VEJA E OUÇA A DEFESA FERVOROSA DO SEGUIMENTO GLS GLBT GLBTT NA VOZ TROVEJANTE DO AMIGO BOCA ABERTA

Loading...
Mande suas críticas e sugestões
amigobocaaberta@gmail.com

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

São Paulo terá atuação anti-homofobia focada em setores


A Frente Paulista Contra a Homofobia realizou na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, na Capital, no último sábado, 29, mais uma reunião, a terceira, com o objetivo de tomar corpo e começar a atuar – uma atuação que deverá ser feita em diversas áreas. E para agir nestes vários campos diferentes, os cerca de 60 militantes presentes no encontro se dividiram em grupos de trabalho específicos, focados em cada pedaço do que é considerado um mosaico de homofobia.Como a violência homofóbica não está apenas nas ruas, como nos casos de agressão na Avenida Paulista em novembro passado, que motivaram a criação da Frente, o novo grupo, suprapartidário, quer atuar sempre se relacionando entre si nas áreas da escola, trabalho, mobilização social, imprensa e relações institucionais e advocacy – que vai ficar responsável pela interface entre movimento LGBT e órgãos do Judiciário, Legislativo e Executivo principalmente. “A rede pode atuar também como mais um ponto para receber denúncias de homofobia”, sugere Franco Reinaudo, titular da Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual (Cads) da Prefeitura de São Paulo. Essas denúncias serão o material de análise de outro grupo de trabalho, o de observatório, que tem como meta fazer o levantamento dos dados da homofobia, organizá-los e trabalhar com eles em busca de soluções para o problema. “Um observatório é importante para analisar a cartografia da homofobia, como se faz hoje em dia com a AIDS, saber onde tem mais casos de violência, quais regiões estão mais violentas,” esclarece Beto de Jesus, do Instituto Edson Néris, completando ainda que “com isso, você tem como dialogar com o Poder Público. Porque sem dados não se faz política pública”.Em uma tarde de bom humor predominante, a Frente definiu como missão enfrentar a homofobia e mobilizar a sociedade para isso, tirar o discurso pelo fim da intolerância do gueto, como foi a repercussão dos ataques que motivaram a criação da Frente. Os diálogos continuam sendo feitos todos os dias, mas por meio da internet. Para participar da movimentação virtual da Frente Paulista Contra a Homofobia é só clicar aqui.
pride

Pastor pede que gays se arrependam para serem salvos por Deus


“Pastor Pororoca do sertão da Paraíba, o homem que falou com Deus” está fazendo um estudo sobre a relação entre a Bíblia Sagrada e a homossexualidade e acaba de divulgar o primeiro vídeo de suas conclusões. É claro que não faltam ataques à homossexualidade, avisos de que os gays são abominações e queimarão no inferno e críticas ao casal de pastores fundadores da Igreja Cristã Contemporânea do Rio de Janeiro, Marcos Gladstone e Fábio Inácio. Em um discurso que beira o circense, o pastor a cidade de Marizópolis usa batidos versículos da Bíblia para tentar provar que ser homossexual é coisa do diabo, todos devem se arrepender. “Se tu é ladrão é perdoado, se é sapatona é perdoado, se é homissexual (sic) é perdoado. Mas se tu morrer assim será condenado”, avisa o pastor com nome de fenômeno natural. É absurdo e interessante.
mix

Parada de Campinas começa a ser estruturada nesta segunda


A 11ª Parada LGBT de Campinas está programada para rolar no dia 26 de junho deste ano – e já começa a ser preparada na noite desta segunda-feira, 31, com uma reunião a partir das 19h na sede e escola E-JOVEM, que fica na Rua José Camargo, 382 - Jardim Nova Europa. Serão discutidos os principais assuntos da manifestação “que está babadeira este ano”, segundo garante a presidente Lohren Beauty.
central

Abertas inscrições para workshop sobre famílias LGBT


Já estão abertas as inscrições para o workshop “Casais e famílias LGBT no contexto terapêutico: expandindo nossas visões de identidade de gênero e orientação sexual”, com o psicólogo norte-americano e professor universitário Jean Malpas, que vai ser realizado entre os dias 13 e 14 de maio, no Rio de Janeiro.O evento vai contar com tradução simultânea e será realizado no Windsor Plaza Hotel, que fica na Avenida Princesa Isabel, 263 – Copacabana. Informações e inscrições no site www.noos.org.br.
central

Capa da Sexy, Núbia Óliver revela: já namorei atriz global


Capa da mais recente edição da revista "Sexy", a modelo Núbia Óliver revelou já ter transado com mulheres. E uma de suas aventuras com o sexo feminino evoluiu para um namoro, que teria sido com uma famosa atriz global e durado um ano. A primeira experiência homossexual da bonita aconteceu nos anos 90, quando ela estava no ar na novela "Tocaia Grande", da extinta Rede Manchete."Eu fiquei com curiosidade. Morava com uma amiga e pintou uma curiosidade, porque ela falava muito e gostava, e sabe aquele pontinho de interrogação? Pintou um dia a curiosidade e eu resolvi experimentar. Estava solteira, não estava pegando ninguém, e nessa de experimentar eu gostei. Fiquei com essa pessoa por um ano", disse em entrevista ao Terra. Segundo Núbia, a tal ex-namorada é hoje estrela de primeira grandeza na Rede Globo.A modelo depois teria ficado com outra atriz, que "fez alguns trabalhos e depois sumiu, não fez mais grandes coisas". Apesar dos affairs, a morena afirma que gosta mesmo é de homem, mesmo reconhecendo que as experiências com mulheres serviram para iluminar sua cabeça.
cio

Natalie Portman ganha prêmio por papel bolachudo


O filme "Cisne Negro", que traz as atrizes Natalie Portman e Mila Kunis em cenas lésbicas, foi um dos grandes destaques do Screen Actors Guild Awards na noite do último domingo, 30. O prêmio concedido pelo sindicato dos atores norte-americanos indicou o longa em três categorias.Destas, "Cisne Negro" abocanhou uma estatueta: a de melhor atriz protagonista para Natalie Portman. A premiação está sendo considerada uma prévia do Oscar, que também indicou a bela Natalie a melhor atriz e "Cisne Negro" a filme do ano.Na ala masculina o SAG Awards foi para Colin Firth, por sua atuação em "O Discurso do Rei".
Outra produção friendly homenageada na noite foi "Modern Family", série protagonizada por três famílias, uma delas gay. Exibida no Brasil pela Fox, a atração foi eleita dona do melhor elenco em seriado cômico. Os deliciosos dublês que tomam lugar dos não menos deliciosos atores de "True Blood" em cenas de ação também ganharam prêmio.
cultura gls

Pai da geração beat, Jack Kerouac escondeu relações gays; leia biografia


“Ofereça às pessoas aquilo que mais desejam secretamente e é claro que entrarão logo em pânico ”**O caderno “Ilustrada” da "Folha de São Paulo"- edição de 10 de Janeiro de 2011 - publicou reportagem com o diretor Walter Salles sobre o término das gravações e da montagem do seu filme “On the road”, inspirado na obra homônima de Jack Kerouac.A data do lançamento ainda não está definida, mas a previsão é de que “On the road, o filme,” fique pronto até o final deste ano ou no início de 2012.**Jack Kerouak - ícone da geração “Beat” ou “Beatnik” - é autor de “On the Road”, obra considerada a “Bíblia Hippie” e escrita durante uma viagem de três semanas pela Rota 66, nos Estados Unidos.O termo “Beat Generation” foi inventado por Kerouac, durante uma conversa com o amigo e colega Herbert Huncke. Na obra, Kerouak rompeu com os padrões literários formais.A Rota 66 (U.S. Route 66, em inglês) era uma rodovia norte-americana do U.S. Highway System. Iniciava em Chicago-Illinois e passava pelos estados de Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, Novo México, Arizona e, ao terminar na cidade de Santa Mônica, na Califórnia, totalizava 3.755 km.O governo americano, reconhecendo sua importância cultural e turística, mantém hoje a "Rota 66 Histórica".O trio Jack Kerouac, William Burroughs e Allen Ginsberg influenciou toda uma geração.Jean-Louis (Jack) Kerouac nasceu no dia 12 de março de 1922, terceiro filho de um casal de trabalhadores franco canadense de Quebec: Léo-Alcide Kéroack e Gabrielle-Ange Lévesque, e só se expressava no dialeto Joual, até ser matriculado numa escola paroquial, aos seis anos.Era um menino sério, católico e muito devoto. A mãe sempre ocupou um lugar importante em sua vida. Mais tarde, confessou que foi a única mulher que realmente conseguiu amar. A morte do irmão mais velho, Gerard, por febre reumática, causou um efeito profundo no jovem Jack. Foi a iniciação na procura do significado da vida e da morte, que se tornou o tema principal de seus escritos, alguns em francês.Em 1939, mudou-se para Nova York e estudou durante um ano na Horace Mann Prep School, aguardando vaga na Columbia University, conseguida por seu bom desempenho esportivo. Um desentendimento com seu técnico de baseball e a fratura da tíbia durante um jogo, causaram a saída da universidade. Tentou a Marinha dos Estados Unidos, mas não passou nos testes psicológicos.Foi aceito na Marinha Mercante e viajou para a Groenlândia, quando começava a Segunda Guerra Mundial.Em 1944, conheceu Allen Ginsberg, Lucien Carr e William Burroughs. Logo depois, Neal Cassady se juntou ao grupo, que formou o núcleo da Beat Generation. Foi com Cassady que Kerouac pegou a Estrada 66. numa viagem de costa a costa. A dupla usava caronas, trens de carga e qualquer outro meio de transporte barato.
cultura gls

sábado, 29 de janeiro de 2011

Justiça do Rio condena à prisão professora que abusou de aluna


A Justiça do Rio de Janeiro condenou na última quarta-feira, 26, a 12 anos de prisão a professora de matemática Cristiane Barreiras, que era acusada de abusar de uma aluna de 13 anos. As duas admitiram o relacionamento e a garota alega que fazia por vontade própria, mas mesmo assim, o juiz Alberto Salomão Junior, da 2ª Vara Criminal de Bangu, condenou Cristiane por estupro de vulnerável. A professora foi presa em flagrante em outubro do ano passado.Sua pena inicialmente será cumprida em regime fechado e foi aumentada pela metade em função "do reiterado e impreciso número de vezes que a prática foi cometida", passando a pena mínima base de oito para 12 anos. O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) afirmou em sua denúncia que Cristiane fez sexo com sua aluna por pelo menos 20 vezes. “A vítima, devido à intensidade do relacionamento vivido, chegou a declarar em juízo que sentia grande amor pela acusada e, por tal motivo, pretendia, à época do namoro, com a mesma viver por toda a vida”, considera o magistrado em sua sentença.Ela foi absolvida da acusação de satisfação de lascívia mediante presença de criança ou adolescente porque não ficou comprovado que outra menor de idade teria assistido as relações entre as duas. O juiz considerou em sua sentença que "a prova oral carreada aos autos é inconclusiva". Cristiane não poderá recorrer em liberdade.
pride

São Paulo busca voluntários para estudo sobre HIV


A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo está buscando 25 pessoas, voluntárias, para testes clínicos de fase 1 de duas vacinas de uma pesquisa internacional de combate ao HIV. Quem quiser participar deve ter entre 18 e 50 anos, ser saudável e não ser portador do HIV. Homens devem ser circuncidados. Todos devem morar na região metropolitana de São Paulo.Uma parceria entre o Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS e a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), o estudo é realizado ainda em Lausanne, na Suíça, e nas cidades peruanas de Iquitos e Lima. Os resultados serão compartilhados com a rede mundial de testes HIV Vaccine Trials Network (HVTN), sediada nos Estados Unidos.Para se inscrever, os interessados devem procurar a Unidade de Pesquisa de Vacinas Anti-HIV, na sede do CRT DST/AIDS, que fica na Rua Santa Cruz, 81 – Vila Mariana. O telefone de lá é o (11) 5087-9915 e o e-mail é o vacinas@crt.saude.sp.gov.br.
mix

Estudo revela diferenças nos cérebros de transexuais



Pesquisadores espanhois anunciaram a descoberta de diferenças no cérebro de pessoas transexuais. Em um artigo publicado na revista "New Scientist", estudiosos da Universidade Nacional de Educação a Distância de Madri revelaram resultados de varreduras feitas nos cérebros de 18 homens transexuais que ainda não haviam começado tratamentos com hormônios. Os dados foram comparados com os de 24 homens e 19 mulheres, apontando que os transexuais têm massa encefálica branca nos mesmos pontos que os homens. O estudo, tido como o primeiro a revelar uma masculinização cerebral em transexuais masculinos, pode vir a ajudar médicos a identificar a transexualidade ainda na infância. Isso daria condições para a descoberta do melhor tratamento a ser aplicado, além de barrar as mudanças físicas típicas da puberdade.
mix

Em menos de dois dias, duas travestis são mortas em Curitiba


A Polícia Civil de Curitiba está investigando os assassinatos de duas travestis mortas nas últimas terça, 25, e quarta-feira, 26. Na terça, os policiais encontraram o corpo de Natasha, nascida João Leandro Rosário dos Santos, 26. Ela estava no canteiro da Avenida Juscelino Kubitschek, Vila Santa Helena, na Cidade Industrial, e foi morta com pedradas na cabeça.Já a vítima de quarta-feira foi morta a tiros no Boqueirão, na divisa com São José dos Pinhais. O corpo foi encontrado por volta das 11h, em meio a entulhos de lixo próximo à entrada do Parque Náutico e à ponte do Rio Iguaçu. Ela estava com a calcinha abaixada até os joelhos e sem identificação. O rosto ficou desfigurado.
central

Obras de filósofo gay ganham coleção no Brasil


Em tempos onde se discute cada vez mais a ação do governo na vida particular dos cidadãos, inclusive em sua sexualidade, a editora Martins Fontes coloca nas prateleiras brasileiras uma coleção de obras do filósofo francês Michel Foucault, morto em 25 de junho de 1984 em decorrência da AIDS. São ao todo quatro livros, sendo que um ainda era inédito por aqui. É a obra “O governo de si e dos outros”, um curso do professor universitário Foucault ministrado em 1983 no Collège de France, em Paris, que é particularmente interessante porque os temas abordados não foram publicados em nenhum estudo durante sua vida. São novas ideias sobre como conviver com outras pessoas, e com os governos, de forma a garantir que todos tenham liberdade.Completam ainda a nova coleção os livros “Os Anormais”, “Em defesa da sociedade” e “A Hermenêutica do Sujeito”, onde faz uma releitura de cânones do pensamento ocidental como Platão, Epicuro e Sêneca. Homossexual assumido, Foucault foi responsável por estudos inovadores ao relacionarem a sexualidade com a sociedade, mostrando inclusive que o sexo é uma forma de poder e domínio. Coleção Foucault:“O governo de si e dos outros”1ª Edição - 2010R$ 68400 páginas“A hermenêutica do sujeito”3ª Edição - 2010R$ 89,90528 páginas“Os Anormais”2ª Edição - 2010R$ 58344 páginas “Em defesa da sociedade”2ª Edição - 2010R$ 89,90288 páginas.
lifetyle

Globo mascara beijo lésbico no BBB11


No programa exibido na última quinta-feira, 27, a Rede Globo praticamente ignorou o primeiro beijo gay do BBB11. Na festa country realizada na quarta-feira, as sisters Diana e Michelly deram um beijo de língua envolvendo olhos vendados e doce de leite. Depois as moças ainda deram um beijo rápido na pista de dança, mas de tudo isso a Globo exibiu cenas encobertas e apenas um selinho.No entanto, na entrada ao vivo antes do início da Prova do Líder, o apresentador Pedro Bial perguntou a Michelly quem havia lhe dado o melhor beijo na noite anterior. Afirmando não ter beijado, mas sido beijada, a sister não pensou duas vezes antes de responder: "Foi a Diana". Bial ainda brincou dizendo que Michelly foi a passiva na situação.
mix

Vida de Elton John vai virar filme


A movimentada vida de Elton John deve ganhar as telonas em breve. Quem anunciou foi o próprio artista, em entrevista à rádio BBC. John disse que o roteiro já está sendo produzido por Lee Hall, o mesmo do sucesso "Billy Elliot".Ainda de acordo com o cantor, o longa não deve seguir a linearidade tradicional de uma biografia, mas apresentar uma versão mais delirante. "Será mais uma fantasia, tipo 'Moulin Rouge'. Minha vida tem sido muito surreal, desde comprar um time de futebol até Deus sabe lá o quê", disse Elton. PolêmicaConfirmado para o primeiro dia do Rock in Rio no Brasil, Elton John está no centro de uma polêmica envolvendo a revista "US Weekly". A publicação estampou na capa de sua mais recente edição a família formada por John, o marido David Furnish e o bebê filho do casal. A rede de supermercados Harps, no Arkansas, censurou a capa e passou a vender a revista com uma tarja. Nesta sexta-feira, 28, o gerente da rede anunciou que a tarja foi colocada por conta de reclamações feitas por alguns clientes, que se sentiram incomodados com a imagem.Mas a empresa acabou recebendo um número maior de manifestações por parte de pessoas que viram a atitude como preconceituosa. A tarja acabou sendo retirada de todos os exemplares vendidos pela rede.
cultura gls

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Trans mineiras vão arrecadar doações a vítimas das chuvas


Para Celebrar o Dia Nacional da Visibilidade Travesti e Transexual, 29 de Janeiro, o Movimento Organizado de Combate à Homofobia (MOOCAH) vai realizar em Contagem na mesma data um ato público, das 9h às 19h, na Praça do Iria Diniz. O objetivo é mostrar que a cidade mineira possui uma população trans que precisa de políticas públicas. No evento, militantes farão pesquisas e abordagens com entrega de preservativos para informar sobre a prevenção das DST/AIDS. O evento vai arrecadar ainda doações às vítimas das chuvas no Rio e em Minas, que serão encaminhadas à Cruz Vermelha.
central

Héteros tiram a roupa em defesa do casamento gay


A associação FCKH8, que luta contra a Proposta 8 que proibiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo na California, lançou um calendário 2011 para levantar recursos para suas ações. O diferencial é que os modelos são todos homens hétero que tiraram a roupa para mostrar apoio aos direitos lgbt. Os calendários, com páginas nas cores rosa, lilás e roxo, são vendidos a 10 dólares pelo site http://fckh8.3dcartstores.com/2011-Calendar_p_36.html
Assista video com making of


Making of Video: FCKH8 "STR8 AGAINST H8" 2011 Calendar from FCKH8.com on Vimeo.
pride

Dois longas lésbicos concorrem ao Oscar como melhor filme


A lista dos indicados à mais uma edição do Oscar foi divulgada em Los Angeles nesta terça-feira, 25, contemplando a comédia dramática “Minhas mães e meu pai” em cinco categorias. Outro filme com um quê lésbico, “O cisne negro” também foi indicado, em três categorias.“Minhas mães e meu pai”, uma história sobre paternidade moderna, vai concorrer ao Oscar nas categorias Melhor Ator Coadjuvante com Mark Ruffalo, Melhor Atriz com Annette Bening, Melhor Roteiro Original e o mais cobiçado de todos, o de melhor filme de 2010.Com uma Natalie Portman bolachuda, “O cisne negro” foi indicado nas categorias Melhor Diretor com Henry King, Melhor Atriz com a linda Natalie e também Melhor Filme do ano.
cultura gls

Lésbica se casa com amigo gay em novo livro de Gisele Joras


Aquela lendária história de um gay se casa com sua amiga lésbica está contada de forma leve e bem divertida no novo livro de Gisele Joras, “Um instante a pulsar na memória” (Espassum Editora). A obra perpassa a história de Rafaela, a narradora, e Gustavo. Ele se casou por necessidade, para se passar por hétero, já ela se uniu a ele por carinho e cortesia. Gisele é autora ainda da novela "Betty, a Feia", exibida pela Record no ano passado. Isso porque a alma da narradora sempre foi livre e não se dobra a pressões sociais. Ela foi criada assim por seus pais ex-hippies e não vê problema algum em sua sexualidade. Rafaela é o fruto da contestação, da revolução, e não poderia ter uma personalidade diferente. Mas essa liberdade não é tão grande assim para seu amigo Gustavo.Ele é filho de tradicionais (leia-se muito caretas) fazendeiros do interior de Minas Gerais. Gente com a cabeça fechada e que não acredita em, e nem quer, mudanças, quebra de paradigmas. O que significa que Gustavo não deve e nem pode se assumir homossexual. Se sua amiga é filha da revolução, ele representa a continuidade de um padrão imposto - e vai tentar se livrar disso sem muitos discurso militante.A saída para a liberdade, para a sexualidade plena, está na amiga e na mentirinha que eles criam. E duas pessoas tão diferentes quando se unem podem provocar muitos choques, mas não é isso que Gisele busca em seu livro. O casamento rola muito bem, obrigado, e cumpre seu objetivo maior de tapar o sol com a peneira. O legal é observar a história pelos olhos de Rafaela. A narrativa em primeira pessoa é pontuada por traços da personalidade da personagem que ora suavizam as situações e ora colocam nelas o peso exato que possuem. Engraçado e leve, o livro é uma boa leitura para quem ainda se sente um pouco reprimido. “Um instante a pulsar na memória” Gisele JorasEspassum Editora197 páginasR$ 34,50
cultura gls

Décadas de 80 e 90 serão revisitadas por gays cinéfilos no Rio


O mundo gay nas décadas de 80 e 90 será o tema da primeira edição de 2011 do projeto CineclubeLGBT, que rola na próxima sexta-feira, 28, a partir das 21h, no Cinema Odeon Petrobras, no Rio de Janeiro. Serão exibidos quatro filmes e em seguida rola festa com o DJ Great Guy.Serão exibidos os longas “Ritos de Passagem” (Sandra Werneck), “Alma de Mulher” (Thereza Jesouroun), o documentário “Chega Mais” (Plus Ultra) e o curta-metragem “Batimam e Robim” (Ivo Branco), com Marco Ricca e André Barros no elenco. Os ingressos custam R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia).Pelo Twitter, @CineclubeLGBT, dá para enviar sugestões de novos filmes e de músicas a serem tocadas na festa de encerramento.Cinema Odeon Petrobras: Praça Floriano, 7 - Cinelândia Tel: (21) 2240-1093
cultura gls

Gayme é o novo programa gay da TV Globo


Se você acha que a rede Globo sossegou com seus seis personagens do núcleo gay de “Insensato Coração”, mais o Julinho e Thales de “Ti Ti Ti”, mais os gays todos do BBB11, mais o seriado “Algo Errado” sobre um ex-gay, se enganou. Outro programa lotado de gays vai estrear na grade da emissora. E no horário nobre. A nova temporada de “Amor e Sexo”, apresentado por Fernanda Lima, terá um bloco todinho dedicado aos meninos que gostam (e transam) com meninos. Chamado de “Gayme”, o quadro não será gravado no estúdio do Projac e nem será apresentado por Fernanda Lima. Trata-se de um bloco independente do programa, gravado sempre em locações e sempre com pessoas anônimas. O quadro terá apresentador próprio e nove episódios já foram gravados. Cada um com um tema específico (tipo Xanadu, Abba...). Dizem que é uma bichice sem fim.
O programa não será mais exibido às sextas e sim às terças.
cultura gls

Gogo-boys que trabalham em clubes gays de Nova York, LA, San Francisco e Chicago ganham livro de fotografias


O fotógrafo norte-americano Craig Seymour percorreu os bares e clubes gays de Chicago, Nova York, San Francisco e Los Angeles e clicou shows, cenas de bastidores e afins para publicar o livro “American Boys”.
cultura gls

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Ministro do Supremo, Celso de Mello confirma união gay como primeiro assunto de 2011



O Ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello, confirmou que a união gay será um dos primeiros temas a ser julgados em 2011, já que a agenda da Corte Suprema está definida. Em entrevista a CRTV ele disse: “um dos primeiros casos a ser julgados em 2011 é o da união civil homossexual, a união civil gay”, assim que a Corte voltar de férias, em fevereiro. O MixBrasil adiantou essa notícia nesta quarta-feira, 19. O caso começou a tramitar no Supremo em março de 2008, apresentada pelo governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral. O relator do processo é o Ministro Carlos Ayres Britto. No texto, Cabral diz que o Código Civil brasileiro reconhece como legítima a união estável entre casais heterossexuais e pede ao Supremo que estenda o mesmo regime jurídico aos servidores do Estado que vivem em “união homoafetiva”. Caso o pedido do governador seja aceito, todos os brasileiros terão direito a registrar sua união em qualquer vara de família do Brasil.O relator do processo Carlos Ayres Britto deve dar razão a Cabral, igualando heterossexuais e homessexuais em direitos, segundo especula-se nos bastidores do Supremo. O Ministério Público Federal manifestou-se favorável ao pedido de Sergio Cabral. A assinatura do termo enviado aos Ministros é da vice-procuradora geral Deborah Duprat. “A negativa do caráter familiar à união entre parceiros do mesmo sexo representa uma violência simbólica contra os homossexuais”, escreveu Deborah, que ainda pede que os Ministros declarem a “obrigatoriedade do reconhecimento, como entidade familiar, da união entre pessoas do mesmo sexo (...) desde que atendidos os mesmos requisitos exigidos para a constituição da união estável entre homem e mulher”. Ela termina seu texto pedindo para que o Supremo declare o pedido de Sergio em “caráter nacional”. O texto faz parte do processo. A Advocacia Geral da União, que é ligada à presidência, também já declarou ser favorável ao pedido de Sergio Cabral, isso é, que considera legitima a união homossexual para “assegurar que a eventual conclusão de procedência do pedido [de Cabral] assuma foro nacional”. Isso significa que o Ministério Público Federal e a Advocacia Geral da União querem que o Supremo assegure que caso os Ministros julguem procedente o pedido do governador do Rio, a permissão da união gay se estenda para todos os brasileiros. :: Ministro do Supremo deve dar parecer favorável em processo que pede a aprovação da união gay.
mix

Casamento gay será aprovado em fevereiro. E é no Brasil. Dilma apóia. Entenda o caso e compre sua aliança


De forma discreta, quase silenciosa, tramita no Supremo Tribunal Federal, o órgão máximo do poder judiciário brasileiro, um processo movido pelo governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral que pede mudanças na lei do casamento para que homossexuais também possam se casar judicialmente. O pedido do governador foi feito em 2008 e é simples: ele pede que os funcionários homossexuais do Estado do Rio possam se casar para que lhes sejam equiparados direitos dados a casais heterossexuais (pensão, previdência, auxílio moradia, financiamentos especiais...). Ao propor tal processo, Sergio Cabral sabia que caso o Supremo aprovasse seu pedido, automaticamente TODOS os brasileiros gozariam da decisão, já que decisões do Supremo são válidas para todo território nacional sem possibilidade de recurso. O pedido está em fase final de conclusão e será votado em plenário no mês de fevereiro. E, melhor de tudo, a chance de ele ser aprovado é enorme.Tudo muito bem explicadinhoO relator do processo é o ministro Carlos Ayres Britto. Ele está finalizando sua justificativa, que terá 32 páginas, sobre o assunto, em suas férias. Sua justificativa será apresentada aos outros ministros do Supremo em fevereiro próximo, assim que as férias da Corte terminar. O texto do Ministro deve ser FAVORÁVEL ao casamento gay. É esta informação que corre nos corredores do Supremo. Se essa informação se confirmar, no texto que o ministro redige atualmente ele irá expor os motivos pelos quais acredita que o casamento gay deva ser permitido no Brasil. É o voto dos outros ministros que decidirá se o casamento passará a ser permitido ou não no país _o voto do Ministro Carlos vale tanto quanto cada um dos outros votantes. Ok, mas vários dos outros dez ministros do Supremo já se posicionaram a favor da matéria em outras ocasiões, como a Ministra Ellen Grace. Além disso, o próprio Ministro Carlos Ayres Britto, conhecido por sua discrição, deixou sub-entendido que o casamento tem grandes chances de ser aprovado no Supremo, já que em decisões recentes e isoladas o Tribunal sinalizou ser favorável à causa. "É um caso em que não tenho prognóstico. Quem sabe teremos uma bela surpresa?”, disse Carlos sobre o assunto. É práxis entre os Ministros não darem entrevistas sobre processos ainda não votados, como é o caso. O que Carlos diz com essa frase faz alusão a dezenas de Tribunais regionais de primeira e segunda instância espalhados pelo país que já permitiram que homossexuais se casassem. Há decisões do tipo em praticamente todos os estados do Brasil, em especial nos estados do Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Essas decisões todas são levadas em conta na decisão dos Ministros do Supremo.Carlos Ayres Britto disse ainda que “se a tese _do casamento gay_ for consagrada, pega todo mundo”. Isso significa que caso o STF julgue procedente o pedido do governador do Rio de Janeiro, eu, você e todos nós poderemos nos casar. Presidência a favorNos bastidores do Supremo a aposta é que a maioria dos ministros siga esse entendimento. E tem mais: o Planalto deu um jeitinho de mostrar-se favorável ao tema: a Advocacia Geral da União, que é montada pela presidência, encaminhou parecer ao STF defendendo a posição do governo FAVORÁVEL ao reconhecimento da união entre pessoas do mesmo sexo. O texto oficial enviado pelo Planalto aos Ministros lembra que a Constituição protege a dignidade da pessoa humana, a privacidade, a intimidade, e proíbe qualquer forma de discriminação. O texto foi enviado em 2009, com Lula presidente. Mas o parecer da AGU que defende a união gay não foi recolhida pela nova direção da Advocacia Geral da União, agora sob comando de Dilma. Vale lembrar, ainda, que o Supremo Tribunal Federal não cede à pressão de nenhuma corrente pública _nem de evangélicos, nem de católicos, nem de grupos gays. As decisões da Corte são técnicas e constitucionais. Isso significa que os grupos contrários ao casamento gay podem espernear a vontade, de nada adiantará.
pride

Portugal suspende casamento gay na embaixada brasileira



O Ministério dos Negócios Estrangeiros bateu o martelo e suspendeu o casamento gay nas embaixadas que ficam em países onde casamento gay não é permitido _isso inclui o Brasil. Por aqui, o consulado português que fica em Belo Horizonte já havia negado uma união entre português e brasileiro, enquanto o Consulado português do Rio de Janeiro permitiu uma união nestes termos. Por ora, com a decisão do governo português, a embaixada portuguesa no Brasil está proibida de realizar casamento gay.O Ministério dos Negócios Estrangeiros determinou por circular enviada a todos os postos consulares, “suspender, até instruções em contrário, os casamentos entre pessoas do mesmo sexo a celebrar em países onde esta modalidade não é legalmente admitida”.Logo após a aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo em Portugal, o mesmo Ministério comunicou aos postos consulares que a celebração de casamentos entre pessoas do mesmo sexo era válida “em Portugal e perante os agentes diplomáticos e consulares portugueses em país estrangeiro, mesmo que ambos os nubentes ou um deles seja nacional de Estado que não admita esse tipo de casamentos”. Essa posição foi revogada agora, depois que diversos postos consulares de Portugal (como o Brasileiro, mas também o de Marselha, por exemplo), se negaram a realizar união binacional.
mix

BBB11: Natália conta experiências com mulheres


Primeiro Lucival, depois Diana, agora Natália. O BBB11 ganhou mais uma revelação com contornos homossexuais na noite da última quarta-feira, 19. Ex-integrante da Marinha norte-americana, Natália contou que já beijou mulheres na balada, apesar de se dizer hétero. "Sou hétero, mas já beijei umas três mulheres, mas só na balada. Não preciso ser lésbica para fazer esse tipo de coisa. Eu fui ver se era a minha, e descobri que não. Já beijei, já fiquei, mas não me atrai", disse a mineira.Em sua descrição no site do BBB, Natália diz que seu jeito é parecido com o de Fani do BBB7 (que após o programa se revelou bissexual). Já sua cabeça seria similar a de Angélica Morango, a lésbica do BBB10.
cio

Rolou beijo lésbico e triplo no BBB11


A Festa Pink do BBB11, na última quarta-feira, 19, teve bafo dos bons com nada menos do que três sisters se beijando na boca – e ao mesmo tempo. A almôndega feminina se formou em plena animação da festa com a quase recém-eliminada Janaina, Talula e Maria, que depois foi se jogar nos braços do carioca Maurício. Fora os três casais já formados na casa - Maria e Mauricio, Talula e Rodrigo e Michelly e Diogo -, a noite de quarta teve ainda a autodefinidamente trisexual Paula fazendo a mais esperta de todas e dançando em cima do gato Cristiano. Pelo jeito a coisa está só começando. No BBB10, Serginho, Lia e Angélica Morango também protagonizaram um beijo triplo.
cio

Discursos sobre direitos gays em Insensato Coração virão da mãezona Louise Cardoso


As bandeiras políticas do núcleo gay da novela Insensato Coração não serão defendidas por nenhum dos seis personagens gays previstos na trama, e sim pela mãe de um deles. É Sueli (Louise Cardoso) quem vai defender seu filho e conscientizar os demais personagens da trama sobre esses direitos. Os discursos mais politizados da novela ficarão a cargo da atriz. Os discursos ganharão corpo e intensidade a medida que seu quiosque, o Rainbow, for inaugurado e ela começar a ouvir dos amigos de seu filho reclamações acerca de agressões verbais e discriminação que passam no dia a dia. Só então ela, que é mãe de gay, percebe como é difícil ser gay (e também divertido, já que ela e os amigos do filho serão bastante cômicos em vários momentos). Mas Louise passa a ser grande “militante” de verdade ao conhecer e começar a namorar o personagem de Cássio Gabus Mendes, que é algo homofóbico. Ela enfrentará o namorado quando ele se mostrar homofóbico e terminará o namoro com ele por conta disso, para ficar ao lado do filho e dos amigos que se reúnem em seu quiosque gay.Tudo isso toma forma lá pelo capítulo 100 da trama de Gilberto Braga e Ricardo Linhares.
cultura gls

Crítica: filme protagonizado por hacker lésbica é um dos indicados a prêmio gay


A Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação - GLAAD, acertou em cheio ao indicar "A Menina que Brincava com Fogo" ao prêmio de melhor filme do circuito comercial. A produção sueca-dinamarquesa é a segunda parte de uma trilogia inspirada nos best sellers da coleção "Millenium", de Stieg Larsson. A trama é protagonizada por Lisbeth Salander, uma hacker lésbica interpretada magistralmente por Noomi Rapace. Se em "Os Homens que não Amavam as Mulheres", primeiro filme da saga, a moça já roubou a cena ao ajudar o jornalista Mikael Blomkvist (Michael Nyqvist) a solucionar uma emaranhada rede de crimes, nesta continuação só dá ela. Tatuada, com visual dark e sempre com um cigarro entre os dedos, Lisbeth se vê obrigada a lidar com traumas e segredos de seu passado cheio de episódios de abusos para ser, mais uma vez, a chave de um mistério que Blomkvist quer desvendar: assassinatos envolvendo um esquema de tráfico de mulheres para prostituição. Fontes que ajudariam o jornalista a escancarar a história aparecem mortos e a hacker logo passa a ser a suspeita número 1 da polícia. Dona de uma coragem sem limites, nervos de aço e alguma frieza, Lisbeth se joga em uma investigação paralela para provar sua inocência. Ela segura a onda mesmo quando sua namorada é capturada pelos verdadeiros vilões. O filme é tenso, intrigante e vale muito a pena. Mas não o assista caso não tenha visto antes "Os Homens que não Amavam as Mulheres", já que as tramas estão bastante ligadas. Dificilmente você vai resistir a ver "A Rainha do Castelo de Ar", último filme da série na versão sueca.Em tempo: Recentemente Hollywood comprou os direitos da trilogia para gravar sua versão dos três filmes. O primeiro já está sendo rodado. Daniel Craig foi escalado para viver o papel de Mikael Blomkvist, enquanto Lisbeth Salander será interpretada pela desconhecida Rooney Mara. A atriz fez um papel secundário em "A Rede Social". A gente acha que a versão hollywoodiana dos filmes é totalmente desnecessária, já que os originais contam com ótimas atuações e não ficam devendo em nada sob aspectos técnicos. De qualquer forma, ficamos na torcida para que Rooney Mara consiga conduzir um papel tão denso quanto o da bravíssima dama de ferro Lisbeth Salander.
cultura gls

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Deputados evangélicos querem barrar kit gay na Justiça _petista defende


A exemplo do que fez com a inseminação para gays, a Frente Parlamentar Evangélica também quer barrar judicialmente a distribuição do material educativo contra a homofobia do Ministério da Educação. Segundo o deputado federal João Campos (PSDB-GO), a assessoria dele já está estudando se existe a possibilidade de propor uma ação no Judiciário e na Procuradoria-Geral da República (Ministério Público).João considera o material “uma cartilha que está muito mais fazendo a apologia do sexo entre crianças e adolescentes do que necessariamente orientando acerca da homofobia, do ponto de vista preventivo, para educar as pessoas”.Defesa Deputado federal, Maurício Rands (PT-PE) saiu nesta semana em defesa do material educativo contra a homofobia que o Ministério da Educação (MEC) vai distribuir nas escolas públicas, o chamado kit gay. Ele considerou a iniciativa positiva e rebateu a Frente Parlamentar Evangélica.
Segundo o deputado, o kit vai contribuir para a construção de uma sociedade “verdadeiramente democrática e mais tolerante” quanto à orientação sexual. Ele alega ainda que “se há uma apologia a comportamentos distorcidos no presente é justamente devido à atitude do sistema educacional, tanto público, quanto privado, que tem tido de fechar os olhos ao bullying homofóbico”.Maurício Rands considera o material educativo importante porque acredita que no Brasil ainda não existe um programa eficaz o bastante que garante direitos iguais. “O Brasil, já no século 21, é um país contemporâneo, grande ator no mundo. Mas, infelizmente, em alguns aspectos, a sociedade brasileira ainda é muito atrasada.”Apelidado como kit gay, o material já foi elaborado e ainda vai passar por avaliação de um comitê de especialistas antes de chegar às cerca de seis mil escolas em todo o País, mas ainda não existe uma data definida para isso.:: A mesma Frente Parlamentar Evangélica quer ver Dilma contra o KIT
(Veja no quadro "Leia Também", ao lado, todas as notícias sobre o Kit Gay do MEC)
pride

RO: Campanha marcará Dia da Visibilidade Trans


O Dia da Visibilidade de Pessoas Trans, 29 de janeiro, vai ser lembrado em Rondônia com o lançamento da campanha nacional “Olhe, olhe de novo e veja além do preconceito”. O evento em Porto Velho conta ainda com apresentação cultural e coquetel para a imprensa e convidados.A campanha vai também afixar banners em 16 unidades de saúde da capital informando sobre a portaria 1820/09 e o 3º principio da carta do SUS, ambos garantindo dignidade à pessoa trans. Participam da iniciativa do Grupo Beija-flor de Vilhena a Secretaria Municipal de Saúde - Coordenação Estadual de DST/AIDS e a Agevisa.
central

Gays protestam por não poderem doar sangue no Piauí


A proibição de homens gays e bissexuais doarem sangue vai ganhar protesto no Piauí no próximo dia 31, Dia Internacional da Solidariedade, organizado pela Liga Brasileira de Lésbicas (LBL) e pelo Grupo Matizes. O objetivo é fazer uma campanha de doação de sangue cadastrando voluntários e mostrando que homossexuais também podem ajudar a melhorar os, sempre, escassos estoques nos bancos de sangue.A campanha “Nosso sangue pela igualdade” vai reunir os voluntários em Teresina durante todo o dia 31, em frente ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Estado do Piauí (HEMOPI), que fica na Rua 1º de maio, 235/sul. Haverá ainda distribuição de folder, camisetas, adesivos e uma campanha virtual pelo Orkut, Facebook e Twitter. Segundo Anísia Teixeira, militante da LBL, a ideia é estimular o gesto solidário de doar sangue e salvar vidas. “Nós conseguimos convencer nossos familiares a irem ao HEMOPI no dia 31 para doarem sangue e também protestar contra a proibição do direito de homens gays e bissexuais exercerem esse ato solidário.”O Grupo Matizes briga na Justiça contra a proibição a “homens que tiveram relações sexuais com outros homens e ou as parceiras sexuais destes”, segundo a Resolução - RDC nº 153, de 14 de junho de 2004, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).
central

Minha mãe achava que eu era gay, diz Schwarzenegger


"Minha mãe achava que eu era homossexual". Quem fez a revelação foi Arnold Schwarzenegger, ator e ex-governador da Califórnia. O motivo da desconfiança era a quantidade de pôsters de halterofilismo que o então adolescente Arnold colecionava nas paredes de seu quarto. Em entrevista publicada pela austríaca "Kronen Zeitung" nesta segunda-feira, 17, o político e astro do cinema disse que sua mãe chegou a procurar um médico para tratar da sua suposta homossexualidade. "A minha mãe ficava preocupada. Uma vez ela pediu ao nosso médico de família que falasse comigo para saber o que estava acontecendo. Ela achava de verdade que eu era homossexual. Não é nada grave, mas para ela era algo inimaginável", disse. Segundo Schwarzenegger, sua mãe não conseguia entender porque ele tinha tantas fotos de homens fortes vestindo sungas minúsculas. O médico tranquilizou a mulher explicando a paixão que o jovem Schwarzenegger sentia pelo fisiculturismo, modalidade que o levou a ser escolhido Mr. Universo em 1970. "Olhe para ele, senhora Schwarzenegger: como esportista seu filho pelo menos não gosta de bebida e de tabaco", teria dito o médico.
central

Saiba como participar da Frente Paulista Contra a Homofobia


Depois da série de ataques homofóbicos na Avenida Paulista, na Capital, o Estado de São Paulo ganhou sua Frente Paulista Contra a Homofobia, que está de portas abertas na internet para quem quiser participar. Para saber de todos os passos, ações, metas e planos do grupo é só se cadastrar na página da iniciativa clicando aqui.
central

Justiça de SP reconhece união estável de casal lésbico binacional


Um casal de lésbicas que não teve seus nomes revelados conseguiu que a Justiça de São Paulo reconhecesse na semana passada sua união estável. Elas precisavam do reconhecimento judicial porque uma delas não é brasileira e precisava de um visto de permanência definitiva no Brasil.Em sua decisão, o juiz Augusto Drummond Lepage, da 2ª Vara da Família e Sucessões de Pinheiros, argumentou que apesar de não haver lei que regule a união homoafetiva, a Constituição autoriza o reconhecimento desse tipo de relacionamento como entidade familiar. “Família não é mais sinônimo de casamento de um homem com uma mulher. Logo, no Estado Democrático de Direito todos têm o direito de se unirem em relações monogâmicas, independentemente da orientação sexual.”O magistrado afirma ainda que “o preâmbulo da Constituição é expresso ao dispor que a sociedade brasileira é fundamentalmente fraterna, pluralista e sem preconceitos, sendo que os princípios da igualdade e da dignidade da pessoa humana, ambos consagrados pelos artigos 1º, inciso III e 5º, inciso I da Carta também impõem uma interpretação ampliativa do texto constitucional a fim de assegurar às pessoas de orientação homossexual o mesmo tratamento legal dispensado aos de orientação heterossexual”.
mix

Ariadna deve sair do BBB11 logo no primeiro paredão. Entenda os motivos


Com uma média de 50% na intenção de votos nas pesquisas dos grandes portais de internet, é praticamente certo que a transexual Ariadna vai deixar o BBB11 logo na primeira semana de confinamento. Ariadna foi indicada pelo líder da semana, Cristiano. Lucival, gay assumido, e Janaína, aparecem com 25% dos votos cada, em média. Cristiano não explicou muito o motivo que o levou indicar Ariadna _apelou para a desgastada desculpa da "pouca afinidade". Bial também não insistiu no assunto. Um dia antes, em conversa com Rodrigão, o mesmo líder Cristiano disparou: “se eu passasse a noite com a Ariadna tinha que jogar um vidro de perfume nas minhas partes íntimas”. Frase hiper ofensiva, convenhamos. Se as pesquisas se confirmarem (e elas sempre se confirmam), Ariadna sairá na noite desta terça-feira do programa. E os motivos desta rejeição do público à transexual podem ser vários.Eu arrisco um palpite: Ariadna é entre todos os participantes a mais misteriosa. Só assumiu sua transexualidade para dois de seus colegas de confinamento na noite desta segunda-feira, quando já estava emparedada. O resto do Brasil todo já sabia da informação, que ganhou capas de todos os portais de internet e de alguns jornais. Ariadna tem olhos tristes, enquanto seus companheiros todos têm olhos injetados de uma alegria sem fim. Ariadna não. Ela é mais contida, fechada (talvez por conter segredos, aos poucos revelados). As poucas e tímidas confissões de Ariadna sobre sua vida mostram um cotidiano de abandono (pela família) e prostituição. Assuntos delicados e “tristes” aos olhos do espectador que tanto aprecia bundas, músculos e cérebros diminutos. - Eu fui garota de programa. Pronto, falei - disse ela na madrugada de sábado para domingo, durante uma festa.- Era estagiária quando conheci uma garota de programa e comecei nessa vida. Meu padrasto me tratava muito mal e quando minha mãe descobriu e falei que era puta, larguei tudo por um grande amor e morro de vergonha do meu passado.- Vocês não sabem como é quando alguém te pergunta qual é a sua profissão. Você fica uns três segundos em silêncio e sente aquela tristeza por dentro.- Eu era garota de programa. Eu estava com muito medo de contar. É uma coisa que não quero mais na minha vida. Eu não queria contar nas primeiras semanas para não me prejudicar.Depois, em conversa com Rodrigo, revelou.- Como você começou a viajar para o mundo inteiro? - ele perguntou. - Comecei pela Itália. Paguei R$ 48 mil a uma pessoa para me levar para lá - contou Ariadna.- Você foi trabalhar como cabeleireira? – retrucou Rodrigo.- Não, eu fui ser garota de programa mesmo. Tudo o que eu consegui foi fazendo programa, não tenho que me envergonhar de nada – devolveu ela. É uma pena a saída de Ariadna do programa. Entre todos os participantes ela parece ter a história mais rica e mais interessante. A maioria dos demais participantes são parecidos: gostosos, animadérrimos e terminam suas frases com u-hu. Não são todos, claros, apenas a esmagadora maioria.Ariadna e sua crise existencial seria um belo contraponto ao reinante quem-vai-ficar-com-quem-u-hu-caraca-mano que assola o programa. Se o público acordar até o fim desta terça-feira...TwiterCresce no Twitter apoio a Ariadna. A atriz Fernanda Paes Leme é uma das que pedem para que Ariadna fique e Janaina saia. A hashtag #ficaariadna está em segundo lugar entre as tags mais populares. O Mix torce para que ela fique.
cultura gls

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Parlamentares evangélicos querem barrar inseminação para gays


A Frente Parlamentar Evangélica promete que vai derrubar a resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) que permite a reprodução assistida a homossexuais. Os parlamentares evangélicos alegam que temas como este deveriam ser mais discutidos e tratados por lei - e não em uma resolução. Presidente da Frente Evangélica, o deputado federal João Campos (PSDB-GO), que é delegado, já se manifestou avisando que “estou providenciando uma proposta de decreto legislativo para suspender os efeitos dessa resolução e recomendei a minha assessoria a possibilidade de alguma medida judicial”.Essa medida judicial só vai ser tomada após a conclusão de um estudo encomendado pelo deputado para saber se há a possibilidade da suspensão. A resolução do CFM foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 6.
pride

Padre ataca Dilma por defender homossexuais


Presidente do movimento denominado Pró-Vida, que luta contra o aborto em todo o Brasil, o padre Luiz Carlos Lódi divulgou na última quinta-feira, 14, pela internet, uma carta onde ataca a presidente Dilma Roussef por seu apoio aos LGBT. Na mesma mensagem, o religioso diz ainda que os novos ministros estariam defendendo a legalização do aborto.Segundo Luiz Carlos, o governo está usando o combate à homofobia e as resoluções do Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH3) como desculpa para ampliar os direitos LGBT. Para o padre, “o governo brasileiro se destaca, desde a ascensão do PT em 2003, por uma campanha ininterrupta e onipresente em favor da corrupção das crianças, da destruição da família e da dessacralização da vida”. Ele diz ainda que “para nossa vergonha, é difícil imaginar, em todo o planeta, um governo que mais tenha investido na construção da cultura da morte”. O texto ataca ainda a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, a nova resolução do Conselho Federal de Medicina e o combate à homofobia nas escolas com o chamado kit gay.Luiz Carlos não poupa palavras sobre o material educativo ao afirmar que “o Ministério da Educação e Cultura pretende forçar as escolas a corromper os adolescentes, apresentando a conduta homossexual como aceitável e a conduta homofóbica como abominável”. Durante o segundo turno da campanha presidencial, a entidade apoiou o candidato José Serra (PSDB) e não Dilma por considerá-lo como um “incêndio limitado”, enquanto a petista seria uma “catástrofe incontrolável”.
lifestyle

Homossexualidade é desordem mental, diz cantor de reggae



Mais um episódio de intolerância vem do continente africano. No centro da polêmica está Blakk Rasta, cantor de reggae popular em Gana. Em entrevista ao site GhanaMusic.com, Rasta classificou a homossexualidade como um distúrbio mental. "Esse conceito de vida não é normal. Todo homem deve fazer sexo com uma mulher, não com homem. Homossexualidade é uma desordem genética ou mental, na minha opinião".
Reprodução
Rasta: homossexualidade é desordemApesar da opinião contundente, Blakk Rasta diz ser contra a violência contra gays. Na visão do cantor, gays e lésbicas são portadores de uma desordem com a qual deve-se ter simpatia. "Eu nunca tiraria a vida de alguém. Nós queimamos homossexuais para limpar a espiritualidade deles, pois o fogo significa pureza. Não é um fogo físico".A Anistia Internacional caiu em cima de Rasta, alegando que suas declarações perpetuam o clima "de discriminação e intimidação contra pessoas LGBT". Outros cantores africanos de reggae já entraram na mira do movimento LGBT mundial por conta da intolerância, caso de Buju Banton e Beenie Man.
central

Grupo LGBT arrecada doações para vítimas da chuva no Rio


Com já pelo menos 540 mortos, a tragédia das chuvas na região serrana do Estado do Rio de Janeiro também está contando com apoio LGBT. O Grupo Arco-Íris está recebendo doações de água mineral, alimentos não perecíveis, colchões/colchonetes, roupas e sapatos, para citar os produtos mais requisitados.As doações serão encaminhadas ao Corpo de Bombeiros da região atingida e podem ser feitas na sede do grupo, que fica na Rua do Senado, 230 - Centro. O telefone é o (21) 2222-7286.
central

Parada de Campinas já começa a ser organizada


Já começaram as movimentações para a organização da 11ª Parada do Orgulho LGBT de Campinas, programada para rolar em junho próximo. No dia 31 de janeiro haverá uma reunião, das 19h às 22h, na sede do grupo E-Jovem, para discutir os principais assuntos da manifestação neste ano. a sede do E-Jovem fica na Rua José Camargo, 382 - Jardim Nova Europa.
central

Prioridade do governo é reduzir homofobia, diz coordenador LGBT


O advogado gaúcho Gustavo Bernardes é figura conhecida no movimento militante brasileiro e um dos principais nomes do Grupo SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade, de Porto Alegre. Ele acaba de assumir a Coordenadoria Nacional de Promoção dos Direitos LGBT e conversou com a gente sobre o quê de mais importante vem por aí.Em entrevista ao Mix Gustavo conta como recebeu o convite para o cargo da ministra dos Direitos Humanos e defende um diálogo maior entre governo e movimento militante, que, para ele, conhece melhor do que ninguém o povo LGBT. Ele não deixa de lado a recente onda de homofobia em São Paulo e promete que o combate à intolerância “será a prioridade da Coordenadoria para o ano de 2011”. Confira:Como surgiu o convite para ocupar o cargo? A ministra Maria do Rosário sempre foi uma grande parceira do movimento LGBT. Portanto, ela sempre acompanhou meu trabalho no movimento social. Quando ela foi convidada pela presidenta Dilma Rousseff para ocupar a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, destacou que a defesa dos direitos LGBT seriam uma prioridade do seu trabalho. Ela me convidou para participar da sua equipe por conhecer minha militância e articulação com o movimento social, o que ela pretende aprofundar no próximo período. Fiquei muito honrado com o convite e encaro a Coordenadoria LGBT como um grande desafio já que ela está entre uma das prioridades da ministra.Como você pretende usar sua experiência como advogado e militante dentro da Coordenadoria?Eu pretendo usar a minha experiência na militância e como advogado no estreitamento do diálogo com o movimento social, com o Legislativo e também com o Judiciário. Hoje temos questões importantes para a nossa população tramitando no Congresso Nacional e no Supremo Tribunal Federal, o que merecerá grande atenção do Governo Federal.Quais mudanças serão necessárias para 2011?O que temos que fazer imediatamente é reduzir a violência contra a população LGBT. Essa será a prioridade da Coordenadoria para o ano de 2011.Quais serão os maiores desafios que a Coordenadoria terá nos próximos anos?Os desafios são inúmeros, mas os principais são o enfrentamento à violência homofóbica, a divulgação do Disque Direitos Humanos - Disque 100, módulo LGBT, e a estruturação e fortalecimento de uma rede de acolhimento e enfrentamento da violência contra LGBT.Muitos LGBT ficaram mais otimistas com a eleição de uma mulher presidente. Você acredita que com uma presidente a Coordenadoria terá mais espaço, mais trânsito dentro do governo? Não só por termos uma presidenta que já disse que os Direitos Humanos serão prioridade no seu mandato, mas também por termos uma ministra historicamente comprometida com a defesa dos direitos humanos da população LGBT. Tenho absoluta confiança que nós teremos muitos avanços nas políticas para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais no Brasil.A Coordenadoria vai atuar na 2ª Conferência Nacional LGBT? Em que sentido?Em parceria com o Conselho Nacional LGBT, vamos organizar e realizar a 2ª Conferência Nacional LGBT, que tem o papel fundamental na formulação de políticas e prioridades para a nossa área e vai pautar nossa atuação nos próximos anos.Como será o diálogo da Coordenadoria com o movimento militante na sua gestão?O diálogo com o movimento social é fundamental para que as nossas políticas estejam sempre atreladas à realidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. O movimento social tem uma capilaridade que permite que ele conheça bastante a realidade da nossa população. Nesse sentido, vamos radicalizar o diálogo com o movimento social e teremos sempre como nosso parceiro o Conselho Nacional LGBT.Como você vê o trabalho da militância brasileira atualmente? É preciso melhorar algum ponto?A militância brasileira é referência no mundo. Tem qualidade e atua de forma qualificada nos espaços de intervenção da sociedade civil. Há pontos que precisamos melhorar, como na questão de convênios e apoios. Precisamos qualificar a comunicação entre a Secretaria de Direitos Humanos e a sociedade civil no que tange às parcerias, deixando claro ao movimento nossos objetivos e limites orçamentários. Queremos ter muita transparência sobre nossos compromissos e também limitações legais. Acredito que a criação do Conselho Nacional LGBT facilitará a comunicação entre Governo e Sociedade Civil nesse aspecto. Qual é o papel da Coordenadoria em casos como as agressões na Avenida Paulista e na Parada do Rio de Janeiro? Pretende ampliar esse papel?A pedido da Ministra Maria do Rosário já estamos trabalhando numa ação para o enfrentamento da violência homofóbica. Pretendemos fazer o lançamento dessa ação ainda neste mês.Existe alguma estratégia ou trabalho sendo desenvolvido para impedir o arquivamento do PLC 122, sem chance de retorno?Estamos buscando alternativas para evitar o arquivamento definitivo do PLC 122, que é fundamental para a nossa estratégia de enfrentamento da violência homofóbica. A SDH vai procurar os parlamentares parceiros da nossa causa para articular que esse projeto siga em frente e seja aprovado, o que significa uma grande vitória ao Brasil.
pride

Ex-namorado de BBB revela detalhes íntimos


Ariadna passava bem antes de entrar no BBB11. A transexual namorou durante seis meses com João Gabriel Marques Silva, moreno gostoso e tatuado de 26 anos. Separados há quatro meses, os dois se conheceram pela internet quando a sister ainda vivia na Itália. No retorno ao Brasil, o relacionamento engatou. O moço já andou dando entrevistas sobre o namoro e disse que nunca ligou para o fato de Ariadna ser transexual. Segundo ele, a participante do reality “tem tudo o que uma mulher tem e ainda melhor”. João não se intimidou nem na hora de comentar sobre as partes íntimas da ex, que teria o satisfeito na cama “mais do que muita mulher”. “A parte íntima dela não tem nada de diferente. É até mais bonita que a de muitas mulheres. E acho que ela tem sensibilidade de uma mulher, sim. Ela operou lá fora. Se ela estava fingindo, ela fingiu muito bem”. João conta que preferiu não ver fotos da época em que Ariadna se chamava Thiago, por considerá-la realmente como mulher. Segundo ele, sua família aceitou a então namorada sem dramas, mesmo sabendo sobre a transexualidade. O bofão disse ainda estar torcendo para que Ariadna vença o BBB. “Ela é uma pessoa meiga, gentil. Sofreu para caramba quando era mais nova. Passou por preconceito de muita gente. Espero que ela ganhe para terminar de fazer a vida dela e ajudar os parentes”
cultura gls

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Governo já recebe denúncias de homofobia pelo Disque 100


Homossexuais vítimas de ataques de homofobia agora têm mais um canal para denunciarem essas agressões. É que, desde o começo deste ano, o Governo Federal ampliou as populações atendidas pelo Disque 100 e agora recebe também ligações de casos de intolerância à diversidade sexual. O Disque 100 era antes voltado apenas a receber denúncias de casos envolvendo crianças e adolescentes. Agora recebe também denúncias de ataques contra homossexuais, idosos e portadores de deficiência.
central

São Paulo vai ter Frente de Combate à Homofobia



A cidade de São Paulo vai realizar mais uma reunião para discutir a homofobia que tem motivado diversos ataques na região da Avenida Paulista, principalmente, e formar sua Frente de Combate à Homofobia em São Paulo. O encontro é na próxima quarta-feira, 12, a partir das 18h30, no auditório da Secretaria de Participação de Parceira (Rua Libero Badaró, 119 (térreo), no centro paulistano.O encontro tem ainda como objetivo definir o nome da Frente e escolher sua estrutura diretiva, além de discutir a campanha “São Paulo na Luta Contra a Homofobia” e definir pauta, cronograma, grupos de trabalho e planejamento estratégico contra a homofobia. A reunião é aberta ao público.
mix

Comediante lésbica defende Oprah Winfrey


Não será tão cedo que a apresentadora Oprah Winfrey se livrará dos boatos de que é lésbica. Pelo menos não enquanto o assunto continuar sendo notícia. Depois que negou ter um relacionamento amoroso com a melhor amiga, Oprah foi defendida pela comediante lésbica Rosie ODonnell.De acordo com a atriz, que concedeu uma entrevista ao canal ABC News, Oprah está sendo verdadeira quando fala de sua sexualidade. “As pessoas não entendem a profundidade das amizades femininas. Tenho a mesma melhor amiga desde que tenho três anos”, disse ela. Rosie ainda disse que é insultante alguém pensar que a apresentadora está mentindo.
cio

Clube Z, famoso nos ano 90, ressuscita, agora na Augusta



O Z Club fez sucesso nos anos 90, principalmente entre as meninas, nos dois endereços que funcionou _em Pinheiros e depois no Itaim.Quase 10 anos depois de fechar as portas, o clube foi reaberto, agora na Augusta. O foco, as meninas, continua o mesmo. São dois andares com capacidade total para 900 pessoas. O clube Z abre às sextas e sábados sob comando dos DJs Mauricio SB e Junior Dub. Se jogue. CLUB Z Endereço: Rua Augusta, 430 - ConsolaçãoTelefone: (11) 2239-8764.
mix

Nova música de Lady Gaga, Born This Way ganhará episódio especial gay em Glee


Será que Glee poderia ser ainda mais gay do que já é? Sim, é claro. No que depender do roteirista Ryan Murphy e da cantora Lady Gaga há muito espaço para o tema na série.Ryan ganhou de Lady Gaga o direito de usar sua nova música, Born This Way, em um episódio especial do programa. A música está pronta mas ainda não foi lançada. Ryan já ouviu a faixa e criou o tal episódio, previsto para ir ao ar em março, logo depois do lançamento do álbum novo de Gaga, que leva essa música como título. O episódio terá o personagem de Karofsky, o homofóbico que assusta Kurt com suas agressões, como protagonista. Vale lembrar que Karofsky é gay enrustido e Murphy declarou que tem carinho pelo personagem.Especula-se que será em tal episódio que Karofsky (Max Adler) vai se assumir como gay. “Adoro que essa música seja uma celebração. Esse programa é otimista por natureza e acho que um personagem como Karofsky poderia se tornar um dependente de pílulas ou álcool e se matar ou fazer algo sombrio”, disse o produtor à Entertainment Weekly. “Mas também amo Max e adoro esse personagem e quero que ele tenha um final feliz. Então ainda não sei exatamente o que vai ser, mas sei que vamos fazer um episódio inteiro sobre essa música”, acrescentou.
mix

Minissérie Aline, da Rede Globo, terá casamento gay na segunda temporada


A segunda temporada “Aline”, que a Rede Globo exibirá no mês de fevereiro, terá um casamento gay. Os personagens interpretados pelos atores Gilberto Gawronski e Otávio Muller, que são donos do sebo onde Aline (Maria Flor) trabalha, vão oficializar a relação.
A minissérie é inspirada nas tirinhas do cartunista Adão Iturrusgarai.
cultura gls

Gays felizes e muita cor marcam trabalho de pintor espanhol


O artista plástico espanhol gay assumido Rafael Perez vem dando um toque diferente à arte contemporânea com suas série “Pintura Primitiva” - ele adiciona a homoafetividade às cenas que retrata a óleo em suas telas. Em quadros coloridos e cheios de vida, ele pinta casais gays e lésbicos em cenas cotidianas, tão normais quanto um passeio pela rua em um dia de sol – com guarda-sol de arco-íris, claro. Longe do desejo carnal que costuma permear as criações artísticas gays, algumas dele, inclusive, Rafael passa à tela um momento atual onde gays e lésbicas podem perfeitamente protagonizarem quadros familiares, não censuráveis. Obras sem apelo erótico ou militante como já visto. Seus personagens surgem como donos do espaço que ocupam, e o ocupam sempre muito bem com muita festa e alegria. Não há tristeza no mundo colorido desta série de Rafael Pérez, somente flores, jardins, nuvens azuis, sol e muita gente feliz.
cultura gls

domingo, 9 de janeiro de 2011

Mickey Rourke será o jogador de rúgbi gay Gareth Thomas no cinema. E vai perder um dente para tal


Mickey Rourke aceitou interpretar o jogador de rúgbi Gareth Thomas no cinema. O jogador galês assumiu há dois anos sua homossexualidade. Segundo o site especializado em cinema IMDb, Mickey irá tirar um dente para tornar mais realista sua interpretação."Mickey tem a intenção de chegar o mais próximo do personagem", confirmou Emanuele Palladino, agente de Thomas.
celebridades