonte de custeio total.”


pride

Mudança na lei anti-homofobia abre caminhos para aprovação, reconhece presidente da ABGLT


Nesta semana, a senadora Marta Suplicy – atual relatora do PLC 122, que criminaliza a homofobia no Brasil – alterou o texto do projeto para facilitar a sua aprovação. De acordo com a mudança, a lei não se aplicará a templos religiosos, pregações ou quaisquer outros itens ligados a fé, desde que não incitem a violência. Pela lei, continua proibida a discriminação em rádio, TV, jornal e internet.Para Toni Reis, presidente da ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), a alteração na lei é uma concessão válida se for para facilitar a aprovação do projeto e finalmente estabelecer um mecanismo que transforme manifestação contra homossexuais em crime.“Se os padres e pastores quiserem falar de pecado, eles podem, mas o que não deve ser feito é continuar utilizando a religião para condenar os homossexuais como vêm sendo feito, desencadeando uma onda de preconceito e de violência no país”, destacou Toni, ouvido pelo Mix na tarde desta sexta-feira. Reis ainda disparou críticas contra a utilização dos meios de comunicação, de Assembleias Legislativas e do Congresso Nacional para condenar os homossexuais. “Desde 1890 vivemos num Estado laico e os políticos não devem ser influenciados por religiões. Crime é desrespeitar o Estado e a Constituição tentando inserir questões doutrinárias dentro da lei. Enquanto isso acontecer, estaremos sujeitos aos Bolsonaros da vida”, criticou.


pride

Militância pede apoio para senadores paranaenses. Requião disse sim


Dois dos três senadores do Estado do Paraná receberam na última semana uma visita de representantes da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) para pedir apoio dentro do Congresso. Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) receberam o presidente da ABGLT, Toni Reis, e o secretário da Região Sul da entidade, Márcio Marins.Segundo Toni, Requião – o mesmo das declarações infelizes sobre câncer de mama e Paradas Gay – assinou sua entrada na Frente Parlamentar Mista Pela Cidadania LGBT e prometeu votar a favor do PLC 122/06, que criminaliza a homofobia e atualmente está na Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado.Já Gleisi disse que quer dialogar mais com os setores da sociedade antes de se posicionar contra ou a favor das demandas LGBT. A ABGLT, que é sediada no Paraná, em Curitiba, vai conversar ainda com o terceiro senador paranaense, Álvaro Dias (PSDB).


pride

Bispos brasileiros vão interferir no Supremo em decisão sobre união gay


Como adiantado pelo MixBrasil há 10 dias, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) é desde a última quinta-feira, 7, consultora do Supremo Tribunal Federal (STF) para a decisão sobre reconhecer ou não a união civil entre pessoas do mesmo sexo no Brasil. O STF aceitou o pedido da entidade, feito no fim de março através de petição, de ingressar como “amicus curiae” _meio jurídico democrático que significa algo como "amiga da corte", alguém que deve ser ouvida antes da decisão final. Em seu despacho, o ministro Ayres Brito alega que o assunto pede mais discussões e opiniões diferentes, como a da CNBB, que é totalmente contra o reconhecimento das uniões gays. “Ante a relevância da matéria e a representatividade da peticionante (a CNBB), defiro a inclusão no processo, na qualidade de amicus curiae, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil”, diz o ministro. O Supremo está analisando a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 132 (ADPF 132), do Governo do Rio de Janeiro, que pede tal reconhecimento e, se aprovada, abre jurisprudência para todo o resto do País. A data do julgamento do processo deve sair nesta semana.


pride

TV Senado fala sobre homofobia e adoção gay


O programa “Inclusão”, da TV Senado, fez no começo do mês um especial abordando os mais urgentes temas da diversidade sexual brasileira atualmente: fala sobre adoção por casais homoafetivos, criminalização da homofobia e união estável contando com a participação de especialistas em Direito e Direitos Humanos.O programa faz um verdadeiro apanhado das demandas LGBT brasileiras e coloca em discussão o preconceito e a intolerância, chamando atenção para a necessidade de movimentação do projeto que criminaliza a homofobia no País, o PLC 122/06, e transmitindo uma mensagem de justiça, de cidadania.


mix

Brasileiros protagonizam ensaio quente em editorial de revista alemã


O fotográfo americano Matthias Vriens-McGrath, famoso por produzir ensaios incríveis com modelos brasileiros, acaba de apresentar seu mais recente trabalho: um editorial de primavera/verão 2011 para a revista alemã Stern.O ensaio mostra um verdadeiro harém repleto de brasileiros incríveis. Os belos modelos Samuel Vieira, Rodrigo Calazans, Lucas Arantes, Diogo Rodrigues e Maikel Castro integram o cast, que ainda conta com a presença da top model Fernanda Tavares.Em outra produção recente do mesmo fotógrafo, o mesmo time de modelos brasileiros participou de ensaio com a mesma temática, desta vez para revista dinamarquesa S.


mix

Corais americanos entram em campanha anti-homofobia


O Coral de Homens Gays e o Coral de Crianças de Columbus - ambos do Estado de Ohio, nos Estados Unidos - se reuniram para deixar uma contribuição à campanha It Gets Better. No vídeo abaixo, eles cantam Beautiful, de Christina Aguilera. A música, que fala sobre aceitação, já rendeu a Aguilera um prêmio especial da Aliança Anti-Difamação Gay-Lésbica por retratar as pessoas da comunidade LGBT de maneira positiva.A campanha anti-homofobia It Gets Better já mobilizou astros de Hollywood, empresas gigantes como Google, Pixar, Facebook e até o presidente Barack Obama.


mix

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Seis meses depois da eleição, STF autoriza candidatura de Belinati


Quase seis meses depois da eleição de 2010, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou o recurso de Antonio Belinati (PP) contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o impedia de disputar o pleito. A decisão do TSE tinha como fundamento a Lei da Ficha Limpa, cuja aplicação não vale para as eleições de 2010, segundo recente decisão do STF. A decisão regional depois foi confirmada pelo TSE, daí o recurso ao STF, agora analisado. A decisão do STF. A decisão do TRE se baseou em três situações: uma condenação por conta da cumulação de cargos como deputado estadual e membro do Conselho Fiscal da Companhia Municipal de Urbanização de Londrina (Comurb), atual CMTU; uma condenação por uso de verba pública para pagamentos a jogadores de futebol; e a reprovação, pelo Tribunal de Contas (TC) do Paraná, de um convênio firmado entre a Prefeitura de Londrina e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) no ano de 1999, quando Belinati estava à frente do Executivo. Mas, quando o caso chegou ao TSE, o ministro Marcelo Ribeiro manteve Belinati inelegível apenas pela condenação referente ao acúmulo de cargos. Em relação ao convênio entre a Prefeitura de Londrina e o DER, por exemplo, Ribeiro entendeu que o fato de o TC ter reformado sua decisão (o convênio foi aprovado com ressalvas em julho do ano passado pelo próprio TC) tornaria Belinati apto à disputa. A reforma na decisão do TC é um dos argumentos utilizados pela defesa de Belinati em outro recurso que ainda tramita no STF contra uma decisão que o impediu de assumir a Prefeitura de Londrina em 2009. Nas eleições de 2008, Belinati venceu nas urnas, mas teve o registro cassado porque o TSE não aceitou a liminar que suspendia temporariamente a decisão do TC. ''O TSE sempre aceitou liminares suspendendo decisões do TC, mas, em 26 de outubro de 2008, inventaram uma regra nova'', afirmou o advogado de Belinati, Eduardo Franco. Para o advogado, a posição do STF em relação à aplicação da Ficha Limpa reforça a tese de que ''não se pode mudar as regras no meio do jogo''. O recurso está nas mãos da ministra Ellen Gracie.

O recurso de Belinati, sera julgado logo.

terça-feira, 5 de abril de 2011

EUA podem ter primeiro presidente gay


Depois de eleger um negro para a Presidência, a maior potência econômica das Américas pode ser governada, pela primeira vez, por um presidente assumidamente gay. Fred Karger é o primeiro pré-candidato republicano gay a se lançar na corrida pela sucessão de Barack Obama. Apesar das ideias conservadoras de seu partido, Karger se destaca por defender propostas tradicionalmente democratas, como o casamento gay.Em entrevista ao portal R7, ele criticou o atual presidente por "não estar ajudando muito" nos avanços dos direitos dos homossexuais no país. Quando questionado se os EUA estão preparados para ter um presidente gay, ele citou uma pesquisa do ano passado em que 50% dos americanos afirmam não ter problema em ter um presidente com esta orientação. Seja com Karger ou com Obama, a gente torce mesmo é para que uma das maiores nações de mundo sirva de exemplo na ampliação de leis que possam beneficiar os gays de todo o país.


pride

Rio realiza protesto na terça contra deputado homofóbico


O Rio de Janeiro vai se manifestar contra a homofobia, o machismo e o racismo de seu deputado federal Jair Bolsonaro (PP) na próxima terça-feira, 5, na Cinelândia, centro da capital fluminense. A Manifestação Fora Bolsonaro começa às 17h e é aberta a todo mundo que queira repudiar o deputado.Quem tiver bandeiras, tambores, apitos e mais toda sorte de materiais que cabem em um protesto pode levar. A iniciativa é do Fórum de Grupos LGBT do Estado do Rio de Janeiro, da Unegro/RJ e da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT).


mix

Preso homem suspeito de matar travesti em Belo Horizonte


A Polícia Civil de Belo Horizonte prendeu no último sábado, 2, Fernando Túlio Miranda Lages, 24 anos, conhecido como Pimpolho. Ele é suspeito de ter matado pelo menos sete pessoas, entre elas uma travesti nascida Gustavo Brandão Aguilar, 22 anos, morta a tiros em março passado na esquina da Avenida Afonso Pena com Rua Piauí, no Bairro Funcionários, na Zona Sul de Belo Horizonte.A polícia localizou Pimpolho na casa de parentes em Guanhães, no Vale do Rio Doce, depois que ele se envolveu em um tiroteio no último dia 28. Com ele foram apreendidas uma pistola PT. 380, munição, dois celulares, dinheiro - com moedas da Nova Zelândia e do Catar – e um Audi A3. ele está preso na penitenciária de Nelson Hungria.


central

Vai rolar beijo lésbico em novela do SBT


O SBT é a “TV mais feliz do Brasil” e vai sair na frente no tão polêmico beijo entre pessoas do mesmo sexo em novelas. Em sua próxima trama, “Amor e Revolução”, que estreia na terça-feira, 5, vai rolar beijo lésbico entre as personagens de Luciana Vendramini e Gisele Tigre.A cena já foi gravada e, segundo o autor, Tiago Santiago, não será cortada e vai ao ar sim. As atrizes não se fizeram de rogadas e já deram um selinho de aperitivo no lançamento da atração, no último dia 23, em São Paulo (foto). A novela que vai ao ar às 22h15 e tem classificação para 14 anos vai ter ainda mais personagens gays e bissexuais, o maior núcleo da diversidade em uma trama da emissora de Silvio Santos.


cio

Assumidíssimo, Ricky Martin agora quer casar


Depois de assumir a relação com o gestor financeiro Carlos González, o cantor porto-riquenho Ricky Martin acaba de manifestar sua vontade em casar com o parceiro. Mas, infelizmente, o fofo vai ter que celebrar essa união longe de casa, pois sua terra natal ainda não reconhece o casamento gay. De acordo com o programa de televisão espanhol El Programa de Ana Rosa, Ricky já está tratando de todos os procedimentos legais para, em breve, poder realizar o casamento no país.


uol

Sobrevivente gay de campo de concentração nazista lança livro de memórias aos 95 anos


Rudolf hoje, no memorial aos homossexuaisvítimas do regime nazista em BerlimRudolf Brazda tem hoje 97 anos e há dois reolveu escrever e publicar suas memórias. Em especial sobre o tempo que esteve no campo de concentração nazista de Buchenwald sob acusação de ser gay.Os homossexuais nos campos de concentração nazistas eram identificados com triângulos rosa, hoje um símbolo do movimento gay. Estima-se que 10 mil homossexuais foram para campos de concentração nazistas. Com a matrícula 7952, Rudolf ficou preso em Buchenwald de 1942 a 1945 sob acusação de “luxuria antinatural”. No livro Triângulo rosa - Um homossexual no campo de concentração nazista (184 p., R$ 48,90), lançamento da Mescla Editorial, Rudolf conta sua história para Jean-Luc Schwab, pesquisador e militante dos direitos dos homossexuais, que acrescenta rigorosa pesquisa histórica ao texto.Em 8 de agosto de 1942 ele foi mandado para Buchenwald. Durante três anos, num lento processo de desumanização, viveu e presenciou todo tipo de atrocidade. Certa vez, escondido sob o telhado, deitado de bruços sob o forro, ele e Fernand, um companheiro de prisão, presenciaram a execução de soldados soviéticos. "Acabamos nos habituando à ideia de morrer a qualquer instante. Não tínhamos medo de morrer e, se fôssemos pegos, poderia ter sido fatal. Ver gente morrendo nos deixava quase indiferentes, pois isso era constante no cotidiano. Hoje, choro toda vez que me lembro desses instantes terríveis, mas na época eu endureci para sobreviver... como os outros", conta ele no livro.Mas Rudolf se mostra um otimista. No trecho final do livro, ele escreve: "Atingi uma idade avançada e vivi mais tempo do que meus irmãos e irmãs, assim como mais do que meus amigos e companheiros de deportação. Passei quase 50 anos com meu querido Edi e hoje ainda consigo sempre satisfazer as minhas vontades sozinhos: faço a comida, as compras, lavo a roupa e arrumo a casa. Se Deus existe, ele foi particularmente bom comigo, porque tive uma vida feliz e plena. E, se eu tivesse de refazer tudo, não mudaria nada, nem mesmo Buchenwald".Triângulo rosa - Um homossexual no campo de concentração nazistaEditora: Mescla EditorialPreço: R$ 48,90 .


cultura gls