VEJA E OUÇA A DEFESA FERVOROSA DO SEGUIMENTO GLS GLBT GLBTT NA VOZ TROVEJANTE DO AMIGO BOCA ABERTA

Loading...
Mande suas críticas e sugestões
amigobocaaberta@gmail.com

sábado, 27 de agosto de 2011

Rapaz mata gay e come fígado da vítima em cidade mineira




SANDUICHEIRA USADA PARA ESQUENTAR O FÍGADO




Na cidade mineira de Alfenas, a polícia prendeu na última quinta-feira, 25, Fernando Alves, 20 anos, acusado de matar a facadas o cabeleireiro Gilvan Firmino Pereira, mais conhecido como Willians, dentro da própria casa dele, na Rua Américo Totti. Depois de tirar a vida do homossexual, o rapaz ainda retirou o fígado dele e tentou comer depois de esquentar em uma sanduicheira.O corpo de Gilvan foi encontrado mutilado na manhã de quinta-feira por policiais que arrombaram a porta da casa dele depois de terem recebido denúncia dando conta de que havia sangue escorrendo para o lado de fora da residência da vítima, que morreu por volta das 3h da madrugada, segundo relatos dos vizinhos, que ouviram os gritos do cabeleireiro. A polícia listou as características de Fernando e ele foi preso ainda na manhã de quinta-feira, confessando o crime logo de cara. Em entrevista coletiva no mesmo dia na delegacia, ele confessou também que retaliou o corpo de Gilvan, retirou o fígado dele e assou em uma sanduicheira elétrica para comer. "Estava sem sal, a carne era ruim então dei para o cachorro", revelou friamente à imprensa. Responsável pelo caso, o delegado Leonardo Bueno Procópio esclareceu que Gilvan tinha o hábito de acolher Fernando em sua casa para que ele usasse drogas. Gilvan teria tentado manter relações sexuais com o jovem, mas ele resistiu. Na segunda tentativa de Gilvan ele teria perdido a cabeça e matado o cabeleireiro. Ele foi esfaqueado no peito, nas costas, teve a ponta de seu nariz cortada, boca desfigurada, fígado arrancado e muitos cortes pelo braço. Além disso, Fernando cortou os testículos da vítima e os colocou na boca de Gilvan porque "ele queria me chupar, ele que chupe ele mesmo".Natural de Alfenas, Fernando era garçom, mas depois de seu envolvimento com o crack sua vida teria ficado desequilibrada. Ele vai aguardar o julgamento em regime fechado e responderá por homicídio triplamente qualificado.


CENTRAL

Nenhum comentário: