VEJA E OUÇA A DEFESA FERVOROSA DO SEGUIMENTO GLS GLBT GLBTT NA VOZ TROVEJANTE DO AMIGO BOCA ABERTA

Loading...
Mande suas críticas e sugestões
amigobocaaberta@gmail.com

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

MTV aposta na diversidade e faz o VMB mais transex, gay e travesti de sua história


Travesti, bissexual, gays e transexuais na televisão sem ser em uma Parada LGBT foi o que rolou na última edição do Vídeo Music Brasil (VMB) da MTV, realizada em São Paulo na noite da última quinta-feira, 20 de outubro. Depois de uma programação toda colorida no feriado de 12 de outubro, a MTV continuou fazendo aloka e convidou para sua premiação gente como Luisa Marilac, Lea T, Jean Wyllys e Marina Lima, além de suas pratas da casa como Didi e os personagens do Comédia MTV.

Em nova casa, no Estúdio Quantas, o VMB teve o rapper Criolo como grande vencedor da noite e foi uma mistura boa de tudo o que rolou de legal em 2011 na música, na internet e no mundo pop em geral. Luisa Marilac foi a musa inspiradora das chamadas da premiação e subiu ao palco para apresentar, ao lado do também webhit PC, o prêmio de, claro, Webhit, que ficou com “Eu Sou Foda”. Toda trabalhada no brilho de seu vestido longo, Luisa foi uma das maiores sensações da festa e não poupou sinceridade em suas declarações.
Com menos brilho e mais singeleza, a discreta e simpática Lea T desfilou na passarela do evento para entregar o prêmio de “Artista do Ano” (para Criolo), ao lado do lutador mega macho Anderson Silva – uma total quebra de padrões de gênero. Quem também foi chamado para entregar o troféu do VMB foi o deputado federal Jean Wyllys, que ao lado de Claudia Leitte premiou o rapper Criolo como “Revelação do VMB 2011”.
Ainda no clima de novidades, a Banda Uó, totalmente gay e trans, levou “Webclipe” com seu “Shake de Amor” (com direito à vocalista trans tirando a calcinha no palco), e voltou ao palco para encerrar o evento em um mash-up mega brega e gay que misturou Bando Uó com o rock do Garotas Suecas e o tecnobrega da Beyoncé do Pará, Gaby Amarantos. Tudo ao mesmo tempo agora e junto – e sem problemas algum.
Brincando de musa gay, Dani Calabresa subiu ao palco ao lado de dois gogo-boys e provocou ciúmes em seu marido, Marcelo Adnet, vestido de Lady Gaga vestida de Joe Calderone. Lady Gaga não estava presente, mas levou o prêmio de “Artista Internacional”, entregue de brincadeirinha por Didi a uma estátua dela em um museu de cera.
Veja abaixo a lista dos vencedores do VMB 2011:Artista do Ano - EmicidaMelhor Disco - 'Nó na Orelha', CrioloMelhor Música - 'Não Existe Amor em SP', CrioloClipe do Ano - 'Então Toma', EmicidaHit do Ano - 'Me Acorde pra Vida', CW7Revelação - CrioloWebclipe - 'Shake de Amor', Banda UóMelhor Capa - 'A Coruja e o Coração', TiêAposta - TonoWebhit - 'Sou Foda', VitinhoArtista Internacional - Lady Gaga

lifestyle

Nenhum comentário: