VEJA E OUÇA A DEFESA FERVOROSA DO SEGUIMENTO GLS GLBT GLBTT NA VOZ TROVEJANTE DO AMIGO BOCA ABERTA

Loading...
Mande suas críticas e sugestões
amigobocaaberta@gmail.com

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Skinheads planejavam atacar na Parada Gay de SP, revela delegada



No dia 24 de junho, dois dias antes da Parada Gay de SP, a polícia prendeu um grupo de 18 skinheads que planejava cometer uma série de atentados no evento. A informação foi revelada nesta semana pela delegada-titular do Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), Margarete Barreto.Segundo ela, o grupo pretendia agir na véspera da Parada, durante a série de eventos que aconteceu na cidade como a Feira da Diversidade, no Anhangabaú, e na saída dos clubes gays, que estavam lotados. Denúncias anônimas ajudaram a Polícia a deter os suspeitos antes dos ataques. “Isso só reforça a importância das pessoas em notificar os crimes à polícia”, alerta a delegada.Ainda de acordo com ela, é nas regiões da rua Augusta e da avenida Paulista onde a incidência desse tipo de crime é maior. Em dezembro do ano passado, um casal que caminhava de mãos dadas nas imediações dessas vias foi atacado.Além de crimes por discriminação sexual, a Decradi investiga cerca de 130 casos de intolerância religiosa, esportiva e racial. No domingo (3) foi registrado o primeiro caso de tentativa de homicídio contra negros.Especialistas alertam que crimes motivados por intolerância têm resultado em punições mais severas, pois os delegados estão entendendo como crimes hediondos. De acordo com Margarete Barreto, a polícia monitora as atividades de 20 gangues. Ela não deu detalhes sobre esses grupos para não atrapalhar as investigações.


pride

Nenhum comentário: