VEJA E OUÇA A DEFESA FERVOROSA DO SEGUIMENTO GLS GLBT GLBTT NA VOZ TROVEJANTE DO AMIGO BOCA ABERTA

Loading...
Mande suas críticas e sugestões
amigobocaaberta@gmail.com

domingo, 26 de setembro de 2010

Ronaldo Esper acredita que eleitorado é composto por senhoras e gays



Mais uma das personalidades da televisão que resolveram se ingressar na política, o estilista gay Ronaldo Esper, 65 anos, que tenta uma vaga na Câmara dos Deputados pelo PTC, declarou ao R7 que seus eleitores são compostos por senhoras e homossexuais. “Quem vai votar em mim é uma faixa do eleitorado que os políticos olham com muito deboche, que são as donas de casa. Quero que essas senhorinhas todas votem em mim, porque aprendi com elas. E acho que vou ter votos de muitos gays, porque sou homossexual e tenho muitos projetos nessa área.”Um dos projetos fala sobre um asilo para homossexuais, e diminuir o tempo de mandato de políticos. “Política não é profissão, não é carreira. Minha proposta é que a pessoa possa ser eleita só duas vezes em cada cargo.”Ronaldo, porém, reconheceu que não teve preparo algum para o cargo. “Meu preparo são 45 anos de alta-costura, que foi quando eu consegui conhecer a fundo a alma do ser humano. Eu, muitas vezes, me envergonhava pelos preços que cobrava por um vestido, sabendo da situação do país.”
mix

Direito de transexuais mudarem documentos ganha enquete no Senado


Enquete do Senado pergunta se transexuais devem ter o direito de mudar documentos
Uma enquete que visa dar direito a transexuais mudar os documentos está no site do Senado. A pergunta é: você é a favor ou contra o projeto (PLC 72/07) que dá às pessoas transexuais o direito de alterar seus documentos incluindo o prenome que usa socialmente?Com quase 5 mil votos únicos computados, a estimativa até o fim da manhã de quarta-feira, 22, é a favor: 54,08%. E contra, 45,92%.
mix

SP: Parada do Orgulho LGBTTS rola em Jundiaí no doming


Localizada na Grande São Paulo, a cidade de Jundiaí promete parar no próximo domingo, 26, com o fervo da 5ª Parada do Orgulho LGBTTS de Jundiaí. A concentração está marcada para começar ao meio-dia, na Avenida União dos Ferroviários, em frente ao Sororoca.A apresentação da festa fica por conta da loira e fervida Umbelina. Neste ano o tema da manifestação pega carona nas eleições e pede: “Homofobia mata - seu voto vale uma vida. Vote consciente!”
central

BA: Ilhéus realiza sua sexta Parada no próximo domingo


O Grupo Eros de defesa da cidadania LGBT na Bahia vai realizar no próximo domingo, 26, a 6ª Parada Gay de Ilhéus. A concentração começa ao meio-dia, na Avenida Soares Lopes, centro da cidade. A caminhada tem como tema o combate à epidemia de AIDS e traz frases como “Use camisinha e evite DST e AIDS”, “Respeito sim, discriminação não” e “É legal ser homossexual”
central

BA: Parada LGBT de Simões Filho será no domingo


A cidade baiana de Simões Filho realiza no próximo domingo, 26, a partir das 14h, a 6ª Parada LGBT de Simões Filho. A organização é do Grupo Gay de Simões Filho (GGSF) e do Grupo de Apoio Integração Homossexual de Camaçari.A concentração para a caminhada começa às 14h no centro da cidade. Neste ano o tema da Parada é “Direitos sim, violência não”. A manifestação tem o apoio do Ministério da Saúde e da UNESCO.
central

Jovens com HIV podem participar de concurso cultural


Ministério da Saúde promove concurso cultural para jovens que vivem com HIV
Vão até o próximo dia 8 as inscrições para que jovens que vivem ou convivem com HIV ou AIDS participem do concurso cultural “Vidas em Crônica”, realizado pelo Ministério da Saúde. O objetivo do concurso é reunir os melhores relatos sobre a epidemia a partir da perspectiva de quem tem entre 15 e 30 anos de idade. O edital de participação está disponível no site www.aids.gov.br/vidas. Os primeiros colocados ganharão um netbook. Serão selecionadas em 20 de outubro as 10 melhores histórias – cinco de cada área. Elas serão adaptadas por um escritor e publicadas em uma revista especializada. Mais informações no www.aids.gov.br
mix

Ana Paula Arósio fala sobre personagem lésbica em vídeo


A atriz Ana Paula Arósio gravou e divulgou um vídeo falando sobre sua personagem lésbica Julia, do filme “Como Esquecer”, baseado no livro “Como Esquecer – Anotações Quase Inglesas, de Myriam Campello), com previsão de estreia para 15 de outubro. No filme, Ana é uma professora de literatura inglesa que tenta reconstruir sua vida e dar a volta por cima após uma duradoura e conturbada relação lésbica com Antônia. Em meio esta trama, ela recebe a ajuda de um amigo gay, interpretado por Murilo Rosa.A direção é de Malu de Martino, a mesma do longa Mulheres do Brasil. As gravações ocorreram no Rio de Janeiro e em Londres.
mix

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Mármore Rosa


CONTO ERÓTICO
Por entre caixas, sacolas, pilhas de livros, Muriel acordou assustada, não reconhecia o local onde estava. Virou de bruços, fechou os olhos e tentou adormecer novamente, julgou estar sonhando. Mas o aviso de mensagem no celular a fez despertar realmente e lembrar que estava em sua casa nova. Olhou a garrafa de vinho ao lado da cama, as duas taças, sorriu... Na mensagem, um lembrete: “Você esqueceu seu anel na galeria! Onde está com a cabeça?”. Era seu amigo Jorge.E o que importava o anel, uma aliança que ela teimava em usar, mas que já não tinha mais significado. Ela já não estava mais aliada a nada.Sentou na cama, observou a luz do sol querendo entrar. Reparou em como tudo naquele quarto era perfeito: as janelas, com vitrais e não simplesmente vidraças, formando desenhos de lírios vermelhos e os detalhes esculpidos na madeira rústica da porta, a cor da parede, o lustre abaloado...Sentiu a cabeça pesar, o efeito do vinho. Sentiu um arrepio a lhe percorrer a espinha, efeito das lembranças da madrugada. Precisava de uma boa xícara de café e de um banho quente.O banheiro também tinha vitrais, com o mesmo desenho, mas eram numa porta que dava para o jardim. Uma porta em arco, uma sacada e o jardim...Muriel sentou-se na borda da banheira, abriu a torneira e enquanto tomava seu café, fixou o olhar na água que ia caindo. Começou a lembrar da noite anterior...Foi a noite de sua exposição, um apanhado de quadros que pintou enquanto morou na Austrália e que, quando mudou para o Brasil, resolveu vendê-los.A noite estava um tanto insípida, ela não sentia nada de especial, nem mesmo vontade de ser sociável com as pessoas que estavam lá só por sua causa. Sua vida estava morna e insípida. Bebia vinho e reparava nas pessoas, suas roupas, as banalidades ditas, os olhares...Era Jorge quem cuidava de tudo, corria de um lado para outro e conversava efusivamente com os convidados. Gordinho, extrovertido, dono de uma gargalhada ímpar e de uma sensibilidade fora do comum, era seu anjo da guarda e percebia que sua amiga não estava bem. Passava, trazia outra taça de vinho, tentava conduzir a situação e foi ele que a atentou para uma convidada inusitada entre os outros.Ela estava parada, olhando o quadro que Muriel mais gostava. Muriel despertou imediatamente de seu torpor e percebeu que a presença daquela moça ali ia contra a toda aquela situação, ia contra ao efeito dos quadros com desenhos gritantes, riscos fortes e setas. A presença dela era suave, seus contornos eram suaves, dignos de uma escultura.Ela estava ali, não tirava os olhos do quadro e Muriel, por sua vez, não tirava os olhos dela. Um perfil perfeito, o rosto delicado, as mechas de cabelo teimando em escapar do gorro de lã marrom... Estava usando um poncho um tom mais claro que o gorro,com detalhes dourados, mas mesmo assim podia-se ver seu corpo... A calça jeans, a blusa decotada...Quando Muriel fez menção de ir em sua direção, ela puxou o gorro e virou-se. Os cabelos então emolduraram seu rosto e caíram sobre os ombros, cabelos claros.A moça então caminhou lentamente em sua direção, esboçava um sorriso familiar, como se a reconhecesse. Parou em sua frente, os lábios entreabertos, prestes a falar alguma coisa, mas os olhos percorriam todo o rosto de Muriel e foram parar também em seus olhos. Um olhar familiar, algo com gosto de alívio, de conforto.- Beatriz... Eu me chamo Beatriz... Você faz esculturas também?Nesse momento, Muriel soltou os braços ao longo do corpo e o anel que usava caiu no chão. Beatriz abaixou-se para pegar e não o devolveu, como esperado, colocou-o sobre o balcão, ao lado da taça de vinho.Muriel fazia esculturas sim, mas há tempos só pintava telas. Não tinha inspiração para esculpir.Sentiu as palavras saírem de sua boca sem comando e convidou Beatriz para ser modelo de sua próxima escultura.Beatriz sentiu-se corar, abaixou a cabeça...- Nunca pensei em ser modelo para uma escultura, acredito que nem tenho perfil para isso, mas precisamos conversar. Se quer me esculpir, precisa saber de mim, não é?Pegou caneta e papel na bolsa e foi anotando seu telefone, mas Muriel não deixou.- Você tem tempo agora? Quero saber de você...- Mas, agora? E a sua exposição? Podemos nos encontrar um dia e...Muriel não permitiu que Beatriz terminasse de falar, chamou Jorge, falou algo no seu ouvido e ele voltou com sua bolsa, uma garrafa de vinho, duas taças e um sorriso maroto.Foram as duas para o apartamento de Muriel. No caminho, não trocaram uma palavra. Beatriz observava Muriel dirigindo, a forma como acendeu o cigarro e seu ar despreocupado procurando uma música no rádio. Às vezes se olhavam e sorriam.Beatriz estava surpresa com sua própria atitude, afinal, fazia as coisas planejadas e nunca entraria no carro com alguém desconhecido. Mas não podia conter, era maior que ela o desejo de estar com Muriel e conversar sobre o que fosse.Chegaram ao apartamento e Beatriz se encantou logo na entrada, o longo corredor que dava para sala, as frases em francês escritas na parede, o móbile com contas azuis na passagem, o chão da sala de tacos cor mogno.Muriel tocou suas costas e disse baixinho:- A bagunça é por conta da mudança, ainda não tive tempo de arrumar, mas a decoração é da antiga moradora, uma senhora um tanto excêntrica. Vendeu o apartamento assim, mas não quero mudar nada.Havia caixas, livros, telas começadas, tudo espalhado pela casa... Beatriz estava achando tudo perfeito.Tomou a liberdade de sentar-se na cama de Muriel enquanto ela abria o vinho.Ao fundo, vindo do apartamento de cima, um som de violoncelo... Muriel sentou-se, entregou uma taça para Beatriz e por alguns instantes ficou a observá-la: Seus olhos, um verde diferente, uma mistura de vários tons de verde que resultavam naquela cor inebriante. A boca delicada, lábios finos e vermelhos como de uma boneca. O contorno delicado do rosto e para finalizar, duas covinhas que apareceram no sorriso desajeitado que Beatriz deu ao perceber como Muriel a olhava.Beatriz então começou a explicar, que entrou na galeria por acaso, que na verdade não foram os quadros que chamaram a atenção dela, a princípio, e sim a própria Muriel, que ela viu pelo vidro da porta de entrada. Que o que chamou sua atenção foi aquela moça sentada, alheia a tudo o que estava acontecendo. Que foi aquela cena que fez com que Beatriz entrasse na galeria e começasse a observar os quadros. Muriel ouvia calada, observava cada gesto de Beatriz, a forma como ela passava a mão pelos cabelos, como o vinho tornava a pele do seu rosto ainda mais rosada... Observou o colo de Beatriz, seu decote que deixava à mostra a curva dos seios e as sardas que ela tinha por todo colo e ombros.- Por que me olha assim, Muriel?- Ora, estou sabendo de você, afinal, vou esculpi-la!Caíram na risada e Muriel sentiu-se incrivelmente à vontade com Beatriz. Contou até de seu último relacionamento, uma etapa traumática, uma pessoa difícil, mas que ela já havia superado.Beatriz também ouvia calada, mas seus olhos se movimentavam num rítimo frenético, querendo observar cada movimento de Muriel. Reparou na pinta que ela tinha pertos dos lábios que tocavam a taça com delicadeza, em seus olhos pequenos e levemente puxados, no nariz afilado.Ambas deixaram-se envolver pela conversa e aos poucos a vontade do contato começou a transbordar. Muriel despertou. E antes que a água da banheira realmente transbordasse, fechou a torneira e mergulhou na água quente. Fechou os olhos e lembrou de Beatriz levantando-se, fugindo do desejo que brotou ali. Esqueceu seu gorro, ficou de voltar na tarde seguinte para combinarem em qual material seria feita a escultura e os outros detalhes.Muriel lembrou e sentiu o cheiro de Beatriz... Uma mistura de fruta e madeira. Saiu do banho, vestiu uma calça jeans e uma bata branca. Entrou no quarto que seria seu estúdio. Um quarto onde já havia um tablado e uma espécie de divã, deixado certamente pela antiga dona.Pensou em mármore, mármore rosa...
dykerama

Marcelo Tas fala sobre sua filha lésbica


Em entrevista à primeira edição da revista masculina "Alfa", Marcelo Tas falou sobre Luiza, sua filha lésbica que hoje mora nos EUA. O apresentador do CQC, da Band, disse ter ficado sabendo da homossexualidade da filha mais velha quando ela ainda era adolescente.Tas contou que fez questão de envolver a escola na questão para que "uma eventual pressão de colegas homofóbicos fosse acompanhada". "A Luiza manifestou essa opção ainda no colégio. Na época conversamos com ela e com orientadores da escola. Foi importante deixar que a escolha fosse dela", disse. Em viagem recentemente feita a Washington, Marcelo Tas conheceu a namorada da filha e ficou hospedado na casa das duas.
dramatica

Ameaçado de morte, diplomata gay saudita pede asilo aos EUA


Um diplomata da Arábia Saudita, assumidamente gay, solicitou asilo aos EUA alegando ter medo de ser morto caso volte ao seu país de origem. Ali Ahmad Asseri, que trabalhava no consulado saudita em Los Angeles, disse ao jornal New York Times que recebeu várias ameaças de morte desde o último sábado, 11, quando o pedido de asilo tornou-se público. Em carta enviada a veículos de comunicação, Asseri diz que funcionários do consulado passaram a perseguí-lo quando começaram a suspeitar de sua homossexualidade. "Minha vida corre grande perigo aqui e se eu voltar para a Arábia Saudita, irão me matar abertamente, à luz do dia. Quero que minha voz seja ouvida e quero que eles saibam que não estou sozinho", escreveu. Segundo o advogado Ally Bolour, o diplomata teve seu posto no consulado sumariamente cortado, além de não conseguir renovar seu passaporte. Bolour disse ainda ter sido contra a ideia de pedir asilo por conta da exposição que a história tomaria. "Ele tem muita coragem para colocar sua vida em jogo dessa forma ao torná-la pública", opina. Na versão da embaixada, Asseri não foi demitido, mas transferido para um cargo em Riad, capital da Arábia Saudita, depois de quatro anos servindo em Los Angeles. De acordo com o porta-voz Nail al-Jubeir, o diplomata nunca se apresentou no novo emprego, mantendo-se "escondido". "Não iremos renovar seu passaporte diplomático por que ele servia à sua posição em Los Angeles, e o cargo não existe mais", afirma. al-Jubeir disse ainda que as consequências que um diplomata assumidamente gay pode encarar "ainda não foram discutidas", mas lembrou que, em geral, a homossexualidade é considerada inaceitável pelo Islã. Espera-se que a resposta para o pedido de asilo apresentado por Ali Ahmad Asseri saia nos próximos dias.
pride

Em debate, candidatos LGBT de SP abordam família e educação


O I Ciclo de Debate LGBT, que apresentou em São Paulo, nesta quinta-feira, 16, "as propostas dos candidatos LGBT para o público LGBT", abordou, entre algumas brigas partidárias e debates sobre o governo Lula, as ações direcionadas às famílias.No espaço da Nostro Mondo, estiveram presentes os candidatos a deputado federal Amaury (PV), Rosana Star (PRB), Márcia Lima (PSB), Fernando Alcântara (PSB), Homero Gomes (PSB) e a única candidata estadual Salete Campari. A drag Leo Aquilla (PTB), que foi anunciada, não esteve presente. Com a mediação de Douglas Drummond, presidente do Casarão Brasil, os candidatos fizeram perguntas entre si (através de sorteio), baseados em alguns temas, também sorteados. Depois foram abertas perguntas para jornalistas e o público em geral.Fernando Alcântara, militar conhecido pelo caso gay divulgado na revista Época, declarou que uma de suas prioridades é investir em segurança. E para acabar com o tratamento homofóbico destinado aos civis gays, quando estes procuram denunciar crimes de homofobia, Fernado disse querer combater as perseguições aos homossexuais nas próprias corporações de segurança.Bastante falante, Salete Campari abordou homofobia, casamento gay e segurança. Ela também defendeu o Partido dos Trabalhadores após uma pergunta de um espectador, dizendo que o governo Lula pouco fez para a comunidade LGBT. A candidata declarou que o grande problema está na bancada evangélica, que impede que as políticas voltadas à diversidade sexual sejam aprovadas. "É por esse motivo que candidatos da própria comunidade devem ser eleitos", defendeu. Um momento engraçado aconteceu na pergunta de Amaury à Rosana Star. O candidato, longe de apresentar uma pergunta sobre a comunidade LGBT, perguntou o que Rosana achava de 80% das crianças de 0 a 3 anos não ter acesso à creches. Espontânea, Rosana Star disse que havia tomado remédio e que não estava se sentindo bem. Ela declarou que estava lá para falar sobre a comunidade LGBT e que responderia apenas sobre a comunidade e sobre as “transex”, termo que ela usa para falar sobre travestis e transexuais. Rosana defendeu ações que visem aceitar a travesti nas escolas, como o uso do nome social.O candidato Homero declarou querer investir em educação para promover a cultura LGBT. E Márcia Lima fez um discurso bem embasado sobre a importância da família. Para a candidata, é necessário um trabalho do governo voltado para a aceitação da comunidade LGBT dentro dos seus próprios lares. Márcia também abordou a questão hormonioterapia, silicone gratuito e a retirada de travestis da prostituição. “É importante saber que muitas não querem sair e, para aquelas que querem, é necessário saber qual a profissão e o curso desejado de capacitação. Afinal, nem toda travesti quer ser cabeleireira.”O debate terminou com o desejo de torcida para que um, alguns ou todos os candidatos LGBT sejam eleitos.
pride

Organizador de Parada russa é expulso do país


Nikolai Alekseev, organizador da Parada Gay de Moscou, anunciou ter sido expulso da Rússia. O militante havia sido preso na última quarta-feira, 15, no aeroporto da capital russa. No dia seguinte Alekseev enviou mensagem de texto à agência de notícias Interfax afirmando que havia sido liberado da custódia policial e convidado a se retirar do país. Ele estaria em Minsk, capital de Belarus. Nikolai, que já encarou várias detenções ao tentar promover a Parada no país, relatou que foi levado do aeroporto russo para um posto policial de uma pequena cidade que ele não conseguiu reconhecer. Lá, foi interrogado e forçado a assinar um documento em que se comprometeria a retirar queixas apresentadas contra a Rússia no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. O ativista havia acionado a corte depois das consecutivas proibições à realização da Parada Gay na Rússia. "Eles foram muito agressivos e ameaçaram dizer coisas ruins a meu respeito às autoridades suíças para que não me deixassem sair." Apesar de tudo, Nikolai anunciou que pretende dar um jeito de manter o protesto contra Yury Luzhkov, prefeito moscovita conhecido pela perseguição aos gays. A manifestação está marcada para a próxima terça, 21, em Moscou.A situação do militante russo está fazendo com que organizações LGBT se mobilizem em todo o mundo. A norte-americana Marriage Equality, por exemplo, mobilizou um grupo para pressionar o consulado da Rússia em São Francisco. Já Ken Coolen, organizador da Parada de Vancouver, disse que é importante enviar cartas às autoridades russas e pedir que governantes locais divulguem notas públicas para que Moscou saiba que o mundo está de olho no caso.
pride

Estreia peça com Paulinho Vilhena e Pierre Baitelli de travestis


Sucesso internacional, a peça Hedwing e o Centímetro Enfurecido estreou nesta quinta-feira, 16, no Teatro das Artes, Rio de Janeiro, e trouxe os atores Paulinho Vilhena e Pierre Baitelli no papel de travestis. Pela primeira vez o musical de John Cameron Mitchell chega ao Brasil, e tem a adaptação e direção de Evandro Mesquita, que garante: “Paulinho e Baitelli viraram travestis lindas.”Para dar vida à trans, Paulinho declarou que o mais difícil foi encontrar o tom certo, dilema que o fez pedir ajudar da namorada, a atriz Thaila Ayala. “O rebolation no palco, a maquiagem e o salto são apenas detalhes para se chegar à essência do personagem. Contei muito com a ajuda da Thaila. Ela acompanhou todo o processo e me apoiou muito, disse.Pierre Baitelli, a outra face da travesti Hedwig, vocalista e líder da banda de rock Centímetro Enfurecido, declarou que se inspirou nos roqueiro andróginos como David Bowie e Mick Jagger, mas principalmente em Juliette Lewis. “Não queria fazer uma travesti caricata. Queria incorporar um homem que realmente quer ser mulher.”A peça agradou o público, entre ele a atriz Fernanda Paes Leme. “Estou chocada e boquiaberta. Nunca esperava ver o Paulinho assim. Foi maravilhoso”. A peça Hedwig e o Centímetro Enfurecido ficará em cartaz no Teatro das Artes, no Shopping da Gávea, quartas e quintas (às 21h) e sextas e sábados (às 23h30), até o dia 06 de novembro.
culturagls

Sacha Baron Cohen será Freddie Mercury em filme


O ator Sacha Baron Cohen deve voltar às telona na pele de um cantor considerado por muitos um símbolo da comunidade gay. O protagonista de "Borat" e "Brüno" está prestes a assinar um contrato para interpretar Freddie Mercury, líder do Queen. O longa, que terá roteiro assinado por Peter Morgan (de "A Rainha" e "A Outra"), deve começar a ser rodado em 2011, aniversário de 20 anos da morte do cantor. Robert de Niro será um dos produtores, ao lado da GK Films.A história deve focar no período de formação do Queen, no começo dos anos 1970, mostrando também a famosa apresentação do grupo durante o Live Aid de 1985. O filme, que ainda não tem título, já reservou direitos autorais de hits do grupo, como "We Are the Champions" e "Bohemian Rhapsody", mas ainda não se sabe se Sacha Baron Cohen cantará ou apenas dublará a voz de Mercury.O projeto tem tantas pretensões que Brian May, Roger Taylor e John Deacon, remanescentes do Queen, criaram uma produtora só para participar das filmagens. E pela primeira vez os músicos liberaram parte da obra do grupo para ser usado um um filme. Em comunicado à imprensa, Graham King, da GK Films, confirmou a história e demonstrou estar entusiasmado com o novo projeto. "O Queen é uma das maiores bandas de rock de todos os tempos e uma marca musical. Freddie Mercury era um artista inspirador, então com Sacha no papel de protagonista, roteiro de Peter e apoio do Queen temos a combinação perfeita para contar a história real por trás do sucesso". Freddie Mercury morreu em decorrência do vírus HIV em 24 de novembro de 1991, aos 45 anos.
culturagls

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Apesar da chuva, Parada de Salvador reúne 500 mil pessoas.


A 9a. Parada Gay da Bahia, que aconteceu neste domingo, 13, reuniu 500 mil pessoas _segundo cálculo da Polícia Militar_ apesar da chuva que insistia em ir e voltar durante toda a tarde. Os organizadores do evento, capitaneado pelo GGB, colocou no trajeto da praça do Campo Grande à Castro Alves dez trios elétricos. Madrinha da Parada, a primeira-dama do estado abriu o evento. "Uma festa que mostra que pessoas precisam entender que todo mundo é igual e tem que ser respeitado. Preconceitos têm que ser quebrados", discursou no alto do trio oficial. O Grupo Gay da Bahia estimou que em um milhão de pessoas participaram do evento, encerrado às 21h.
mix

Transexual piauiense denuncia rede e ganha visto na Itália


Após denunciar uma rede de prostituição na Itália, uma transexual piauiense ganhou visto de permanência e não quer voltar ao Brasil, mesmo com a iniciativa do Ministério das Relações Exteriores para encorajar a volta de brasileiros que vivam em risco no exterior. C.A., de 28 anos, desembarcou de forma ilegal em 2006, levada por uma rede de prostituição. Ela afirma que pagou 12 mil euros, ou seja, cerca de R$26 mil à rede para entrar ilegalmente no país europeu. Ela passou cerca de três anos se prostituindo na Itália, e depois decidiu denunciar a rede às autoridades, beneficiando-se da legislação que concede o visto de permanência no país às vitimas que denunciam quadrilhas de tráfico de seres humanos e redes de prostituição.Após denunciar, ela passou por um período em centro de identificação e expulsão de imigrantes irregulares, e agora foi levada para uma casa de acolhimento temporário. A transexual deve permanecer no local até conseguir emprego e alcançar autonomia financeira. “Estou bem aqui, tenho namorado, estou integrada e até regularizada. Meu sonho sempre foi deixar o Brasil e viver no exterior, principalmente na Itália. Aqui se vive melhor, embora no Brasil não tivesse dificuldades, pois minha família é de classe média”, disse.
mix

Militares gays que sofrem com Don't Ask, Don't Tell viram exposição fotográfica


O fotógrafo norte-americano Jeff Sheng emocionou o mundo no começo deste ano ao publicar o primeiro volume do livro "Don't Ask, Don't Tell". A obra do profissional conhecido pelo comprometimento com causas LGBT traz imagens singelas de militares diretamente afetados pela lei que proíbe o serviço de homossexuais assumidos nas Forças Armadas dos EUA. E agora Sheng está de volta com a segunda parte de seu trabalho. As novas fotos, antes de poderem ser vistas no volume 2 do livro, serão expostas a partir de outubro na Califórnia. Em cada uma das imagens Sheng recorre a um jogo de luz e sombra para esconder, parcial ou totalmente, o rosto do personagem. Para dar nome a cada foto, o artista pediu que cada militar informasse um apelido e algum lugar que lhe é significativo. A intenção é protegar o fotogrado e enfatizar o anonimato."Para mim, essas fotos sublinham o silêncio que permeia o heroísmo de gays e lésbicas militares. As fotografias são sobre homens e mulheres que continuam lutando e servindo, apesar da invisibilidade devastadora que sofrem", diz Sheng.
mix

Candidato ao Senado, Netinho de Paula diz ser a favor do casamento gay


Netinho de Paula, candidato ao Senado pelo PCdoB, falou nesta segunda-feira, 13, sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Participando de entrevista no portal G1, Netinho foi questionado por um internauta e confessou que discorda da sua igreja, a Batista, quando o assunto é união gay.O cantor lembrou que vários países estão tomando decisões pró-gays e que esse deve ser o caminho."Nós do PCdoB e da base aliada de esquerda acreditamos que isso [casamento gay] é legítimo. A pessoa que ama pode escolher com quem quer viver".Para o candidato, o assunto não tem nada a ver com convicções religiosas.
pride

Miss Itália 2010 contou com transexual entre concorrentes


Uma conquista promete alegrar todas as mulheres transexuais do mundo. Isso porque o tradicional concurso Miss Itália 2010, com misses mulheres, teria uma transexual participando entre as mais belas. Apesar de a organizadora Patrícia Mirigliani negar, a imprensa italiana garante que uma das concorrentes é mesmo transgênero. Esse foi o motivo para que a primeira eliminatória, no sábado, 11, fosse líder de audiência no país: com três milhões e meio de espectadores.A participante seria operada, teria todos os documentos femininos e, claro, é linda e extremamente feminina. Apesar disso, e de ninguém saber de quem se trata, não faltaram comentários preconceituosos por conta dos palpites – e não para ver quem seria a nova miss, mas para saber quem era a trans. Alguns suspeitaram da miss Alessia Mancini, que tem 1,84m de altura. Mas ninguém chegou a uma conclusão final, e não foi revelado até o momento quem seria a candidata. Embora tenha lucrado e dado brilho ao evento, a organizadora declarou que, caso descoberta, a miss trans seria expulsa do concurso.
culturagls

Pôster brasileiro com Julianne Moore lésbica é divulgado


Bem recebido nos festival de Sundance e de Berlim, o filme “Minhas Mães e Meu Pai” (The Kids are All Right), com previsão de estreia no Brasil para o dia 12 de novembro, divulgou o trailer e pôster nacionais. Com temática gay, o filme tem Julianne Moore, Anne Bening, Mark Ruffalo, Mia Wasikoska no elenco, e conta a história de dois irmãos adolescentes, filhos do casal lésbico, concebidos através de uma inseminação artificial, por doador anônimo.Ao crescer, um dos garotos quer conhecer o pai biológico e parte em busca desta informação, sem o conhecimento das mães. Desta maneira, Paul é inserido na rotina da família e do casal de lésbicas. A história é dirigida pela americana Lisa Cholodenko, que também dirige as séries The L World, e Six Feet Under.
culturagls

Mostra de Animação da Diversidade Sexual chega a SP e RJ. Mix te leva


Nos próximos dias Rio de Janeiro e São Paulo vão receber a segunda edição da Íris - Mostra Internacional de Animação da Diversidade Sexual, que ao todo conta com 60 filmes em sua programação. As produções, entre micros e curtas metragens, são oriundas de 24 países e foram divididos em 8 programas, sendo cinco competitivos. Um deles é Boy Boy Boys, que trata do universo masculino. Já o programa Mulheres Super Poderosas é composto por produções que focam em mulheres homoafetivas. Outro é o Coisas de Diva, que exibirá animações de conteúdo "transanimado". A lista fica completa com três especiais: um deles dedicado a David Jones, o artista xerox, que utiliza a técnica de animação stopmotion com cópias, recortes e colagens de fotografias homoerótica; outro inspirado no trabalho do ilustrador Alan Nóbrega, que também participa de um bate-papo. As melhores animações exibidas durante a edição 2009 da Íris também ganharam um programa especial. O Mix destaca alguns trabalhos que serão exibidos este ano. Um deles é "Não pise a grama", que conta a história real de J.C., que viciou-se em sexo no Aterro do Flamengo por 11 anos. Outro é o belga "Je te pardonne", no qual dois fortões discutem, lutam, mas depois se perdoam. Gostou? Então concorra a um dos 60 pares de ingressos que o Mix vai sortear, sendo 30 pares para cada cidade. Para participar da promoção envie e-mail com "Mostra Íris" no campo Assunto para irving@mixbrasil.com.br. Não esqueça de informar em qual cidade você quer curtir o festival.Íris - Mostra Internacional de Animação da Diversidade SexualRio de JaneiroDe 15 a 19 de setembroCentro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241)Sessões das 18h às 20h30 (nos dias 15, 16 e 17) e das 15h30 às 20h30 (nos dias 18 e 19)São PauloDe 24 a 30 de setembroReserva Cultural (Av. Paulista, 900)Sessões às 20h e 21h30 (entre os dias 24 e 29) e às 13h e 21h30 (no dia 30)Mais informações: www.mostrairis.com.br
culturagls

domingo, 12 de setembro de 2010

Divã: Sou casada e sinto atração por outras mulheres


“Cara psicóloga, estou com uma dúvida que me persegue há um certo tempo. Sou casada há 8 anos com uma mulher, sei que a amo, porém, sinto grande atração por outras mulheres, isso é normal?”Olá leitoras, essa é uma dúvida de uma paciente minha que, logicamente, concordou que comentasse seu caso.O casamento, seja ele hétero ou homossexual, é uma convenção que adotamos em nossas vidas para nos sentirmos seguras e amadas por outra pessoa. No começo quase sempre a relação é muito boa, pois ambas as partes estão se conhecendo, se descobrindo e as expectativas diante das ilusões imaginadas ainda são somente expectativas, assim, tudo, pode-se dizer, é lindo.À medida em que o tempo passa e a rotina começa a existir nessa vida a dois, o que antes era novidade agora passa a ser comum, e as expectativas quanto ao outro já não são tão extraordinárias. Começa a fase do: "será que amo mesmo essa pessoa?" È aí que todo o questionamento põe em xeque o casamento. Segundo estudos, os dois primeiros anos iniciais de um relacionamento são só “flores”, pois o que predomina é a paixão e esta está diretamente ligada ao desejo sexual; os anos que vêm em seguida são o conjunto das coisas que fazem com que um relacionamento seja visto como amor, ou seja, as afinidades entre ambas as partes, a sintonia e tudo aquilo que promove uma sensação de alegria e bem estar.Às vezes o desejo sexual não é mais o mesmo, pelo simples fato de nós humanos sermos movidos também por novidades, sejam elas também as que encontramos em outro alguém, como um cheiro diferente do conhecido, um olhar, um gesto, uma forma de ser compreendida etc... Como então não sentir desejo por outra pessoa?A realidade é essa: é muito difícil isso não acontecer, pois somos humanos e dentro dessa nossa humanidade existem coisas como instintos, hormônios, desejos, impulsos, que não podemos e não devemos negar.Como então posso falar para vocês e para minha paciente, sem parecer que estou fazendo pouco caso de seu casamento?Acredito de verdade que o diálogo é o melhor caminho para um casal que diz que se ama. Sei que é difícil chegar para o outro e dizer: "estou a fim de outra pessoa". Mas se pensarmos racionalmente, qual é a melhor postura? Dizer ou não dizer, fazer ou não fazer?Tudo depende do como o relacionamento foi estabelecido e do quanto o amor é verdadeiramente baseado em amor e não em posse. Acima de tudo, eu prezo pelo respeito mútuo, e o respeito é feito de verdades, cabem a vocês decidirem as suas, não é?Para terminar, respondo a questão sem perguntar mais nada: Sim, é possível amar, ser casada e desejar outra pessoa.Um grande abraço e até mais!* Regina Claudia Izabela é psicóloga e psicoterapeuta. Se quiser perguntar algo envie email para claudia@dykerama.com.
dykerama

Lésbicas se casam em igreja inclusiva do Rio


No Rio de Janeiro, a Igreja Cristã Contemporânea (ICC) comemorou seus quatro anos na última terça-feira, 7, celebrando o casamento entre Anne Flores, 31, e Kédma Costa, 33. A cerimônia foi realizada junto com a festa da igreja no Clube Monte Líbano, na Lagoa, reunindo caravanas dos Estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.Com direito a cantos de louvor ao Senhor em cima do palco, o casal assinou uma declaração de união estável para oficializar o relacionamento. As duas já estão juntas há sete anos. Elas se conheceram em uma igreja evangélica em Mato Grosso do Sul, onde nasceram, mas que não era inclusiva como a ICC. “Há um ano, os pastores Marcos e Fábio celebraram o casamento deles e fomos madrinhas. Não esperava casar tão rápido”, contou Kedma ao jornal Extra. Agora, as duas se preparam para serem pastoras como os fundadores da ICC, Marcos Gladstone e Fábio Inácio, também casados.
lifestyle

Meu lado gay foi ofuscado, diz candidato à Presidência do Peru


Há algum tempo você leu aqui no Mix que o Peru poderia ter um bissexual assumido candidato à Presidência. Jaime Bayly, 45 anos, encara setores como o da Igreja Católica ao defender abertamente a união entre pessoas do mesmo sexo e direito ao aborto. E o candidato voltou às manchetes na última quinta-feira, 09, ao dizer que seu lado gay está "ofuscado". No programa de TV que apresenta em Lima, Bayly anunciou que Silvia, sua namorada de 21 anos, está grávida. De acordo com o político, Deus quer que ele seja pai, e não presidente, já que seu filho deve nascer em abril de 2011, mesmo mês em que as eleições serão realizadas.Famoso pelas tiradas irônicas, Bayly afirmou: "Não sou gay, não posso ser gay, continuo gostando das mulheres. Conheci Silvia e me apaixonei por ela. Duas coisas me aconteceram: ela me curou da impotência e, ao me apaixonar por ela, meu lado gay se ofuscou". Pai de outros dois filhos, Bayly não perdeu a chance de fazer piada com o episódio: "O salário de presidente não vai dar para manter três filhos", disse. Segundo pesquisas de intenção de voto, ele tem entre 5% e 8% das intenções de voto.
pride

Câmara de Comércio LGBT se reúne na segunda em São Paulo


Próxima reunião da Câmara de Comércio LGBT do Brasil rola na segunda em São Paulo
Na próxima segunda-feira, 13, a Câmara de Comércio LGBT do Brasil vai realizar em São Paulo sua reunião mensal, que rola com o tema “Vamos Tirar o Mercado do Armário”. A ideia é que todas as empresas se envolvam com projetos LGBT, rompendo o preconceito que ainda existe no meio empresarial com a diversidade sexual. O encontro será realizado às 20h30 na Associação GLS Casarão Brasil, que fica na Rua Frei Caneca, 1057 – Cerqueira César. A entrada é gratuita e podem participar todos aqueles que queiram contribuir com ideias construtivas. Mais informações pelo telefone (11) 3171-3739 ou pelo site www.camaragls.com.br.
mix

Trio Metrópole na Parada do Recife terá ex-BBB Serginho


A Parada da Diversidade do Recife, que será realizada neste domingo, 12, contará com presença do ex-BBB Serginho Orgastic. O moço será um dos convidados no fervido trio elétrico do clube Metrópole, que todos os anos é considerado um dos mais animados.O top DJ Paulo Pringles também estará no trio tocando durante parte do percurso. Os residentes do clube pernambucano, como Alex Bloon, Tribemakers e Pax também tocarão no trio. A Metrópole contará ainda com um camarote VIP montado no Hotel Jangadeiro. Quem estiver no espaço vai ter serviço all inclusive e vista privilegiada para a Parada e para os shows, que rolam em frente ao Edifício Acaiaca. A concentração para o evento começa às 10 horas na avenida Boa Viagem em frente ao Hotel Recife Palace.
central

Filme argentino ganha Leão de Ouro Gay em Veneza


O filme argentino "En el futuro" ganhou o prêmio Leão de Ouro Gay do Festival de Veneza, que se encerra neste sábado, 11. Dirigida por Mauro Andrizzi, a produção desbancou favoritos como "Black Swan", suspensa de Darren Aronofsky que foi exibido na estreia do festival. O júri do Leão de Ouro Gay, que elege vencedores com base na maneira como personagens gays são mostrados, consagrou o longa "por mostrar, em episódios curtos, o amor espontâneo e sólido, independentemente se gay ou hétero". Para Marco Busto, produtor da mostra, o filme é "uma história de amor simples, com imenso frescor, um prazer de verdade". O cinema de temática gay vem experimentando uma nova fase na América do Sul. Prova disso são filmes como o peruano "Contracorriente" e o brasileiro "Quanto dura o amor". Justamente por isso, o 18º Festival Mix Brasil de Cinema da Diversidade Sexual, que será realizado em São Paulo entre 11 e 21 de novembro, será focado em produções sul-americanas.
culturagls

Travesti Rogéria banca candidata a Presidenta na internet


Esqueça Dilma, Serra, Marina... A melhor aposta para presidente nestas eleições chama-se Rogéria. Disposta a criticar as eleições – e o horário eleitoral - a travesti lançou vários vídeos na internet como se fosse candidata a Presidência da República.Atriz conhecida e respeitada em todo o Brasil, Rogéria diverte com piadas fáceis, como uma música de campanha que diz: “Candidata sem carão”, “Candidata sem igual, mata a cobra e mostra o pau”. Como uma perfeita política em campanha, ela aparece ao lado de crianças no Cingapura, faz promessas para o povo e diz que é a favor de peruas nas escolas. “É por isso que vou trazer a Vera Loyola”, diz, levando várias crianças para sabe-se lá onde. Em um dos vídeos ela declara: “Chega de escândalo. O único escândalo serão os meus cabelos.” Portanto, assista o vídeo e escolha para Presidente Rogéria. Vote 2424.
culturagls

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Talvez a última vez


CONTO ERÓTICO
- Não estou entendendo... Me explica melhor, por favor...Era uma noite linda de sexta-feira. Fim de inverno, o céu estrelado, e um vento gelado soprava de vez em quando, dando calafrios. Vento que, quando batia em seus cabelos cacheados, criava ondas quase simétricas, que ela tirava do rosto com um gesto delicado das mãos.- Estou confusa, não sei se quero um relacionamento agora.Da sala, vinham risadas altas, de assuntos alheios a nós. Da varanda, eu podia ver o movimento frenético da rua abaixo. O prédio ao lado era todo coberto de ladrilhos marrons. “Bem feio”, pensei.- Não sei se o que estou fazendo é certo. Não sei explicar nada... - ela continuava.
- Bem, eu não entendo, mas também não posso fazer nada. Vou embora...
- Fica. Quero você aqui comigo.
- Não, prefiro ir. Não tem sentido ficar aqui.Ela tocava meu colar, bem próxima a mim. Torturante.Me levou até a porta. Aproximou-se de mim, e tocou meus lábios, de leve. Meu coração acelerou.Lentamente, se aproximou. Beijei sua boca. Carnuda, rosada. Com as pontas dos dedos, tocava seu rosto, seu pescoço, e devagar a puxei pela nuca. Enquanto eu brincava com minha língua nos seus lábios, ela me puxou sutilmente pela cintura. Nossas línguas se entrelaçaram. Um beijo terno, quente, suave... e triste.A encostei no batente da porta. Enquanto nos beijávamos, passei minhas mãos por debaixo de sua jaqueta e arranhei de leve suas costas, ao mesmo tempo em que ela tocava delicadamente meus seios por cima da roupa. Nos olhamos. Nossa respiração estava ofegante.Ela me pegou pelas mãos e me levou ao banheiro. Ninguém da sala percebeu nossa passagem, envolvidos que estavam com a música, a bebida e o papo.Fechou a porta devagar. A olhei, com lágrimas nos olhos, e dei um sorriso. Ela se encostou na parede, e me trouxe para perto. Puxando-me pelo queixo, tocou meu rosto com cuidado, de olhos fechados, com as mãos e os lábios,. Quando senti sua boca perto da minha, a mordi, devagar. Ela deu um suspiro de desejo.Beijei-a com vontade. Queria guardar o gosto de sua boca. Ela colocou as mãos por debaixo da minha blusa e tocou com firmeza meus mamilos, que logo ficaram duros em seus dedos. Tirei sua jaqueta, enquanto beijava e mordia seu pescoço. Ela gemia, e estava toda arrepiada.Sacamos nossas blusas com pressa. Levantei seu top e passei a língua no seu colo, descendo até os seios, enquanto abria o zíper de sua bermuda. Coloquei minha mão dentro de sua calcinha, sentindo-a totalmente molhada, e a toquei ao mesmo tempo que chupava seus mamilos, louca de desejo.Ela envergou o corpo para trás, estonteante.Eu brincava com seu grelo, enquanto a beijava, lambia, mordia, até que ela colocou sua mão sobre a minha.- Fica aí, não tira... Mas fica parada.Levantou minha saia, e colocou sua mão em mim. Prendi a respiração. Ao sentir-me enxarcada de tesão, deu um gemido baixinho. Passou a me tocar com vontade, enquanto eu continuava com minha mão parada sobre seu grelinho. Olháva-mos nos olhos uma da outra, ofegantes, enlouquecidas.De repente, ela me penetrou. Seus dedos iam e vinham, enquanto a palma de sua mão roçava em meu clitóris. Instintivamente, voltei a tocá-la, e passamos a rebolar de forma quase sincronizada. Sem conseguir segurar, gozei, gritando alto. Na sala, a conversa, a música e as risadas continuavam. Tirei minha mão de dentro de sua calça, e nos abraçamos com carinho.A olhei séria. Ainda a queria.Nos beijamos. Lentamente, mordisquei seu queixo, seu pescoço, seu colo, e fui descendo até ficar de joelhos. Tirei sua bermuda e sua calcinha, a olhei, e ela deu um sorriso safado e lindo.Passei meus lábios em sua buceta, que escorria de tesão. Toquei-a devagar, enrolando um pouco para fazer o que ela tanto queria. Eu podia sentir sua respiração ficando cada vez mais alta.Fui até o vaso e abaixei a tampa:- Vem cá – eu disse.Ela se sentou, ajoelhei-me de frente para ela e, apoiando seus pés na parede atrás de mim, abri sua pernas, a deixando totalmente exposta.Passei minha língua em sua buceta, de baixo para cima, devagar, até chegar no seu grelinho, que já estava durinho depois de tanto tocá-lo. Ela cravou as mãos em meus cabelos, e me puxou para ela. Mas eu queria torturá-la um pouco, e continuei fazendo tudo muito sutilmente, sem nenhuma pressa, indo e vindo com minha língua do cuzinho até o clitóris. Ela gemia baixinho, rebolando o quadril para frente e para trás.- Ai, isso é tortura! - ela disse, com sua voz rouca.Sorri e então, finalmente, passei a chupar e passar a língua em seu grelo. Ela pressionava a minha cabeça, e eu pude sentir seu corpo contraindo todo. Seus gemidos ficavam cada vez mais altos, mas continuei, enlouquecida e indiferente às pessoas na sala.- Ai, não para que vou gozar – falou baixo. Eu estava quase gozando também.Sem parar de chupá-la, coloquei dois dedos em sua buceta. Ela emitiu um grito oco, seu corpo se contorceu e então pude sentir as pulsações de seu gozo. Mas, mesmo com ela trêmula e me pedindo que parasse, continuei chupando-a, de forma mais leve, pois eu queria gozar com seu gosto em minha boca. Ela gozou rapidamente, linda, juntamente comigo.Exausta, apoiou as pernas em meus ombros. Tirei meus dedos de dentro dela devagar, e subi beijando desde sua barriga até sua boca.- A gente é louca – falei.Ela riu: - Totalmente.Nos olhamos com tristeza. Me levantei, recolhendo minhas roupas pelo chão, e fui lavar meu rosto na pia. Nesse momento, ela se levantou e me abraçou por trás.Nos fitamos pelo espelho, e ficamos assim por alguns instantes, até que me virei.- Preciso ir, vai ficar tarde.- Eu sei.Esperei ela se recompor, para então sairmos do banheiro.Ao chegarmos na sala, todos nos olhavam como quem percebeu tudo, mas prefere fingir que nada aconteceu. Me despedi rapidamente, e ela me levou até a porta de entrada. Demos um selinho carinhoso, e caminhei até o elevador. Ela ficou me observando parada na porta.Encostei na parede, e continuamos nos olhando.- Chegou – eu disse, apontando para o elevador e fingindo sorrir, mas tentando segurar o choro – Se cuida, tá?- Você também - ela disse.Desci, com meu coração já apertado de saudades.
dykerama

Noite de Salvador é sacudida por denúncia de homofobia


A Platinum Produções, que há um mês realizou uma edição da Noite Preta em Salvador, está sendo acusada de agredir frequentadores homossexuais. De acordo com a denúncia, em 07 de agosto, homossexuais que assistiam a um show da cantora Preta Gil no Cais Dourado foram gratuitamente agredidos por seguranças contratados pela organização do evento. Uma queixa-crime foi apresentada pelo engenheiro Eduardo Gomes, segundo o qual vários de seus amigos foram violentamente levados para os fundos da casa de espetáculo. Gomes, que registrava tudo com uma câmera, diz ter sido agredido com palavras como "viado safado e sem vergonha, descarado, vagabundo". Ainda de acordo com a queixa-crime, os seguranças tentaram se apoderar da câmera, sem sucesso. Eduardo Gomes contou ainda que, quando procurado, o organizador da festa Carlos Ronei Carvalho de Melo riu da situação, ignorou as arbitrariedades e disse que "isso é o que acontece com viado nessa terra. Local de viado não é aqui não. Quem mandou dar o c...? É melhor vocês irem embora por as coisas ainda podem piorar".A advogada Ana Carolina Landeiros, que defende Eduardo Gomes, disse à esta reportagem que a queixa-crima apresentada diz respeito a injúria, ameaça e agressão supostamente sofrida pelo grupo. "O promotor responsável pelo caso entendeu que há indício de crime e enviou o caso para a central de inquéritos", diz a advogada, que planeja entrar com ação indenizatória por danos morais, além do requerimento já apresentado para embargo da próxima festa da Platinum. Procurada pelo Mix, Cintia Sampaio, uma das sócias da Platinum Produções, atribuiu à concorrência o que classificou de "farsa". "Esta é uma tentativa de uma mídia paga de denegrir a imagem de uma festa que já é feita pelo público GLS há quatro anos. Todo mundo que está envolvido nisso vai ter que se explicar na Justiça", garante Cintia. Segundo a empresária, realmente houve uma confusão, mas não gerada por homofobia. Ela conta ainda que se encontrou nesta semana com o suposto pivô da briga, que teria reconhecido que foi expulso da festa por estar jogando cerveja nas pessoas. "Ele também é contra toda essa armação", disse a produtora. Sobre a possibilidade de embargo de sua próxima festa, Cintia afirma que o Promotor de Justiça, Cícero Ornellas, Coordenador do Grupo de Atuação de Combate à Discriminação - GEDIS, deu parecer considerando que o embargo não se justificaria, já que não há nada "que desabone sua boa conduta ao longo desses 4 anos de existência, numa produção essecialmente realizada para o público GLBTT".
pride

Salvador e Recife terão Parada Gay neste domingão


Tem Parada Gay em Salvador e Recife neste domingo


Duas das maiores Paradas do Brasil rolam neste domingo, 12. Salvador e Recife farão seus eventos em horários aproximados. A 9ª Parada de Salvador acontece no Campo Grande, sentido Castro Alves. A concentração começa às 11h e o desfile em si só sai às 15h. Como baiano adora uma festa, a Parada de lá está marcada para terminar só às 22h.Já a Parada de Recife espera reunir 200 mil pessoas na orla de Boa Viagem. A concentração será em frente ao Edifício Acaiaca e começa às 9h da manhã. A partida acontece às 12h30 em frente ao Recife Palace Hotel. Serão nove trios elétricos, incluindo o poderoso da Metropole.Se joga gato.
mix

Livro brasileiro investiga o universo da série The L Word


O conceito e o impacto social da série “The L Word”, exibida no Brasil pelo canal pago Warner (terças, meia-noite), ganhou uma análise da jornalista mineira Adriana Agostini. O resultado deste trabalho é o livro “Lésbicas na TV: The L Word” (Editora Malagueta), que ganha lançamento no próximo dia 11, a partir das 11h, na Livraria Scriptum, em Belo Horizonte. Em sua obra, a jornalista nascida em Juiz de Fora livro faz uma análise conceitual e social da identidade lésbica e o impacto da série televisiva, que é a primeira do mundo a ter protagonistas lésbicas e a abordar a homossexualidade feminina de maneira aberta. A autora foca a trajetória de cinco personagens para mostrar que as lésbicas não são todas iguais, muito pelo contrário. “Lésbicas na TV: The L Word” é uma busca para entender como a série conseguiu criar e manter ao seu redor uma rede social virtual de lésbicas jamais vista, que se formou durante a exibição da série em fóruns virtuais para debater temas relativos à própria sexualidade. Dá pra comprar clicando aqui. “Lésbicas na TV: The L Word” -


Adriana AgostiniEditora: Malagueta240 páginasR$ 35Lançamento em Belo Horizonte11 de setembro - a partir das 11 horasivraria Scriptum: Rua Fernandes Tourinho, 99, Bairro de SavassiTel.: (31) 3223-1789
cio

Thammy Gretchen se casa em São Paulo


Thammy Gretchen agora é uma mulher casada. A cerimônia de casamento entre a moça e Janaína Cinci foi realizado na última semana em São Paulo. Thammy e Janaína já haviam namorado, mas se separaram. No meio tempo, a filha da cantora Gretchen namorou outra garota, mas a relação não deu certo e ela terminou voltando para a ex. Conduzido por um mestre de cerimônias, o casamento contou com uma emocionada Thammy usando terninho branco, enquanto Janaína usou vestido branco, véu e grinalda. Os cerca de 30 convidados receberam copinhos e canudos para jogar bolhas de sabão nas moças.Versos de Carlos Drummond de Andrade fizeram parte da cerimônia, que teve ainda homenagem aos pais das noivas. Gretchen não compareceu ao evento.
cio

Ex-RBD assumido fará shows no Brasil em setembro


Christian Chávez, cantor mexicano que fez parte do RBD e assumiu publicamente sua homossexualidade, confirmou a realização de dois shows no Brasil este ano. As apresentações rolam em São Paulo no dia 19 de setembro e no Rio de Janeiro em 22 do mesmo mês. Em sua turnê Libertad, Christian apresenta composições de "Almas Transparentes", seu primeiro álbum em carreira solo. O trabalho traz dez canções, sendo quatro compostas pelo ex-RBD. Uma delas, batizada de "Quiero Volar", é "um hino à liberdade", como diz o artista. As outras se dividem entre cover dos anos 90, baladas sobre amores não correspondidos e amizade com fãs. Christian Chávez saiu do armário em 2007, quando ainda fazia parte do RBD. Tempos depois ele contou porque resolveu falar publicamente sobre sua sexualidade. "Lembro que uma prima do meu ex-marido postou as fotos no seu Hi5, eu estava apenas começando no RBD, e jamais imaginamos que essas fotos cairiam em mãos erradas", revelou em entrevista. Christian Chávez - Libertad TourSão Paulo19 de setembroHSBC Brasil (Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antonio)Rio de Janeiro22 de setembroVivo Rio (Avenida Infante Dom Henrique, 85 - Centro)
cultura gls

Psicólogo lança no sábado livro que investiga o gay na infância


O psicólogo especialista em sexualidade João Pedrosa lança em São Paulo no próximo sábado, 11, no shopping Frei Caneca, seu segundo livro: “Garoto Rebelde – Surgimento da homossexualidade na criança”. Com um nome autoexplicativo, a obra sustenta que a atração por pessoas do mesmo sexo pode também ser estimulada pelo ambiente onde vivemos.O nome do livro já é um pequeno resumo do conteúdo que o leitor vai encontrar. Garoto rebelde é uma alusão aos meninos, hoje homens gays pesquisados na obra, que já foram crianças. João mostra como desde pequeno o homossexual, no caso o grupo pesquisado, pode se rebelar contra a heteronormatividade e viver plenamente seu desejo.O lançamento rola no restaurante Oásis, no shopping Frei Caneca (Praça de Alimentação 2º piso), no dia 11, das 18h às 21h. O shopping Frei Caneca fica na Rua Frei Caneca, 569 – Cerqueira César.
pride

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Atriz pornô quer fazer você votar com muito prazer


Para aqueles eleitores que não gostam muito de meter o dedo onde são obrigatoriamente chamados existe uma opção de votar com muito prazer. Pelo menos é o que promete mais uma candidata inusitada das Eleições 2010: a atriz de filmes adultos Cameron Brasil, dublê (oi?) da Cameron Diaz. “Vote na liberdade. Vote com prazer. Vote na verdade.”O número não poderia ser diferente: 1969, 19 por causa do partido dela, o Partido Trabalhista Nacional (PTN), e 69 porque, ah, você sabe muito bem né? No vídeo que você confere abaixo, ela usa tudo o que aprendeu em frente às câmeras para conquistar o voto do eleitor paulista ao lado de colegas de partido como Mulher Pêra e Maguila. Quem disse que horário eleitoral é chato está vendo os candidatos errados.
pride

CCBB de São Paulo debate a diversidade sexual no dia 18


O Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo vai discutir neste mês vários tipos de diversidade, inclusive a sexual. O ciclo de debates “Diversidade em Destaque” é realizado entre os dias 14 e 19 de setembro e vai focar suas discussões na diversidade sexual no próximo dia 18, a partir das 15h30.Para falar sobre o mundo colorido, os convidados da mesa “Preconceito e os integrantes da comunidade LGBTT” são o titular da Coordenação de Políticas para a Diversidade Sexual do Estado de São Paulo, Dimitri Sales; a ativista trans Claudia Wonder; a pesquisadora colaboradora do Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero da UNICAMP Regina Facchini; e Alexandre dos Santos - presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.Cada debate dura duas horas e a entrada é gratuita. Centro Cultural Banco do Brasil: Rua Álvares Penteado, 112 - Centro Informações: (11) 3113-3651 / 3113-3652www.bb.com.br/cultura.
pride

Búlgaro vai mudar de sexo para ser Lady Gaga


Muitos gays falam que querem ser Lady Gaga, brincando um pouco, claro, mas o búlgaro de nome pura piada pronta Penio Daskalov, 24, quer mesmo ser a diva. Ele planeja fazer uma transgenitalização e as cirurgias plásticas que forem necessárias para realmente ser igual à cantora.À imprensa de seu país, ele disse que “realmente admiro a forma como ela se inventou, então quando eu fizer as minhas operações eu não serei nem muito homem e nem muito mulher”. Mas essa quase obsessão (quase?) tem uma explicação plausível: como você vê na foto ao lado, ele trabalha como cover de Lady Gaga, por isso as mudanças seriam tipo um investimento em sua profissão. Penio ficou mais ou menos famoso por ter participado do Big Brother da Bulgária e ter enganado todos os participantes dizendo que era uma mulher. E ele já sonha com os resultados da transformação: “eu já falei com o agente dela e disse o que vou fazer e o quanto eu gostaria de gravar um dueto com ela”. Se a moda pega vai ser bafo.
dramatica

Victoria Beckham sai carregada de festa em Londres


Vic se joga no colo da amigaTem gente querendo roubar o posto de troublemaker de Amy Winehouse, é, surpreendentemente, a mais elegante das Spice Girls: Victoria Beckham. A fofa foi flagrada pelo tabloide britânico "Daily Mail" saindo carregada de uma festa.A Posh Spice se jogou sem medo do dia seguinte em uma festa em Londres no último domingo, 5, ao lado atriz Eva Longoria, atriz de "Desperate Housewives", e o chef Gordon Ramsay, que estava com a mulher, Tana. No mês passado, ela quase não conseguiu viajar na Europa por causa de uma ressaca gigantesca. Qual seria o motivo da embriaguez na rua se ela tem um marido daqueles em casa?
dramatica

Em seis meses, Cidade do México realiza 400 casamentos gays


Maioria dos matrimônios homoafetivos da capital mexicana foram entre homens.
Desde que a Cidade do México passou a reconhecer o casamento gay, há seis meses, quase 400 casais formados por pessoas do mesmo sexo contraíram matrimônio. A informação foi dada nesta semana pelo governo da cidade. Ainda de acordo com as autoridades, 53% dos 398 casamentos gays realizados foram entre homens, enquanto 47% foi entre mulheres. As informações dão conta ainda que a grande maioria dos casados tem entre 30 e 40 anos.
mix

Parada de Florianópolis reúne 100 mil


No último domingo, 05, Florianópolis recebeu a edição 2010 de sua Parada da Diversidade. De acordo com a Polícia Militar, o evento reuniu cerca de 100 mil pessoas. Ao todo, onze trios elétricos guiaram a multidão na avenida Beira Mar Norte, local escolhido para receber o evento, que este ano levou às ruas o tema "Abraçando a Diversidade".Além de comemorar o primeiro ano de vigência da lei que criminalizou práticas homofóbicas na capital catarinense, a marcha serviu para cobrar o comprometimento efetivo de políticos com leis que beneficiem o segmento. Diversos candidatos a cargos nas eleições de 03 de outubro marcaram presença na Parada. O ex-vereador Tiago Silva, assumido, chamou atenção para necessidade do reconhecimento legal das uniões homoafetivas: "Quero casar aqui, na minha cidade e não admito ter que ir à Argentina para fazê-lo. Estamos aqui para celebrar o amor".
central

Foz do Iguaçu realiza seminário sobre homossexualidade


Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu vai discutir homossexualidade e direitos humanos
Por meio de seu Programa Municipal de DST/AIDS e Hepatites Virais, a Secretaria Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu realiza no próximo dia 25 o II Seminário Municipal sobre Homossexualidade e Direitos Humanos. O evento começa às 8h30, no Hotel Foz do Iguaçu na Avenida Brasil, 97, no centro da cidade.As inscrições estão abertas e podem participar profissionais da Saúde, membros da comunidade LGBT e comunidade em geral. Elas podem ser feitas até o próximo dia 20 pelo e-mail cidadanialgbt2010@yahoo.com.br.
mix

domingo, 5 de setembro de 2010

Jogador de futebol é impedido de voltar ao time por ser gay


O jogador de futebol Yoann Lemaire, que há 14 anos atua no time francês Chooz, está sendo vítima de homofobia por parte de sua própria equipe. Homossexual assumido, ele foi rejeitado pelo clube, que usou a orientação sexual do atleta como justificativa. O imbróglio começou em 2009, quando Lemaire decidiu se afastar do Chooz depois de ser destratado por alguns companheiros. Na época câmeras de televisão chegaram a flagrar os jogadores insultando Lemaire em alto e bom som. Ainda assim, o atleta tentou voltar ao time para participar da temporada 2010, mas foi impedido. Segundo o clube, a atitude tem o objetivo de "evitar novos incidentes". Demonstrando não ter muitas forças para lutar contra o preconceito dos gramados, Yoann Lemaire disse que ainda não decidiu se levará o caso à Justiça. "Ir aos tribunais para quê? O que eu queria é que o ministério, a federação e o Paris Foot Gay, o clube de futebol homossexual da capital, trabalhem juntos contra a homofobia. Eu só queria jogar futebol com meus amigos", lamentou.O Paris Foot Gay já anunciou que irá levar o caso aos tribunais.
lifestyle

Lady Gaga vai cantar com Yoko Ono em Los Angeles


Depois de gravara ao lado de David Bowie, Lady Gaga vai encontrar outro ser humano (?) bem inusitado, a quase sempre não muito bem entendida Yoko Ono. A viúva de Lennon convidou a diva para se apresentar ao lado dela em um show em Los Angeles, no dia 2 de outubro.A participação de Lady Gaga ao lado de Yoko Ono promete ser bem mais do que um cenário de filme surreal, é a reunião da Plastic Ono Band - grupo formado por Yoko e John Lennon em 1969 que se apresenta também no dia 1. A direção dos shows é de Sean Lennon, filho de Yoko e John e também cantor e compositor. Os ingressos custam US$ 150.
central

Sites descobrem: namorado de Calvin Klein foi ator de filme pornô


Bomba no mundo da moda. Sites gays americanos descobriram que o modelo Nick Gruber, apresentado como namorado do estilista Calvin Klein, de 67 anos, foi ator de filmes pornográficos até pouco tempo.Usando o nome Aaron Skyline nas produções adultas, Nick está um pouco diferente dos atuais anúncios de underwears da CK. Isso porque, após mudar de vida, ele colocou botox no rosto, cirurgia de correção nos dentes e lentes de contato.De acordo com o site Wednesday, o modelo atuou em filmes solos, héteros e gays até o ano passado. Em uma das chamadas, no ensaio feito na mata para o NextDoorMale, dizia: “Sim, ele vai chutar o seu traseiro.”Hoje, aos 20 anos, o modelo posa todo lindo para o fotógrafo Rick Day. Beleza, sexy appeal e fotogenia ele tem.
dramatica

O casamento com a melhor amiga


Depois de tantos namoros terminados, depois de tantas vezes ter o coração partido, finalmente cheguei à fórmula do casamento perfeito. A chave da felicidade é definitivamente casar com uma grande amiga. Ontem à tarde...- Monstro?- Oi meu amor.-Meu amor nada, eu vou matar você!- O que foi que eu fiz dessa vez meu Deus?- Você deixou o tapete solto no varal! Caiu tudo na minha cabeça! Eu estava pronta para sair com a minha namorada!- Desculpa monstrinho... mas quem mandou casar? Heheheheheh.1 ano antes...Depois de 4 namoros sem intervalos, eu finalmente curtia a vida de solteira em São Paulo. E era uma delícia! Recebi a informação de que uma loira, que eu já estava de olho fazia tempo, iria num aniversário de uma amiga em comum naquela noite e fui vestida para matar. Eu sabia que a loira tinha uma queda por mulheres mais velhas, mas estava disposta a me empenhar, e muito, para quebrar as estatísticas.Chegando lá, para a minha surpresa, a loira resolveu me dar corda. Vodka, conversas agradáveis e finalmente o tão esperado convite:- Olha, vai ter uma festa na The Week depois daqui, você não quer ir conosco?- Claro!A noite tinha tudo para ser perfeita. Uma loira que parecia a Cameron Diaz muita vodka e uma boate incrível. O que poderia dar errado?
cio

Sônia Braga quer experimentar Mulher Melancia


Aos 60 anos, Sonia Braga declarou que, caso fosse lésbica, pegaria a Mulher Melancia. Em entrevista ao IG, a atriz afirmou que, embora não seja gay, não descarta essa possibilidade no futuro, já que está solteira e gastou a cota de homens nesta vida.“Não sou gay, mas deixo as portas abertas. Para ser gay, basta ser homem ou mulher. Deixo todas as minhas portas abertas. Eu ainda não sou. Inclusive para as mulheres-frutas. Se um dia eu for lésbica, quero comer a Melancia (risos).”Aliás, o desejo por Andressa Soares, a Melancia, se estende em outras perguntas e respostas. “Devo te confessar que me dá um desejo enorme de experimentar um dia aquela Melancia. Se eu encontrar aquela mulher, sou capaz de dar uma mordida nela (risos).”E ela continua: “Tem a Morango, né? Existe a mulher banana? Aquela que tira a casca e se mostra toda? Tem coisas que passam do limite e se tornam engraçadas”, brinca.
cio

Zélia Duncan faz show nesta sexta em Fortaleza


A voz firme e melódica de Zélia Duncan é a principal atração da noite desta sexta-feira, 3, em Fortaleza. O show que promete reunir todas as bolachas da região faz parte da programação do Congresso Educador Brasil 2010 (várias bilus professores também) e rola a partir das 23h, no Clube do Náutico Atlético Cearense.Zélia sobe ao palco de Fortaleza para apresentar seu mais novo show, “Pelo Sabor do Gesto”, onde ela mostra toda sua experiência ao apresentar uma mistura bem feita de ritmos bem diferentes – ela vai do funk (!) ao folk belísssima. Mas é claro que os grandes sucessos de sua carreira de pelo menos 20 anos não vão ficar de fora. Os ingressos custam entre R$ 40 (primeiro lote) e R$ 240 (mesa – R$ 200 para sócios). O Clube do Náutico Atlético Cearense fica na Avenida Abolição, 2.727. Mais informações pelo telefone (85) 3242-9300.
cultura gls

Pela terceira vez, Nise Palhares quase é eliminada do Ídolos


De olho na trajetória da cantora lésbica do programa Ídolos, da Rede Record, o Mix faz toda a cobertura do reality musical. E na reta final, nossa candidata colorida Nise Palhares quase foi, pela terceira vez consecutiva, eliminada. Mas escapou e quem disse adeus ao reality foi o sambista Romero Ribeiro.Nise esteve ao lado de Romero e Chay Suede na Zona de Perigo ao ser uma das três menos votadas pelos telespectadores. Luiz Calainho foi a favor da candidata: “Brasil, a Nise pela terceira vez é delírio absoluto. Vamos votar e muito (para ela ficar).”. Paula Lima, que sempre teceu elogios à Nise, disse ainda que ela “nunca deveria ter estado na Zona de Perigo.”Ao contrário dos outros dois avaliadores, Marco Camargo foi a favor de Israel e Tom Black e declarou que eles cantam o que o público quer ouvir. Já aos três que ficaram no paredão receberam a declaração: “Vocês aí, de alguma forma, têm algo que o país não quer”.Com a eliminação de Romero, Nise está mais perto do título de Ídolo do Brasil. Além de ser a única mulher, ela concorre com apenas três candidatos.
cultura gls

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Jane Lynch e a mulher Lara Embry dão beijo lésbico em festa


Após a entrega dos prêmios Emmy, em Los Angeles, no dia 29, a atriz Jane Lynch foi comemorar com a mulher Lara Embry na festa Govemors Ball. Sem se intimidar com os flashes, elas trocaram um singelo e carinhoso beijo.Jane ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante da série de comédia “Glee”.
dramatica